Judiciário

Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019, 18h:13 | Atualizado: 16/10/2019, 19h:37

Nova Mutum

TJ revoga demissão de agentes dopados por mulheres antes de fuga em cadeia

  • Rodinei Crescêncio
Pedro Sakamoto

O desembargador Pedro Sakamoto, da Segunda Cãmara Criminal do TJ-MT, que atendeu pedido de agentes prisionais

A Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça acatou um pedido da defesa dos agentes prisionais Fabian Carlos e Luiz Mauro, que respondem a um processo pela fuga de 28 detentos pela porta da frente da cadeia de Nova Mutum (a 264 km de Cuiabá), e revogou a pena de demissão dos servidores, que havia sido determinada em primeira instância. Ambos chegaram a ser presos após alegarem que foram dopados por duas mulheres que entraram na unidade com bebidas alcoólicas e ajudaram a libertar os reeducandos. A decisão seguiu o voto do relator do caso Pedro Sakamoto.

O TJ julgou o caso no dia 13 de março de 2019, porém, o processo criminal transitou em julgado no dia 10 de outubro. De acordo com o advogado dos réus, Carlos Frederick,o fato aconteceu em virtude de discussões jurídicas estabelecidas após o julgamento do TJ-MT. 

No voto, Sakamoto entendeu que não houve conduta dolosa por parte dos agentes e determinou que a pena máxima seria de um ano de reclusão. Assim, ficou revogada a punição, sendo que o Juizado Especial deverá avaliar pela aplicação de punição ou suspensão condicional do processo. De acordo com Frederick, a tendência é que haja suspensão.

Com a classificação do crime como culposo, o desembargador acatou ao pedido de revogação da demissão dos agentes prisionais, tornando "sem efeito" a perda da função pública de ambos.

"Há culpa consciente, e não dolo eventual, quando o agente, embora preveja a possibilidade do resultado, não deseja nem acredita na sua ocorrência. Agem com negligência os agentes prisionais que, violando imperativos funcionais e o dever objetivo de cuidado, admitem a entrada de pessoas não autorizadas no ergástulo, em horário impróprio, e ingerem bebidas alcoólicas fornecidas por estas, com o propósito de com elas manterem relações sexuais, facilitando, culposamente, a fuga de detentos", diz trecho do voto. 

Quanto a Nayara Mendes Pereira de Souza e Isis Kevillin, acusadas de terem dopado os agentes com uso de rivotril misturado nas bebidas alcóolicas, o desembargador ressaltou a necessidade de revisão das penas.

Por conta da alteração, Nayara antes condenada a 12 anos de prisão, teve pena restabelecida para 11 anos e 8 meses, além de 15 dias de pagamento de multa (em valor mínimo unitário). Sakamoto manteve o regime inicial fechado. Já Isis teve sentença alterada para 10 anos e 9 meses de reclusão e 15 dias-multa, também devendo ser cumpridos, inicialmente, em regime fechado. 

Entenda o caso 

Na noite do dia 5 de fevereiro de 2015, Nayara e Isis entraram na cadeia supostamente a pedido de dois agentes para uma "festinha" entre eles. Elas usaram uísque e rivotril para dopar os agentes com objetivo de soltar os detentos. Isis é irmã de Bruno Ojeda Amorim, que responde por quatro crimes sendo eles: roubo, tentativa de homicídio, formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo. Já Nayara era namorada do detento, que teria planejado a situação. 

Da cadeia, os detentos furtaram três espingardas calibre 12, dois revólveres calibre 38 e várias munições. Uma das armas foi recuperada em posse de um detento que foi recapturado. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

TCE-MT aprova e elogia gestão Binotti

binotti 400 curtinha   O conselheiro interino do TCE, Isaías Lopes, rasgou elogios ao primeiro ano de mandato do prefeito e empresário Luiz Binotti (foto), de Lucas do Rio Verde. Relator das contas do exercício de 2018 da prefeitura, com aprovação unânime pelo Pleno, Isaías destacou que os resultados...

Primavera fará 4 intervenções na BR

leonardo 400 curtinha   Com recursos próprios, a Prefeitura de Primavera do Leste fará quatro intervenções na BR-070, no perímetro urbano, com readaptação e construção de trevos para ajustar o trânsito a uma nova e moderna realidade do município com quase 100 mil...

Vice do DEM-Cuiabá elogia gestão EP

joao celestino 400 curtinha   O advogado João Celestino (foto), vice-presidente da comissão provisória do DEM de Cuiabá e ligado ao senador Jayme Campos, se mostra simpático à gestão Emanuel Pinheiro, do MDB. Aliás, na segunda, Celestino fez uma visita ao prefeito e elogiou a...

Prefeito Beto faz mistério sobre apoio

beto farias 400 curtinha   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (foto), que está no segundo mandato e com a popularidade em alta, não revela quem apoiará para a disputa à sucessão, nem para aqueles aliados mais próximos. Quando perguntado, o emedebista costuma dizer que não está...

Filho de ex-prefeito, enfim, é cassado

thomaz 400 curtinha   Quase dois anos depois de cassado, enfim, o vereador tucano de Chapada dos Guimarães, Thomas Jefferson Xavier (foto), deixa efetivamente o cargo. O juiz Ramon Fagundes Botelho, da 34ª Zona Eleitoral, determinou, em decisão da última quinta (7), que a presidência da Câmara convoque de...

Bolsonaro, partido, Barbudo e Galli

nelson barbudo 400 curtinha   Da bancada federal de MT, composta por 11 parlamentares, apenas um deve acompanhar o presidente Bolsonaro para outro partido: Nelson Barbudo (foto). Ele vai sair do PSL junto com o capitão. A intenção de Bolsonaro é de se desfiliar e ficar um bom tempo sem partido. Até lá...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.