Legislativo

Segunda-Feira, 26 de Maio de 2014, 12h:33 | Atualizado: 27/05/2014, 09h:22

Ao lado de filha e irmão, Riva avalia inquérito da PF e jura ser inocente

Davi Valle

Riva_janaina_AL

José Riva, durante coletiva, comenta onquérito e recebe abraço da filha Janaína

O deputado estadual José Riva (PSD) já entregou o seu passaporte à Justiça. Esta era uma das regras impostas no despacho do ministro do STF Dias Toffoli, ao revogar a prisão preventiva do parlamentar - um dos investigados na Operação Ararath, que apura crimes de lavagem de dinheiro e crimes contra a administração pública.

O ministro pede ainda que o social-democrata não mantenha relação com os demais investigados, entre eles, o governador Silval Barbosa (PMDB) e o senador e ex-chefe do Palácio Paiaguás Blairo Maggi (PR).

Riva, entretanto, garante que o impeditivo não se estende aos eventos públicos.  “Eu ia ficar triste se fosse impedido de ir a Juara (sua base eleotoral). Achei até bom pedirem meu passaporte porque assim minha mulher (Janete) não me obriga a viajar”, disse o parlamentar, em tom bem humorado, durante coletiva à imprensa nesta segunda (26).

O pronunciamento, o primeiro desde que Riva foi preso na Operação Ararath e obteve o direito à liberdade, após revogação da prisão, ocorreu na Assembleia e foi acompanhado por dezenas de servidores, que aplaudiram Riva em pelo menos 3 oportunidades. O parlamentar chegou ao local com o seu advogado Valber Mello, mas, também estavam presentes o irmão de Riva, o ex-prefeito de Juara Priminho Riva e a filha do parlamentar Janaína Riva. Nenhum deputado acompanhou o social-democrata no pronunciamento.

Em meio as declarações, algumas delas acusando o senador Pedro Taques (PDT) e o ex-senador Antero Paes de Barros (PSB) de conduzirem uma manobra que desencadeou a 5ª etapa da Ararath, Riva citou a importância do apoio da família. Disse que foi recebido na Capital por parentes e amigos, ficando emocionado. “Minha família estava mais preparara do que eu. Estava preocupado com eles e eles preocupados comigo”, afirmou. Neste momento, o social-democrata chamou a filha Janaína que o abraçou carinhosamente, com os olhos marejados de lágrimas.

Já em relação às acusações, Riva afirmou que não pode comentar o tema, tendo em vista que corre sob segredo de Justiça. Ele frisa que, num caso de transação de empréstimos com bancos, como é o caso do Bic Banco, não cabe a quem pega emprestado saber a procedência  da verba. Sendo assim, é mais grave para o fornecedor do dinheiro, no caso, Júnior Mendonça, via factoring, e BicBanco. Acontece que políticos aparecem em listas, apreendidas pela PF na casa do ex-secretário de Fazenda Eder Moraes - preso pela PF- , como alguns dos que emprestariam recursos por meio do banco. 

O parlamentar ressaltou, entretanto, que se, por ventura, ocorreu algum empréstimo, como é apontado no inquérito, não foi com recursos públicos. Ele aproveitou ainda a coletiva para comentar o pedido de cassação interposto pela Ong Moral contra ele. Se disse tranquilo e que já esperava a  solicitação. “Ong Moral devia ter mais moral, muitos não tem”.

Maluf, Percival, Dilceu e Fabris estão na planilha dos empréstimos de Eder

Viés político

O tom da coletiva de Riva entretanto foi o de apontar a existência de viés político na Operação Ararath. A manobra, segundo ele, foi feita por Taques, com a ajuda de Antero. “Antero é o grande líder da maldade no Brasil, não é só em Mato Grosso”. 

O social-democrata frisou ainda o fato da ação acontecer às vésperas do processo eleitoral, a exemplo da Jurupari, quando sua esposa, Janete Riva, foi presa pela PF devido envolvimento em supostos crimes ambientais. “Há 4 anos atrás a Janete foi presa e nunca foi chamada a depor. À época, Taques estava tentando ser senador”.

Riva culpa Taques por prisão e diz que delação premiada é armação

Galeria de Fotos

Credito: Davi Valle/Rdnews
Credito: Davi Valle/Rdnews
Credito: Davi Valle/Rdnews
Credito: Davi Valle/Rdnews
Credito: Davi Valle/Rdnews
Credito: Davi Valle/Rdnews
Credito: Davi Valle/Rdnews
Credito: Davi Valle/Rdnews
Credito: Davi Valle/Rdnews

Postar um novo comentário

Comentários (26)

  • JUCABALA | Terça-Feira, 27 de Maio de 2014, 21h32
    0
    0

    JUCABALA, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Andre Santos | Terça-Feira, 27 de Maio de 2014, 15h14
    0
    2

    Coitadinho!!!

  • Karina de Assis | Terça-Feira, 27 de Maio de 2014, 15h05
    5
    2

    É sempre assim, basta serem descobertos para se dizerem inocentes,que não sabiam de nada e tudo não passa de armação política. Será que algum dia vamos ver um deles assumir que errou e devolver aquilo que não herdou............

  • JOAO | Terça-Feira, 27 de Maio de 2014, 14h02
    0
    0

    JOAO , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Miguel Obrien | Terça-Feira, 27 de Maio de 2014, 13h54
    4
    1

    KKKK DIA DO "SANTO RIVA" CHOREI LARGADO ......

  • Manoel | Terça-Feira, 27 de Maio de 2014, 11h36
    5
    1

    São só 187 perseguições, ops! Agora pulou para 188!

  • dalva | Terça-Feira, 27 de Maio de 2014, 07h15
    3
    1

    governo e assembleia tinham que melhorar nossa saude, e segurança publica, do que esta ai, era pra ser melhor.....e tinah condiçoes.... e por que não fazem?

  • JOAO JOSE | Segunda-Feira, 26 de Maio de 2014, 23h15
    0
    0

    JOAO JOSE, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Erasmo CARLOS | Segunda-Feira, 26 de Maio de 2014, 22h54
    14
    1

    COM MAIS DE 100 PROCESSOS , SE DIZ INOCENTE , SERÁ QUE MT ACREDITA NESSE CAMARADA. É BEM MT

  • Ze Maria | Segunda-Feira, 26 de Maio de 2014, 22h29
    13
    0

    Eu se estivesse na pele deste homem ja tinha morrido, pelo amor de Deus Riva a caça ja virou contra o caçador a muito tempo pede exoneração desta cadeira não segure mais esta batata. quente na mão.

Secretário terá de explicar contrato

alex vieira 400 curtinha   O secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira (foto), tem dois dias para apresentar defesa ao TCE sobre uma representação da empresa F. M Paragas, propriedade de Fernando Marcelo, que apontou supostas irregularidades na contratação, por dispensa de...

Presidente da OAB e péssimo exemplo

leonardo campos 400 curtinha   Continua repercutindo muito mal, inclusive em âmbito nacional, o escândalo em que se envolveu Leonardo Campos, o Léo Capataz (foto), que acabou se afastando da presidência da OAB-MT. Deu um péssimo exemplo à sociedade. Ele foi parar na Delegacia, na semana passada, sob...

3 fortes para prefeito de Rondonópolis

ze do patio 400 curtinha   Apesar da "inflação" de prefeitáveis em Rondonópolis, com quase 10 se colocando como virtuais candidatos a prefeito, a disputa deve ficar acirrada mesmo entre três. Um deles é Zé do Pátio (foto), do Solidariedade. Vai tentar o terceiro mandato não consecutivo e...

Ex-deputada vai à vereadora em VG

zilda pereira 400 curtinha   A ex-deputada estadual Zilda Pereira Leite (foto) permaneceu pouco tempo na base dos Campos em Várzea Grande. Chateada por não ter sido renomeada como secretária de Educação, de cuja pasta havia se afastado por problemas de saúde, Zilda se filiou ao PSB, do pré-candidato...

Breunig destaca aprovação de contas

adriano breunig curtinha 400   O professor Adriano Breunig (foto), ex-adjunto e ex-secretário de Estado de Ciência e Tecnologia no Governo Silval e hoje diretor de Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, contesta o registro em Curtinha, apontando-o como candidato reserva e "vulnerável" à...

Borgato não sairá mais de secretaria

nilton borgato 400 curtinha   Nilton Borgato (foto), ex-prefeito de Glória D'Oeste e filiado ao PSD, não sairá mais do comando da secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. Dias atrás, ele chegou a ser avisado pelo governador que seria substituído e que iria para o Escritório...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.