Legislativo

Quarta-Feira, 23 de Abril de 2014, 08h:30 | Atualizado: 23/04/2014, 08h:34

Previdência

AL discute MT Prev; servidores não querem comissionados na gestão

A gestão do MT Prev volta a ser discutida, na Assembleia, e deve causar polêmica entre a Comissão Especial formada no Legislativo e entidades representantes dos servidores públicos. Isso porque existe a possibilidade de a administração da autarquia ser feita por pessoas com cargos comissionados, escolhidos a dedo por Silval Barbosa (PMDB). Isso vem tirando o sono dos servidores desde o início deste ano, uma vez que temem reviver o “pesadelo” do MT Saúde, convênio médico estadual que sofreu um rombo de quase R$ 25 milhões e até agora não foi reestabelecido.

Desde o início do ano, amplas discussões entre a AL e as entidades já foram feitas para escolher a melhor forma de funcionamento do MT Prev. Quando criada, a autarquia será responsável por gerir o Fundo Previdenciário de Mato Grosso (Funprev), um sistema para recolherá recursos dos servidores com o objetivo de unificar as aposentadorias no Estado.

Em fevereiro, quando a primeira reunião com os sindicatos foi realizada, a incerteza quanto à gestão da autarquia gerou muitas indagações. A presidente Sindicato dos Servidores do Detran (Sinetran-MT), Veneranda Acosta, chegou a classificar a experiência com o plano de saúde como “péssima”. “Não queremos que a história se repita com o MT Prev. Não podemos aceitar que a autarquia seja criada com cunho político”, defendeu à época.

 Outra preocupação das entidades a respeito do projeto é a possível pulverização dos recursos. Elas afirmam ser difícil saber se a verba será destinada ao Fundo ou se acabará sendo investida em outras áreas, a exemplo do que ocorre com outros fundos financeiros no Estado. Essa questão deve ser levantada durante a reunião de hoje (23), marcada para às 14h.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Pedro | Quarta-Feira, 23 de Abril de 2014, 11h41
    0
    0

    “pesadelo” do MT Saúde, convênio médico estadual que sofreu um rombo de quase R$ 25 milhões e até agora não foi reestabelecido. Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), que teve 30% utilizado para custear a Copa do Mundo.ETC.... Única salvação para gerir estes recursos BANCO DO BRASIL, se não, não fica um meu irmão....

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

Sob recall e apoiamento de Bolsonaro

roberto franca 400 curtinha   Mesmo isolado e sem grupo político da época em que foi prefeito por duas vezes, Roberto França (foto), filiado ao nanico Patriota, não desiste da pré-candidatura em Cuiabá. E há um motivo forte que o deixa empolgado. Seu nome vem se consolidando como o segundo nas...

Prejuízos para Acorizal de R$ 753 mil

clodoaldo monteiro 400 curtinha acorizal   O conselheiro interino Moisés Maciel concedeu medida cautelar proposta pela secretaria de Controle Externo de Contratações Públicas do TCE, suspendendo de imediato um termo de parceria, em vigor desde 2017, entre a prefeitura de Acorizal e a Oscip Iso Brasil. Foi descoberto...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.