Legislativo

Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 10h:52 | Atualizado: 22/05/2019, 12h:27

Polêmica

AL altera projeto da VI, deputado sente 1ª derrota e renuncia a metade da sua verba

Karen Malagoli

ulysses moraes deputado 680

Deputado Ulysses Moraes usa tribuna para reconhecer primeira derrota

A Assembleia aprovou o substitutivo integral do projeto de lei nº 72/2019, de autoria do deputado Ulysses Moraes (DC), e ao invés de reduzir em 50% a verba indenizatória dos deputados, garantiu a possibilidade de os parlamentares renunciarem, a qualquer momento a verba em sua totalidade ou em parte. Contrariando sua proposta inicial, Ulysses votou contra o projeto e disse, em plenário, que essa foi sua primeira derrota no parlamento.

Ulysses justificou que o projeto ter recebido substitutivo integral na Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAEO), por parte das lideranças partidárias, o PL ficou desconfigurado da proposta original, fator que, segundo o parlamentar, fez com a proposta passasse a ser da Casa, e não mais de sua autoria.

“Este projeto economizaria R$ 57 milhões em quatro anos, dinheiro que poderia ser destinado à saúde, educação e segurança. O substitutivo aprovado hoje desconfigura o projeto inicial, que eu tinha pensado. Tenho hoje minha primeira derrota, deixa de ser um projeto meu e é da casa”, disse o deputado na tribuna.

Ulysses aproveitou a oportunidade para renunciar de ofício a 50% da própria verba indenizatória, para manter coerência com sua proposta inicial e promessa de campanha. “Saio daqui triste mas certo de que lutei um bom combate”.

A discussão em torno da redução da VI dos parlamentares chegou a envolver a presidente interina da Assembleia, Janaina Riva (MDB), que chegou a defender a manutenção da verba de R$ 65 mil a qual os 24 deputados têm direito todos os meses. Os parlamentares não precisam prestar contas dos gastos com a VI.

O projeto foi aprovado em primeira votação durante a sessão ordinária na manhã desta quarta (22). A presidente interina encerrou a sessão e abriu uma sessão extraordinária para realizar a segunda votação.

O deputado Valdir Barranco (PT) aproveitou para defender a manutenção da VI em R$ 65 mil e ainda desafiou os deputados que defendem a redução pela metade. “Na sessão vespertina vou trazer um documento, e aqueles que quiserem renunciar a VI, que a façam por completo”. Barranco argumentou que o valor é de suma importância, principalmente, para os deputados que possuem base eleitoral no interior e precisam viajar com frequência.

Em primeira votação, além de Ulysses, também votou contra o projeto o deputado Faissal Calil (PV). Na segunda votação, como Ulysses não estava em plenário, votaram contra Sílvio Fávero e Faissal. O projeto segue agora para redação final.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Adaildon E M Costa | Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 17h26
    8
    2

    A derrota foi dos mato-grossenses.

  • ANTONIO | Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 15h17
    12
    2

    PARABÉNS A JANAINA RIVA FILHA DO MAIOR CORRUPTO DE MATO GROSSO,QUE CONSEGUIU MUDAR O PROJETO E CONTINUAR MAMANDO DINHEIRO PUBLICO DE MATO GROSSO

  • Heitor | Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 15h02
    11
    5

    E vão continuar torrando grana publica sem prestar contas

  • Thomas Morus | Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 14h39
    9
    5

    ISSO É UMA VERGONHA. O deputado Ulysses Moraes lutou sozinho, a imprensa “marron”, bateu nele, distorceu a verdade, chegou a acusar o deputado de ter aumentado o gasto com a VI em mais de 200%, sendo que gastou $18.900,00, em três meses e os outros deputados gastaram $195.000,00, o cara usou 10% da Vi e ainda foi acusado de ter aumentado o uso em 200%, só a imprensa de Cuiabá mesmo. Agora se eu fosse o Dep. Ulysses iria aproveitar a farra também. Os Sindicatos terão que ficar calados, tiveram a oportunidade de ajudar, mas não se manifestaram, só sabe falar de RGA, cambada de sanguessuga/inúteis. Aproveite Deputado Ulysses Moraes, agora meta a mão na VI, o povo não te merece, eles gostam dos que roubam.

  • renato | Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 14h34
    10
    8

    depois que o erai renuncia ao avião que empresta ao ulisses , que a aprosoja renuncia o avião ao ulisses , quero ver onde ele vai ficar '

  • dudu | Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 14h22
    13
    3

    Estado em crise e a turminha do palitó gastando sem dó. triste de ver. o povo feito de bobão.

  • João Batista Araujo Barbosa | Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019, 13h01
    17
    4

    Verba Indenizatória ou Verba Embolsatória? A nababesca Assembleia Legislativa de Mato Grosso está nadando no dinheiro público! É um escárnio indecente 65 mil reais mensais, além de outras mordomias. É a velha (ca) política em benefício próprio.

Matéria(s) relacionada(s):

Júlio, do DEM, vê boa gestão de EP

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), uma das lideranças históricas do DEM, foi "apertado" nesta sexta, em entrevista a Antero de Barros, na rádio Capital FM, especialmente sobre o fato do ex-governador e ex-senador demonstrar simpatia e apoiar a gestão do prefeito Emanuel, enquanto outros do partido...

Empresário ensaia de novo em ROO

 luizao_curtinha400   Em Rondonópolis, o empresário Luiz Fernando de Carvalho, o Luizão, dono da Agro Ferragens Luizão, ensaia mais uma vez disputar a prefeitura. Como a sua pré-candidatura não é considerada novidade, ele é visto como uma espécie de "cavalo paraguaio", que tem arrancada...

2 governistas prontos para a briga

chico2000_curtinha400   O prefeito Emanuel tem 2 aliados de primeira hora na Câmara que não resistem a uma provocação. Tratam-se de Renivaldo Nascimento (PSDB) e Chico 2000 (foto), do PL. Sabendo do estopim curto, os vereadores de oposição, especialmente Diego e Abílio, não perdem a chance de...

Niuan agora sob rédeas do Podemos

niuan ribeiro curtinha 400   O vice-prefeito Niuan Ribeiro, agora no Podemos, se torna obrigado, conforme exigência estatutária, a contribuir com 5% dos R$ 15 mil que recebe mensalmente . Ou seja, vai ter que repassar R$ 750 para o seu novo partido. Considerado um partido com novas concepções, regras e exigências, o...

Efeito-senado e briga no ninho tucano

carlos-avalone_curtinha400   O deputado estadual Carlos Avalone não tem certeza de que o acordo pré-estabelecido para ele se tornar presidente do PSDB-MT, a partir de fevereiro, ou seja, daqui 5 meses, será cumprido. Pela costura entre a cúpula tucana, Paulo Borges renunciaria à presidência, abrindo assim...

Pivetta vai despachar em 2 gabinetes

otaviano pivetta 400 curtinha   O governador em exercício a partir desta quinta, empresário Otaviano Pivetta (foto), vai dividir o tempo no Palácio Paiaguás pelos próximos oito dias despachando em dois gabinetes. Ora sentará na cadeira do titular Mauro Mendes, que viajou numa comitiva para a Bolívia,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.