Judiciário

Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 19h:50 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

TRE

TRE define futuro político de Wilson, Mendes e Aurelino

Wilson Santos   Os membros do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) retomam na segunda (18) a apreciação do recurso do prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), que teve a prestação de contas da campanha de 2008 reprovada em primeira instância. Na mesma sessão, também entram em pauta os recursos do candidato derrotado pelo tucano na corrida ao Palácio Alencastro, empresário Mauro Mendes (ex-PR e hoje no PSB), e do prefeito de Novo Mundo, Aurelino Pereira de Brito Filho (PT).

   No caso do prefeito cuiabano, a votação está empatada em dois votos a dois. O tucano pode ficar inelegível se não conseguir um resultado favorável. O relator do recurso, desembargador Rui Ramos, se manifestou pela procedência do pedido e foi acompanhado pelo juiz Samir Hammoud. Em contrapartida, Eduardo Jacob e César Augusto Bearsi votaram contra o provimento do recurso.

   A apreciação foi suspensa devido ao pedido de vista do juiz José Zuquim. Além dele, ainda não se manifestou o juiz Sebastião Arruda. Se um deles votar pela rejeição e o outro pelo provimento, o presidente do TRE, desembargador Evandro Sábile, será obrigado a definir a apreciação do recurso com o chamado “voto minerva”.

   Outro processo que entra na pauta de segunda é o do empresário Mauro Mendes, que teve as contas reprovadas pelo juiz da 39ª Zona Eleitoral, Luiz Carlos da Costa. No despacho, o magistrado aponta irregularidades, como a falta de relação entre os gastos de campanha e os documentos comprobatórios. O juiz ressalta que “a ausência dos recibos eleitorais constitui irregularidade insanável, pois impossibilita o efetivo controle das contas por parte da Justiça Eleitoral”.

   Novo Mundo  

    Já o prefeito de Novo Mundo, Aurelino Pereira, e o vice Cassiano Martins Reis (PP), foram cassados pela juíza da 44ª Zona Eleitoral de Guarantã do Norte, Leilamar Aparecida Rodrigues. Ambos se mantêm no cargo a partir de uma liminar concedida no TRE pelo juiz Yale Sabo Mendes. Agora, o magistrado, que é relator do recurso, confirma ou não a liminar concedida após a análise das provas in concreto.

   O prefeito foi acusado de ter solicitado a confecção de notas fiscais para facilitar benefícios de aposentadoria junto ao INSS em troca de votos. A acusação foi comprovada pelas testemunhas Djanira Salomão, Guimorvan Pinto e Lucília Palmira Venturoso. Por se tratar de acusação envolvendo órgão da União, a Polícia Federal também investiga as irregularidades. Além da cassação do diploma, o prefeito ainda é acusado de causar prejuízo ao erário, quando comandou o município entre 1997 a 2000.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • moreno | Quarta-Feira, 12 de Maio de 2010, 09h05
    0
    0

    Esse Prefeito Aurelino, é corrupto a cidade está um caos devido a sua administração, esperamos que o juiz, seja sensível a situação desse municipio.

  • César Luiz | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 10h33
    0
    0

    Se eu bem conheço o Dr. Yale Sabo esse Prefeito de Novo Mundo já está cassado !!! Mais um que dá Adeus !!!!

  • chacal | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 21h01
    0
    0

    wilson vai ter as contas aprovadas pela lisura de sua campanha, os adversarios podem ir se acostumando. ate o paiaguas manos.

  • Diamantinense | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 17h09
    0
    0

    A população de Diamantino também espera que o TRE defina a situação do nosso Municipio. Uma cidade não pode ser governada pelo segundo colocando e na base de uma LIMINAR que foi concedida pelo presidente do tre, quando já tinha uma decissão favorável do pleno ao Erival. A População quer de volta a prefeitura o Prefeito Erival Capistrano que foi eleito pelo voto direto e democrático. ganhou as eleições de forma limpa e enfrentou todas as forças de mato grosso e de Brasilia. por isso é que solicitamos uma solução urgente, uma cidade não pode ser governada por força de uma LIMINAR MONOCRATICA. ERIVAL CAPISTRANO É O NOSSO PREFEITO.

  • paulo | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 17h08
    0
    0

    hoooo sho mano.. que isso!!!!!!!!!! para quem conseguiu tirar um JUIZ FEDERAL, de um processo aprovar isso ai é moleza pa W. O GRANDE MENTIROSO, ele tem R$ QUE DISER TODA AS PROVAS QUE ELES ´PRECISAM. para aprovaçao dessas contas. e esperar para ver.

  • murício | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 16h31
    0
    0

    murício, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Luis Antonio | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 16h08
    0
    0

    acreditar na cassacao de WS é como acreditar em "PAPAI NOEL"

Nezinho, nova derrota e aposentadoria

nezinho 400   Aos 69 anos, o petebista Carlos Roberto da Costa, o Nezinho (foto), considerado da velha guarda política, tentou, mas foi reprovado nas urnas em Nossa Senhora do Livramento. Ele concorreu a prefeito em quatro pleitos. E já exerceu dois mandatos. Nezinho já foi secretário-adjunto de Fazenda do Estado,...

EP cresce 5; Abílio perde 3, diz Ibope

emanuel pinheiro 400 curtinha   Pelos números do Ibope, revelados nesta sexta à noite pela TV Centro América (Globo), Abílio Júnior (Podemos) oscilou negativamente 3 pontos percentuais em menos de uma semana, de 48% para 45% das intenções de voto. Já o emedebista Emanuel Pinheiro (foto)...

Sob arrogância, ataque e desrespeito

abilio junior 400 curtinha   O candidato Abílio Junior (foto), que disputa o segundo turno em Cuiabá com o prefeito Emanuel, chegou bastante nervoso e irritado para o debate nesta sexta, na TV Vila Real (Record). Demonstrando arrogância, ignorou o superintendente do Grupo Gazeta de Comunicação, Dorileo Leal, na...

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...