Legislativo

Terça-Feira, 24 de Outubro de 2017, 19h:46 | Atualizado: 24/10/2017, 20h:08

AL aprova PEC em 1ª votação por 16 votos a 4; oposicionista acompanha governo

Ronaldo Mazza

sess�o assembleia

PEC do Teto dos Gastos volta para apreciação em segundo turno após 10 sessões ordinárias

A Assembleia aprovou em primeira votação, por 16 votos a quatro, a PEC do Teto dos Gastos Públicos. Agora, a matéria segue para análise da comissão especial presidida pelo deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB) com a relatoria de Zé Domingos Fraga (PSDB) e retorna para apreciação em segundo turno após 10 sessões ordinárias. 

Votaram contra a PEC os oposicionistas Janaina Riva (PMDB), Valdir Barranco (PT) e Allan Kardec (PT). O deputado Estadual Wancley Carvalho (PV), que integra a base governista, também votou contra alegando compromisso com os servidores públicos já que é investigador da Polícia Judiciária Civil (PJC).

Alinhado à oposição, Zeca Viana (PDT) surpreendeu e votou favorável a PEC. O voto foi anunciado quando o pedetista tentou explicar que a PEC não prejudica o funcionalismo público e foi vaiado pelos servidores que lotavam as galerias.

Além de Zeca, votaram favoráveis o líder do governo Dilmar Dal Bosco (DEM), o presidente da Assembleia Eduardo Botelho (PSB) e os deputados estaduais Maluf, Zé Domingos, Leonardo Albuquerque (PSD), Jajah Neves (PSDB), Mauro Savi (PSB), Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), Oscar Bezerra (PSB), Pedro Satélite (PSD), Adriano Silval (PSB), Romoaldo Júnior (PMDB), Saturnino Masson (PSDB), Silvano Amaral (PMDB) e Wagner Ramos (PSD).

Meraldo Sá (PSD), que apesar de integrar a base governista ensaiou votar contra a PEC, não compareceu na sessão. Também estiveram ausentes os deputados estaduais Adalto de Freitas, o Daltinho (Solidariedade), Baiano Filho (PSDB) e Sebastião Resende (PSC).

O chefe da Casa Civil Max Russi (PSB) acompanhou pessoalmente a votação. No entanto, não quis comentar a decisão dos deputados estaduais.

Na semana passada, Kardec e Savi pediram vista conjunta da PEC. Botelho concedeu 24 horas, mas mandado de segurança concedido pelo Tribunal de Justiça estendeu o prazo para cinco dias, o que adiou a apreciação da matéria.

A PEC recebeu parecer na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) com nove emendas acatadas. Entre elas, uma abre brecha para realização de concursos públicos e outra reduz o tempo de congelamento dos gastos primários de 10 anos para cinco anos.

Folga de Caixa

A PEC precisa ser aprovada em redação final até 30 de novembro para Mato Grosso se enquadrar no Regime de Recuperação Fiscal do governo federal. Com isso, pode ganhar folga de caixa de até R$ 1,3 bilhão em dois anos com a renegociação da dívida pública.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • JOÃO BATISTA VAZ DA SILVA - CEBOLA | Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017, 11h02
    0
    0

    VERGONHA, NOTA ZERO PRA QUEM VOTOU A FAVOR, SEJA QUEM FOR!

  • Teka Almeida | Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017, 08h06
    2
    0

    Tá, ai pergunto como ficam as dividas que deixarão de ser pagas??? isso ninguém falou até agora, pois um dia a conta chegará a que preço?????? Vão fazer novos empréstimos, não esquecendo que temos os que foram suspensos. Os salários estarão totalmente achatados, quem sabe até menos que um salário mínimo. Lá na frete, bem lá na frente o estado de Mato Grosso vai quebrar, ai com certeza esse desgoverno e a corja que aprovou estarão bem longe, inclusive do nosso espaço físico, mas serão lembrados pela devastação, pelo caos financeiro aqui instalado.

Vereador tenta barra compra de cestas

diego guimaraes 400 curtinha   O vereador pela Capital, Diego Guimarães (foto), denunciou junto à Ouvidoria do TCE o que definiu como irregular a aquisição, com dispensa de licitação, de cinco mil cestas básicas de alimentos pela secretaria municipal de Assistência Social e Desenvolvimento...

Apresentador de TV luta contra Covid

alexandre mota 400 curtinha   Alexandre Mota (foto), apresentador desde abril do programa de variedades Balanço Geral, da TV Vila Real de Cuiabá (Record), está internado na UTI do hospital São Mateus. É mais uma vítima diagnosticada com Covid-19. O seu quadro clínico se agravou. O pulmão...

Campanha une as primeiras-damas

virginia mendes 400 curtinha   As primeiras-damas Virginia Mendes (foto) e Michelle Bolsonaro, de MT e do país, respectivamente, têm mantido um relacionamento bem estreito no desenvolvimento de projetos e ações sociais. No final de abril, Michelle postou um elogio e divulgou, na sua conta do Instagram, a campanha de...

Se EP recuar, PV lança Stopa a prefeito

justino malheiros 400 curtinha   O ex-presidente da Câmara de Cuiabá e membro do diretório municipal do PV, vereador Justino Malheiros (foto), disse nesta segunda que o partido estará com o prefeito Emanuel Pinheiro até o último momento, apostando no projeto de reeleição do emedebista. Mas,...

Disputa a prefeito e apoio de Sachetti

 luizao_curtinha400   O empresário Luiz Homem de Carvalho, o Luizão (foto), ex-presidente da CDL de Rondonópolis, está mesmo determinado a encarar, pela primeira vez, o teste das urnas para prefeito. E inicia uma oposição dura à gestão Zé do Pátio, que buscará a...

Corrida de Teis no noticiário nacional

waldir teis 400 curtinha   As imagens que mostram o conselheiro afastado do TCE Waldir Teis (foto) descendo em alta velocidade as escadas de um prédio para jogar no lixo vários cheques rasgados que somavam R$ 450 mil ganharam o noticiário nacional, com destaque neste domingo em veículos, como Folha de S. Paulo, G1 e IG....

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.