Legislativo

Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 13h:48 | Atualizado: 26/03/2020, 13h:50

VOTAÇÃO REMOTA

AL fez sessão para votar calamidade e 2 mensagens em regime de urgência na 6ª

Rodinei Crescêncio

Eduardo Botelho

O presidente da AL Eduardo Botelho, durante sessão; que amanhã será realizada por meio de videoconferência, para votar mensagens e calamidade

O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), fez convocação extraordinária para sessão virtual às 14h desta sexta (27). Os deputados estaduais devem aprovar o decreto de calamidade pública por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e duas mensagens que estão sendo enviadas pelo governador Mauro Mendes (DEM) em regime de urgência urgentíssima.

Um dos projetos de lei do Executivo reduz a alíquota de ICMS para importação de produtos utilizados no combate a Covid-19. A outra mensagem autoriza o Governo do Estado a contrair empréstimo de R$ 550 milhões, junto à Caixa Economica Federal (CEF), para construção de pontes de concreto em diversos municípios.

O líder do  governo na Assembleia, deputado Dilmar Dal Bosco, defende as medidas. Segundo o democrata, serão fundamentais para ajudar Mato Grosso a superar as dificuldades causadas pela pandemia.

“Nesse momento é necessário facilitar as exportações de insumos usados no combate ao coronavírus e o Executivo espera contar com a sensibilidade dos deputados. E o recurso para as pontes está disponível na Caixa, só aguardando a autorização da Assembleia. Além de ser uma necessidade das comunidades, que sofrem com pontes de madeira, também é garantia de empregos em momento de dificuldade”, pontuou.

Sessão experimental

Para testar o Sistema de Deliberação Remota (SDR), a Assembleia realizou uma sessão experimental na manhã desta quinta (26). Botelho e os deputados Wilson Santos (PSDB), Sílvio Fávero (PSL) e Faissal (PV) participaram de forma presencial, ou seja, presentes no plenário. Outros 18 parlamentares interagiram em videoconferência. Já Dilmar e Carlos Avalone (PSDB), que estavam no Palácio Paiaguás, em reunião com Mauro e lideranças do setor empresarial, participara diretamente da sede do Executivo.

Mauro aproveitou para entrar em videoconferência com os deputados e explicou as mensagens enviadas ao Legislativo. Fávero aproveitou a participação do governador para cobrar porquê só agora, com a pandemia do coronavírus, o Governo viabiliza recursos para a saúde.

“Antes as pessoas padeciam nas filas, agora vão viabilizar 200 leitos em 15 dias. Como isso, governador”, questionou o parlamentar.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Decreto "anula" o MPE em Juscimeira

moises 400 juscimeira curtinha   Em Juscimeira, o promotor de Justiça Adalberto Ferreira recorreu à Justiça de forma desnecessária. Pleiteou e conseguiu uma liminar para suspender um decreto do prefeito Moisés dos Santos que, segundo a ação, havia reduzido as medidas de isolamento social, permitindo...

Kero-Kero quer levar Abílio para Pode

wilson kero kero 400 curtinha   Na contagam regressiva do prazo para o troca-troca partidário - vence em 3 de abril para quem pretende ser candidato em outubro deste ano -, o vereador Wilson Kero-Kero (foto), do PSL e um dos opositores à gestão Emanuel Pinheiro em Cuiabá, está fortalecendo o Podemos. E se...

ECSP explica confusão com Marcrean

marcrean 400 curtinha   A Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) emitiu nota sobre a suposta “carteirada” do vereador Marcrean Santos (foto) no HMC. Ele foi pivô de confusão e um vídeo viralizou nas redes sociais. Segundo a ECSP, o parlamentar foi até o local pedir informações...

PL quer suspender dívidas das cidades

max russi curtinha 400   Ex-prefeito de Jaciara, o deputado Max Russi (PSB) apresentou projeto que visa suspender os pagamentos das dívidas dos municípios com o Estado, durante o período de calamidade pública que foi decretado pelo governo por causa da pandemia do coronavírus. Max ressalta que MT não deve...

Articulação pra tentar voltar ao Procon

gisela simona 400 curtinha   Com adiamento e ainda sem nova data para a eleição suplementar ao Senado, Gisela Simona (Pros), que se afastou do Executivo para concorrer ao pleito, quer retornar ao cargo de secretária-adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon), vinculado à secretaria...

Senadora, ataques e defesa de Galvan

selma arruda 400 curtinha   Selma Arruda, senadora cassada por crimes eleitorais, um deles caixa 2, escreveu artigo entitulado "MP x Aprosoja. Afinal, quem tem razão", especialmente para defender o aliado político Antonio Galvan, presidente da Aprosoja. Ao concordar com plantio de soja dentro de período proibido pela...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.