Legislativo

Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019, 18h:07 | Atualizado: 11/07/2019, 18h:12

PEC DA PREVIDÊNCIA

Apesar da fidelidade, bancada de MT fica sem emendas liberadas no dia da votação

Marcos Corrêa

Jair Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro durante audiência com o ministro da Agricultura em exercício, Marcos Montes, nesta 5ª

Apesar da fidelidade da bancada na Câmara dos Deputados, que votou em peso a favor do texto-base da reforma da Previdência, aprovada na noite dessa quarta (10), Mato Grosso não foi contemplado com os mais de R$ 439,6 milhões em emendas parlamentares, destinadas a ações de saúde nos municípios, que foram liberadas pelo Governo Jair Bolsonaro (PSL). A informação é da ONG Contas Abertas. 

As unidades da federação beneficiadas pelas emendas parlamentares liberadas ontem são: Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, São Paulo e Sergipe.

O placar da votação do texto-base da reforma da Previdência surpreendeu: foram 379 votos a favor e 131 contrários. Somente a deputada Rosa Neide (PT) votou contra. Os demais integrantes da bancada de Mato Grosso na Câmara – Nelson Barbudo (PSL), José Medeiros (Podemos), Emanuelzinho (PTB), Neri Geller (PP), Carlos Bezerra (MDB), Doutor Leonardo (Solidariedade) e Juarez Costa (MDB) - foram favoráveis à proposta encaminhada pelo Palácio do Planalto.

A liberação dos mais de R$ 439,6 milhões ocorreu um dia após ser disponibilizado outro R$ 1,135 bilhão também para a saúde por meio de emendas. Com isso, só entre terça (9) e quarta, foi autorizada a liberação de R$ 1,574 bilhão.

Emendas parlamentares são recursos previstos no Orçamento da União cujas aplicações são indicadas por deputados e senadores. O dinheiro tem de ser empregado em projetos e obras nos estados e municípios. (Com informações do G1

 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • CRC | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 10h11
    1
    0

    Isso foi o maior ROUBO que a população sofreu: A perda dos direitos à aposentadoria. Quando ao presidente, COMPROU VOTOS, É CORRUPTO, DEVE SOFRER IMPEACHMENT. Quando aos deputados, são corruptos TODOS que receberam para votar em desfavor da população que os elegeu para defender os direitos da maioria. O Brasil e sua classe política, cada vez pior, é nepotismo por parte do presidente, é mensalão para aprovação de projetos, é Juiz que interfere e enviesa investigação. E o mais grave, MUITOS ainda achando que votaram certo.

  • Márcio | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 07h47
    2
    2

    Faltou dizer que essas emendas parlamentares são impositivas (que não se consegue nem se pode rejeitar) ou seja obrigatórias. Esses jornalistas parecem ter preguiça de pesquisar, analisar e apresentar os fatos como realmente são, falta imparcialidade.

Matéria(s) relacionada(s):

Governo quita toda a folha de junho

O governo estadual concluiu nesta sexta (19) o pagamento de junho dos servidores ativos, inativos e aposentados que ganham acima de R$ 7,5 mil. Para essa quitação foram necessários R$ 61,8 milhões. Com isso, liquidou totalmente a folha de junho dos cerca de 100 mil funcionários públicos, que consomem R$ 472,7 milhões. No dia 10 deste mês, o governo pagou a primeira parcela dos salários de junho, depositando até R$ 5,5...

Emedebista pode ser candidato único

leonardo bortolin curtinha   Eleito na suplementar realizada em 2017, Leonardo Bortolin (foto), de Primavera do Leste, é considerado hoje o prefeito emedebista em MT mais bem avaliado. Na convenção do partido nesta quinta no município, lideranças, como o deputado federal Carlos Bezerra e os estaduais Thiago Silva,...

2 "amarelam" e faltam de propósito

nininho curtinhas   Dois deputados não pisaram os pés na sessão desta quinta propositalmente. "Amarelaram". Ao invés de tomarem posição quanto ao projeto de lei complementar do governo que reinstitui os incentivos fiscais, Nininho (foto) e o delegado Claudinei preferiram não comparecer. Assim como os...

Adevair vai para PTB e quer ser vice

adevair cabral curtinha   O PTB, que hoje não tem um representante entre os 25 vereadores cuiabanos, vai abrigar dois parlamentares, o presidente da Câmara Municipal Misael Galvão, hoje no PSB, e o primeiro-secretário da Mesa, o tucano Adevair Cabral (foto). O curioso é que ambos chegam na legenda petebista...

7 contra reinstituição dos incentivos

valdir barranco curtinha   Como já esperado pelo governador Mauro, apesar da pressão de diversos segmentos, como do comércio, do agronegócio e da indústria, o projeto de lei complementar número 53, que trata da reinstituição dos incentivos fiscais, passou facilmente pelo crivo da Assembleia....

Irmão de ex-senador já sai do governo

wener santos curtinha   Durou apenas seis meses a permanência do ex-prefeito de Nova Marilândia (2013/2016), Wener dos Santos (foto), como secretário-adjunto de Cidades do Estado. Irmão do ex-senador Cidinho Santos, Wener foi exonerado no último dia 2. Pediu para deixar o governo Mauro. O salário não...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.