Legislativo

Quinta-Feira, 12 de Setembro de 2019, 12h:15 | Atualizado: 12/09/2019, 13h:09

AL aprova projeto que prevê multa a empresas que não contribuírem com FEEF

A Assembleia aprovou em primeira votação, durante sessão ordinária na manhã de hoje (12), alterações propostas pelo governador Mauro Mendes (DEM), por meio da Mensagem 125/2019, ao Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal de Mato Grosso (FEEF/MT). Ele foi criado em junho de 2018 e prorrogado por mais um ano em junho deste ano por meio de um decreto.

JLSiqueira

Ulysses Moraes

Deputado Ulysses Moraes pediu vistas do projeto que deve ser votado na semana que vem

Uma das alterações apresentadas pelo democrata e, que está sendo apreciada pelo Poder Legislativo, é a possibilidade de aplicar multa à empresas que não recolheram a contribuição em período anterior a perda de incentivo fiscal. 

Na mensagem encaminhada à Assembleia em 23 de agosto, Mauro também propôs que fique facultativo aos contribuintes antecipar o recolhimento da contribuição financeira. Apenas as enquadradas em programas de incentivos fiscais contribuem com o fundo. Outra alteração é a exigência de cobrança de multa de mora, quando o contribuinte atrasar o recolhimento do FEEF. 

Na sessão extraordinária, realizada logo em seguida à ordinária, o deputado Ulysses Moraes (PSC) pediu vista do projeto, que seria apreciado em segunda votação, e terá 24h para devolver o projeto. Segundo a deputada Janaina Riva (MDB), que presidiu a sessão nesta manhã, a votação do projeto em sessão extraordinária foi pedido da maioria dos deputados, que nesta semana estão fazendo um mutirão para limpeza da pauta. 

Feef

O Feef foi criado para “salvar” a saúde pública do Estado. Em um ano, o fundo arrecadou cerca de R$ 183 milhões e impediu que os hospitais filantrópicos fechassem as portas. Do valor arrecadado pelo FEEF, 20% são destinados para suplementação da tabela SUS do Hospital do Câncer, Geral Universitário, Santa Helena, Santa Casa de Rondonópolis e Instituto Lions da Visão.

Antes da intervenção do Estado, a Santa Casa de Cuiabá também era beneficada, tendo sido a única institutição beneficiada com o provimento que fechou as portas, mas por problemas administrativos. Sob a administração do governo estadual, o hospital deixou de ser filantrópico. 

O FEEF também destina 10% do valor arrecadado para a manutenção dos estoques da farmácia de alto custo, 20% para os municípios e 50% para a Saúde do Estado. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

Lúdio desiste e PT perde com Barranco

ludio cabral 400 curtinha   O deputado Lúdio Cabral (foto) estava se movimentando para tentar convencer o PT a lançá-lo ao Senado, por aclamação, e ainda instigar o diretório estadual a buscar recursos junto à Nacional para a campanha. Mas o tiro saiu pela culatra. O guru do partido no Estado,...

Carta de Abicalil cita traição de Lúdio

carlos abicalil 400 curtinha   Carlos Abicalil (foto), ex-federal e hoje assessor do deputado Valdir Barranco, demonstra até hoje estar "atravessado" com Lúdio Cabral por causa da traição política de 2010. Na época, mesmo o PT o tendo lançado ao Senado, Lúdio, ex-vereador por Cuiabá e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.