Legislativo

Sábado, 20 de Julho de 2019, 11h:11 | Atualizado: 21/07/2019, 08h:05

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Acho difícil Estados e municípios serem incluídos no Senado, avalia Neri Geller

JL Siqueira

Neri-e-Mauro

A pedido do governador Mauro Mendes, Geller atua  pela inclusão de estados e municípios

O deputado Carlos Bezerra (MDB) avalia que as alterações aprovadas em primeiro turno em relação à reforma da Previdência, na Câmara, só ocorreu porque os deputados fizeram enfrentamento ao Governo Federal. "Esse processo se deu na marra. A Câmara impôs as alterações como no caso dos professores e policiais. O Governo teve que aceitar o que a Câmara decidiu". 

Bezerra aponta ainda que não adianta o Senado incluir Estados e municípios na reforma, porque quando a PEC tiver que voltar a Câmara para validar as alterações, vai retirar novamente os entes. "Oitenta por cento dos deputados são contra a inclusão de Estados e Municípios. É matéria vencida na Câmara. É dever das Assembleias e Câmaras municipais fazerem essa reforma", aponta o deputado.

Já o  coordenador da bancada federal de Mato Grosso, deputado Neri Geller (PP) também pondera que é pouco provável que Estados e Municípios sejam incluídos na Reforma da Previdência, quando o debate for para o Senado. A alternativa, segundo o parlamentar, deveria ser a discussão de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) paralela. Mas diante da dificuldade disso ocorrer neste momento, defende que os entes federados devem fazer sua parte, já que os deputados federais já fizeram a deles.

“Eu sou muito adepto de entrar os estados e municípios na Reforma, infelizmente não conseguimos na Câmara, mas vamos trabalhar que isso aconteça no Senado. Mesmo assim, acho pouco provável que isso aconteça, mas se acontecer o Estado e Municípios tem que fazer sua parte”, avalia o deputado.

Geller trabalha pela inclusão de estados e municípios a pedido do governador Mauro Mendes (DEM). O democrata segue defendendo essa pauta.

A Reforma da Previdência já foi aprovada em primeiro turno na Câmara Federal, e deve ser aprovada em 2º turno na primeira semana de agosto. Apesar da exclusão de Estados e municípios da reforma, Geller avalia que a bancada federal, coordenada por ele, fez sua parte.

“Tiramos a taxação sobre as exportações, modificamos as regras para os professores e para a segurança. Consegui trazer a bancada ruralista para esta discussão e tivemos muitos votos”, pondera.

Muitas lideranças políticas e especialistas econômicos apontam que a retirada dos Estados e Municípios da Reforma foi um erro, já que dificilmente, os entes conseguirão realizar uma reforma em nível estadual e municipal em pouco tempo. Nos municípios o agravante são as eleições 2020. Para evitar desgaste político, prefeitos e vereadores deverão fazer vista grossa ao tema previdenciário no próximo ano para evitar perda de votos. Além do fator eleitoral, também existe maior proximidade dos atingidos com o espaço de discussão, neste caso Assembleia e Câmaras municipais.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

Disputa em Sinop e vaga na Câmara

juarez costa 400 curtinha   O deputado federal Juarez Costa (foto) tem espalhado que será candidato a prefeito de Sinop, posto já ocupado por ele por dois mandatos. No fundo, o emedebista espera que Rosana Martinelli (PL), que foi sua vice e depois se elegeu prefeita nas urnas de 2016, desista do projeto de reeleição...

Francis forçando a barra ao Senado

francis maris 400 curtinha   Francis Maris (foto), empresário e prefeito de Cáceres, é mesmo corajoso. Ele anunciou que vai reunir colegas prefeitos da região Oeste para discutir a ideia de entrar na disputa ao Senado, na eleição suplementar para a vaga de Selma, cassada esta semana. Francis se acha "o...

Sindal repudia postura de "indicado"

O presidente do Sindal Jovanildo da Silva se diz traído por Osmar Capilé, representante dos segurados da AL e que exerce cargo de diretor dos Aposentados, que votou favorável a nova alíquota de 14% no Conselho da Previdência. O apoio ao aumento da cobrança gerou revolta entre os servidores do Legislativo, que partiram para cima de Jovanildo cobrando explicações. Em nota de repúdio, o sindicato, que o indicou como representante no...

Arena fechada ao público por 3 dias

virginia mendes curtinha 400   Nos seis primeiros dias de portas abertas, a Arena Encantada, considerada o maior parque natalino que Mato Grosso já viu, recebeu quase 10 mil visitantes. Mas ficará três dias inacessível ao grande público. Na segunda (16), a Arena será exclusiva das milhares de crianças...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.