Legislativo

Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 13h:14 | Atualizado: 15/08/2019, 17h:54

Câmara de Cuiabá

Abílio lista agressões e ofensas contra vereadores e pede cassação de Renivaldo

Reprodução

Momento em que Renivaldo diz para Ab�lio que foi empurrado. Momento de tens�o acontece em meio � discuss�o sobre taxa��o de aplicativos

 Abílio Júnior e Renivaldo Nascimento durante confronto no plenário da Câmara de Cuiabá 

O vereador por Cuiabá  Abílio Júnior (PSC) ingressou com representação pedindo a cassação do mandato do colega Renivaldo Nascimento (PSDB)  por atos que atentam contra o decoro parlamentar. Alega que o tucano pratica de forma recorrente ameaças verbais e físicas contra outros vereadores.

Além do próprio Abílio, as vítimas são os vereadores Felipe Wellaton (PV), Ricardo Saad (PSDB),  Dilemário Alencar (Pros), Lueci Ramos (PSDB) e Orivaldo da Farmácia (PRP). A representação ainda solicita que o presidente da Câmara Misael Galvão   instaure comissão processante com três membros e estabeleça prazo de três dias para Renivaldo apresentar defesa a partir de notificação.

Agressões e xingamentos

Na representação, Abílio lembra que em   16 de março de 2018, Renivaldo ofendeu e ameaçou o vereador Felipe Wellaton   sessão que tratava da  chamada CPI do  Paletó. O tucano teria perdido o controle em plenário e  tentado agredir o colega.

“Renivaldo, inclusive, tentou tomar o celular das mãos de Wellaton, que filmava sua bancada, ofendeu e ameaçou o parlamentar. Ao ser informado sobre a acusação de quebra de decoro, Renivaldo, irritado, usou a tribuna para se defender e ameaçar o colega”, diz trecho do documento.

Conforme a representação, a  suplente Lueci Ramos (PSDB), que estava no exercício do mandato,   foi ofendida e ameaçada por Renivaldo em setembro de 2018. Outros parlamentares precisaram intervir para acalmá-lo.

Em dezembro de 2018, Dilemário teria sido vítima de agressão na sala da Presidência da Câmara. Renivaldo teria desferido um soco no peito do colega, fato que foi testemunhado por diversos vereadores.

 Outra vítima foi Saad. Mesmo sendo correligionário de Renivaldo, sofreu xingamentos e ofensas após ter assinado o requerimento para criação da CPI da Saúde.

 Já Orivaldo da Farmácia teria sido ameaçado na ante-sala do plenário. Inclusive, Renivaldo o chamou para o confronto físico.

 O documento também lembrou das diversas ameaças e agressões sofridas  pelo próprio Abílio. Em dos episódios, amplamente divulgado pela imprensa,     Renivaldo bateu em sua mão repetidas vezes e o chamou à ante-sala para um confronto físico.

Assessor de deputado

Outra vítima foi Rafael Millas, coordenador do MBL e assessor do deputado estadual Ulysses Moraes. A tentativa de agressão aconteceu em março deste ano durante audiência pública sobre a taxação dos aplicativos de transporte de passageiros.

Essa representação não tem fundamento. Esse rapaz quer  mídia. Como não tem trabalho, resolveu me atacar para aparecer. Tem que pendurar uma melancia no pescoço

Essa representação não tem fundamento. Esse rapaz quer  mídia. Como não tem trabalho, resolveu me atacar para aparecer. Tem que pendurar uma melancia no pescoço

Vereador Renivaldo Nascimento

“Ora excelência, é o poste mijando no cachorro, é a mais pura inversão de valores. Desta forma, seria melhor rasgar o Código de Ética de Decoro Parlamentar desta Casa de Leis, ou se criar um artigo que crie uma excludente de ilicitude caso seja o transgressor o senhor Renivaldo Nascimento”, concluiu a representação.

Outro Lado

Renivaldo desqualificou a representação de Abílio. Afirmou que as denúncias não têm fundamento e que o vereador está querendo destaque na mídia.

  “Essa representação não tem fundamento. Esse rapaz quer  mídia. Como não tem trabalho, resolveu me atacar para aparecer. Tem que pendurar uma melancia no pescoço. Esse cidadão é uma enganação, é um indouto. Isso é presepada. Isso não vai dar em nada”, disse Renivaldo ao .

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • adair ferreira | Sexta-Feira, 16 de Agosto de 2019, 08h04
    1
    1

    esses vereadores brigao de cuiaba .. devera procurar ajudar o prefeito; e nao ficar brigando na camara... ou entao vai pra o pau logo vamos ver quem vensse na porrada[

  • Pedro Correa | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 21h00
    4
    0

    Este Vereador é bravo em!? Vive ameaçando os outros... SQN, se fosse bravo de verdade ele peitava o Delegado Veloso e o Sargento Joelson kkk

  • fabio | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 19h42
    2
    0

    Esta é a Câmara de Vereadores de Cuiabá. Coisa de louco mesmo!!! Conduta ilibada e bom senso, isso, "jamé"... E o povo? Que se lasque! Vamos observar, de camarote, tal vexatória exibida pelos Nobres pares da renomada Casa de Leis Cuiabana...

  • Xou | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 16h53
    4
    0

    Aí o páreo é duro. Difícil saber quem é mais são.

  • juca | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 16h08
    0
    3

    gosto de ver o bobo cheira do abilio e o jumento do renivaldo tem cassar o mandado do renivaldo nascimento

  • ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 15h44
    7
    0

    GOSTO DE VER ASSIM! DOIS LOUCOS BRIGANDO!!! DEMONSTRA O QUÃO SÃO QUALIFICADOS PARA TAL FUNÇÃO.

  • Critico | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 15h31
    4
    3

    Esse desqualificado vereador sabe que já passou a muito tempo a época da violência. CASSAÇÃO JA DE RENIVALDO.

  • Marco Aurélio | Quinta-Feira, 15 de Agosto de 2019, 14h54
    0
    0

    Marco Aurélio, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

Vereador terá de devolver R$ 106 mil

justino malheiros 400 curtinha   Justino Malheiros (foto), que está licenciado da Câmara de Cuiabá para tratamento de saúde, terá de restituir R$ 106,6 mil aos cofres públicos juntamente com a empresa Votech Tecnologia em Votação Eireli. E o valor deve ser corrigido monetariamente pelo IPCA...

Única suplente com salário no Senado

clerie fabiana curtinha 400   Dos seis suplentes de senadores por Mato Grosso, uma recebe salário pelo Senado. Trata-se de Clérie Fabiana Mendes (foto), segunda-suplente de Selma Arruda. Mas o seu subsídio não é pelo cargo assegurado com a eleição da chapa, mas sim por ter sido nomeada em posto...

Prefeita e R$ 10 mi em obras em Sinop

rosana sinop 400 curtinha   A prefeita de primeiro mandato de Sinop Rosana Martinelli (foto) está fechando o terceiro e penúltimo ano de mandato com uma grande demanda de obras estruturantes. Após licitar, assinou contrato de R$ 10,2 milhões com a construtora e incorporadora Berna, que vai executar o projeto integrado de...

Justiça impede "espetáculo eleitoreiro"

helena 400 curtinha desembargadora   O Judiciário fez justiça ao mandar suspender a eleitoreira CPI contra o prefeito Emanuel. Numa fase já de pré-campanha, em que todos os 25 vereadores cuiabanos e mais uma centena de outros de fora se movimentam pensando na disputa eleitoral e ávidos para criar palanque, nada...

Parlamentar anda cabreiro até na AL

sebastiao rezende 400 curtinha   Sebastião Rezende (foto), que exerce o 5º mandato, anda cabreiro e assustado, até mesmo na hora de circular pelos corredores da Assembleia. E não pode avistar um jornalista que sai correndo. Na terça, após a sessão ordinária, o deputado acelerou os passos quando...

10 anos "adormecida" sobre Energisa

gisela 400 curtinha   Depois de mais de 10 anos atuando no Procon, a advogada e primeira-suplente de deputada federal Gisela Simona (Pros) agora que se acordou para a gravidade sobre a prestação de serviços da Energisa, campeã de reclamações junto ao próprio Procon. Passou todos esses anos sem mover...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.