Legislativo

Sábado, 20 de Julho de 2019, 11h:11 | Atualizado: 21/07/2019, 08h:05

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Acho difícil Estados e municípios serem incluídos no Senado, avalia Neri Geller

JL Siqueira

Neri-e-Mauro

A pedido do governador Mauro Mendes, Geller atua  pela inclusão de estados e municípios

O deputado Carlos Bezerra (MDB) avalia que as alterações aprovadas em primeiro turno em relação à reforma da Previdência, na Câmara, só ocorreu porque os deputados fizeram enfrentamento ao Governo Federal. "Esse processo se deu na marra. A Câmara impôs as alterações como no caso dos professores e policiais. O Governo teve que aceitar o que a Câmara decidiu". 

Bezerra aponta ainda que não adianta o Senado incluir Estados e municípios na reforma, porque quando a PEC tiver que voltar a Câmara para validar as alterações, vai retirar novamente os entes. "Oitenta por cento dos deputados são contra a inclusão de Estados e Municípios. É matéria vencida na Câmara. É dever das Assembleias e Câmaras municipais fazerem essa reforma", aponta o deputado.

Já o  coordenador da bancada federal de Mato Grosso, deputado Neri Geller (PP) também pondera que é pouco provável que Estados e Municípios sejam incluídos na Reforma da Previdência, quando o debate for para o Senado. A alternativa, segundo o parlamentar, deveria ser a discussão de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) paralela. Mas diante da dificuldade disso ocorrer neste momento, defende que os entes federados devem fazer sua parte, já que os deputados federais já fizeram a deles.

“Eu sou muito adepto de entrar os estados e municípios na Reforma, infelizmente não conseguimos na Câmara, mas vamos trabalhar que isso aconteça no Senado. Mesmo assim, acho pouco provável que isso aconteça, mas se acontecer o Estado e Municípios tem que fazer sua parte”, avalia o deputado.

Geller trabalha pela inclusão de estados e municípios a pedido do governador Mauro Mendes (DEM). O democrata segue defendendo essa pauta.

A Reforma da Previdência já foi aprovada em primeiro turno na Câmara Federal, e deve ser aprovada em 2º turno na primeira semana de agosto. Apesar da exclusão de Estados e municípios da reforma, Geller avalia que a bancada federal, coordenada por ele, fez sua parte.

“Tiramos a taxação sobre as exportações, modificamos as regras para os professores e para a segurança. Consegui trazer a bancada ruralista para esta discussão e tivemos muitos votos”, pondera.

Muitas lideranças políticas e especialistas econômicos apontam que a retirada dos Estados e Municípios da Reforma foi um erro, já que dificilmente, os entes conseguirão realizar uma reforma em nível estadual e municipal em pouco tempo. Nos municípios o agravante são as eleições 2020. Para evitar desgaste político, prefeitos e vereadores deverão fazer vista grossa ao tema previdenciário no próximo ano para evitar perda de votos. Além do fator eleitoral, também existe maior proximidade dos atingidos com o espaço de discussão, neste caso Assembleia e Câmaras municipais.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Morre presidente do Grupo Barralcool

petroni barralcool curtinha 400   Morreu neste sábado, em Cuiabá, aos 88 anos, o diretor-presidente do Grupo Barralcool, João Nicolau Petroni (foto). Ele foi um dos pioneiros no setor sucroenergético do Estado e o primeiro presidente do Sindicado das Indústrias Sucroalcooleiras de MT (Sindalcool). Era...

Abracrim cita arbitrariedade na SESP

michelle marrie abracrim curtinha 400   Michelle Marrie (foto), presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas do Estado, contesta a nota em Curtinhas entitulada "Secretário, Abracrim e saia-justa", sobre o fato de uma advogada ter se infiltrado na coletiva à imprensa concedida pelo...

Governo monitora crise na segurança

mauro mendes 400 curtinha   O governador Mauro monitora de perto a crise instaurada no setor de segurança devido à operação desencadeada na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, para acabar com regalias de presos "da pesada", que comandam o crime organizado de dentro das celas. Houve...

Faissal se licencia e Oscar assume vaga

oscar_curtinha_400   O deputado estadual de primeiro mandato Faissal Calil (PV), a partir de quarta (21), vai se licenciar por 4 meses. Assim, dará lugar para o retorno do ex-deputado Oscar Bezerra (foto), que disputou à reeleição no ano passado, sem sucesso. Oscar, que tem base eleitoral em Juara, teve 11.827 votos e...

Fora do Podemos e dando pitacos

marcelo_curtinha   O presidente do Podemos-MT, José Medeiros, se diz surpreso com as declarações do adjunto de Turismo da Capital Marcelo Pires, que se posiciona contra a filiação de Niuan no partido. O absurdo disso é que Marcelo sequer é filiado e muito menos militante. Só participou de uma...

Melhorias refletem no Mutirão Fiscal

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) está empolgado com a intensa procura dos contribuintes para negociação de dívidas municipais e ficou mais animado quando tomou conhecimento dos comentários de muitos, inclusive daqueles menos favorecidos, que estão indo à Arena Pantanal,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.