Legislativo

Quarta-Feira, 06 de Fevereiro de 2019, 13h:40 | Atualizado: 06/02/2019, 18h:35

ATUOU NA TRANSIÇÃO

Após polêmica, Fávero dispensa envolvido em escândalos no Detran de seu gabinete

Rodinei Crescêncio

Silvio Favero

Deputado Silvio Fávero (PSL) sobe escadaria do Palácio Paiaguás, onde se encontrou com o governador Mauro Mendes (DEM), no mês passado

Em uma ação para evitar desgastes logo em seus primeiros dias enquanto parlamentar, o deputado Silvio Fávero (PSL) preferiu dispensar o funcionário Dauton Luiz de Vasconcellos, que é um dos principais investigados na Operação Bereré, como pivô no recebimento de propinas no escandâlo que durou anos no Detran. 

Favero esclareceu que o ex-funcionário do gabinete do ex-deputado Mauro Savi (DEM) não trabalhará em seu gabinete. Dauton Luiz de Vasconcellos chegou a atuar no gabinete do parlamentar durante a transição.

Na segunda (4), em uma conversa informal com a imprensa no saguão da Assembleia, Savi chegou a afirmar com certo tom de orgulho que Dauton tinha conseguido manter o emprego, e que junto com outros funcionários de Savi que trabalhariam para Fávero, seria importante para ajudar o deputado novato nas tomadas de decisões dentro da Casa.

“Dauton, como servidor à disposição do então deputado estadual Mauro Savi (DEM), foi importante no processo de transição. Natural que haja esta associação, em razão do mesmo pertencer ao gabinete que ocupo atualmente”, explicou Fávero, em nota.

Conhecido como “Vampiro do Dentran”, Dauton é investigado pela Operação Bereré, que apura desvios de recursos públicos na autarquia. O servidor, que chegou a ser chefe de gabinete de Savi, seria o responsável por cobrar propinas de empresas prestadoras de serviços ao Detran e garantia dinheiro ilícito ao ex-deputado, que chegou a ser preso em razão das investigações do esquema.

Savi foi preso durante a Operação Bônus, segunda fase da Operação Bereré. Ao todo, 40 pessoas teriam sido beneficiadas pelo esquema de corrupção, que teria desviado mais de R$ 30 milhões ilicitamente, conforme estima o Ministério Público Estadual (MPE).

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Vilmar Santos Silva | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 19h29
    0
    0

    Ufa!! ainda bem que conseguiu ver o erro a tempo e corrigir deputado,contratar alguém que está sendo investigado para trabalhar no seu gabinete seria um erro.E aliás esse rapaz ja está a muito tempo mamando na assembléia nas costas de deputados.

  • Vilmar Santos Silva | Quinta-Feira, 07 de Fevereiro de 2019, 09h05
    0
    0

    Vilmar Santos Silva , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • renato | Quarta-Feira, 06 de Fevereiro de 2019, 16h47
    7
    0

    esse esqueceu que o poder passa. Isso serve para os novos indicados que ao assumir um cargo público que o mesmo é mais passageiro do que pensam

Matéria(s) relacionada(s):

Xuxu recusa diárias e cala Wilson

xuxu curtinha   Na tribuna da AL, o tucano Wilson Santos tentou ironizar o colega Xuxu Dal Molin (foto), que retornou de missão oficial à Ásia nesta semana, mas acabou se dando mal. Considerando que Xuxu é membro de uma das famílias mais abastadas de Sorriso, Wilson sugeriu que ele poderia ter custeado a viagem e...

TCE já suspende licitação na Câmara

misael galvao curtinha   O TCE determinou que a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), suspenda de imediato um pregão para contratar empresa para fornecimento de material de informática e de equipamentos de áudio e vídeo. Técnicos de Controle Externo de Contratações...

Janaina, MDB e o Palácio Alencastro

janaina riva curtinha   A presidente interina da Assembleia Janaina Riva não assume publicamente mas, nos bastidores, alimenta a esperança de ser prefeita de Cuiabá. Para que isso ocorra, em 2020, teria que deixar o seu MDB o prefeito Emanuel que, aliás, já está com um pé no PTB. Na cúpula...

Respaldo jurídico para barrar grevistas

mauro mendes curtinha   O Governo Mauro Mendes, de forma estratégica, está se respaldando de forma técnica e juridicamente, para enfrentar setores do funcionalismo que caminham para a deflagração de greve geral. Primeiro, recebeu do MPE uma notificação para não conceder reajuste salarial,...

Bolsonaro veta algoz de Selma no TRE

ulisses curtinhas   Fatores políticos-partidários podem ter pesado na escolha do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao definir o novo membro do TRE. Ele optou por Sebastião Monteiro e não por Ulisses Rabaneda, que tentava ser reconduzido. Os presidentes costumam escolher o mais votado ou manter quem já está no...

Prefeitura de Barra garante legalidade

joaojakson   Procurador-geral de Barra do Garças João Jackson Vieira Gomes (foto) esclarece, em resposta à curtinha Contrato de R$ 4 mi pra limpeza, que a dispensa de licitação por 6 meses obedeceu todos os tramites legais, sendo que a empresa contratada ofertou o menor orçamento. A...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.