Legislativo

Quarta-Feira, 10 de Abril de 2019, 11h:03 | Atualizado: 10/04/2019, 12h:49

MENSANGEM DO EXECUTIVO

Assembleia aprova a mudança no Fethab para que 10% seja aplicado em saúde

A Assembleia aprovou, na manhã desta quarta (10), o texto final da mensagem 95/2019, do Governo do Estado, que altera um item do novo Fethab, aprovado em janeiro. O governo designará 10% da arrecadação do Fundo para custear a saúde no Estado. 

A medida foi altamente criticada pelo setor de agronegócio, que se colocou contrário à alteração, mas não obteve êxito, já que o valor retirado do Fethab, que será destinado à saúde, abasteceria o MT Participações, autarquia do Estado que é responsável por formalizar Parcerias Público Privadas (PPP).

O presidente de Aprosoja, Antônio Galvan, disse ao , que o setor é contrário ao que ele chama de "desvio" dos recursos do fundo para custear a máquina pública. O recurso deverá somar cerca de R$ 150 milhões este ano, já que a projeção do Governo é arrecadar R$ 1,5 bilhão sobre o Fethab.

Apesar da reclamação dos produtores rurais, o governador Mauro Mendes (DEM)  garantiu na última semana que R$ 100 milhões já arrecadados pelo Fethab sejam investidos na construção de 113 obras.

A retirada dos pelo menos R$ 150 milhões do MT Par serão destinados à saúde apenas em 2019, como proposto por Mauro e aprovado pela Assembleia. O valor deverá ser somado aos cerca de R$ 170 milhões que a bancada federal destinou para a Saúde, em Mato Grosso.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Comentarista de Rede Social | Quinta-Feira, 11 de Abril de 2019, 15h37
    0
    0

    E aí, Sentiram na pele o que é vivenciado pelos servidores?

Matéria(s) relacionada(s):

Prefeito é ovacionado em solenidade

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) foi ovacionado nesta segunda (17), durante a solenidade que marcou entrega das chaves das unidades do Residencial Nico Baracat I,  no Jardim Liberdade, região da Grande Osmar Cabral. No geral, 360 famílias receberam as chaves dos imóveis, programa do Minha...

Governador, Nota MT e provocação

mauro mendes curtinha   Ao lançar a Nota MT, programa que estimula e incentiva o contribuinte a pedir nota em toda compra de mercadoria, o que ajuda na cultura do combate à sonegação fiscal, o governador Mauro Mendes (foto) copia para o Estado a mesma proposta implantada em Cuiabá na época em que foi...

Cândida Farias troca MDB pelo DEM

candida farias curtinha   Aos 68 anos, completados nesta segunda (17), a empresária Cândida Farias (foto), segunda-suplente do senador Jayme Campos, está desembarcando do MDB e vai se filiar ao DEM. Apesar da mudança de legenda, ela não tem pretensões de concorrer a cargo eletivo nas urnas de 2020....

Vander forte pela oposição em Tangará

vander masson curtinha   O nome mais forte hoje da oposição em Tangará da Serra, do ponto de vista da densidade eleitoral, é do empresário Vander Masson (foto), que ficou em terceiro lugar para prefeito em 2016 e, no pleito do ano passado, concorreu e perdeu para deputado federal. Filho do ex-prefeito e...

Prefeito de Tangará prepara sucessor

wesley torres curtinha tangara   Em Tangará da Serra, cidade pólo do Médio-Norte, o prefeito emedebista Fábio Junqueira, que está no segundo mandato, quer lançar à sucessão Wesley Torres (foto), diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae). Em...

Ex-tucano histórico agora reforça PSB

aparecido alves curtinha   O ex-deputado por alguns meses e ex-presidente do Intermat na época do Governo Dante, Aparecido Alves, o Cido (foto), se filiou neste sábado ao PSB, um mês depois de ter deixado os quadros do PSDB, do qual era considerado militante histórico, inclusive desde a década de 1990. Sua ficha...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.