Legislativo

Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, 08h:41 | Atualizado: 14/08/2019, 14h:08

Câmara Federal

Barbudo diz que Incra-MT vive "extrema penúria" e cobra liberação de R$ 50 mi

Michel Jesus

Tribuna Nelson Barbudo

Da Tribuna, Nelson Barbudo cobra celeridade na melhoria da infraestrutura do órgão em MT

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL) usou a tribuna para cobrar celeridade da direção geral do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Em pronunciamento realizado na tarde desta terça (13), o parlamentar afirmou que a situação da autarquia em Mato Grosso é de extrema penúria e exigiu a assinatura, por parte do general João Carlos Jesus Corrêa, que preside o órgão, de um termo de cooperação técnica que visa destinar mais de R$ 50 milhões para a reforma agrária.

Barbudo destacou que, ao longo de 30 anos, mais de 80 mil famílias foram assentadas. Deste total, menos de 10% possuem títulos de suas propriedades.

Segundo ele, a situação destas pessoas poderia ser melhor, por conta de recursos obtidos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) da ordem de R$ 73 milhões. Deste total, 80% seriam destinados, por meio de um termo de cooperação técnica, ao Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat).  “Ocorre que este processo está aguardando apenas a assinatura do general e ele não assina há 60 dias”. O novo presidente do Incra-MT Ivanildo Teixeira, em entrevista ao , também reclamou da falta de recursos. Ivanildo, inclusive, foi nomeado após indicação de Barbudo.

Enquanto isso, salientou o parlamentar, não é possível o avanço da regularização fundiária, tema muito importante para as famílias que vivem nos assentamentos.  Além das questões burocráticas, o parlamentar revelou a situação atual da autarquia no Estado. “O superintendente está lá, sem um litro de gasolina, não tem um real para que seus técnicos façam as vistorias necessárias. Se uma lâmpada queimar na Sede do Incra os funcionários terão que fazer vaquinha, para trocá-la. Como não é essa a intenção do governo brasileiro, o entendimento é que o Incra está sendo mal gerenciado nacionalmente”.

Este processo está aguardando apenas a assinatura do general e ele não assina há 60 dias

Nelson Barbudo

Ao tecer críticas à administração do Incra, Barbudo lembrou que o faz mesmo sendo filiado ao partido do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e ser vice-líder do governo. “Estou há seis messes esperando esta restruturação no Incra e acho que é chegada a hora de cobrar, mesmo sendo do governo, porque tenho que ter responsabilidade em dizer que o Incra não está funcionando em Mato Grosso”, disse o parlamentar, eleito entre outras coisas para defender os produtores rurais e as famílias assentadas no Estado.

O deputado anunciou que espera, em breve, uma mudança na gestão administrativa do Incra, com o avanço dos processos e a liberação dos recursos para as superintendências ou terá que se explicar para a sociedade. “Senhor general, ou o senhor assina este convênio ou irei pessoalmente ao presidente Jair Bolsonaro dizer que o senhor está contra Mato Grosso”, finalizou Barbudo ressaltando que se há pouca competência por parte do militar para gerir a autarquia, outras pessoas possuem condição de fazê-lo. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • paulo roberto | Quarta-Feira, 14 de Agosto de 2019, 17h37
    1
    0

    Esse deputado está sendo coerente, melhor que o dep. Medeiro ou merdeiro ou ao Bostanaro! kkkkkkkk

Matéria(s) relacionada(s):

Francis sem os vereadores do partido

cesare 400 curtinha vereador caceres   A administração Francis Maris em Cáceres se tornou tão emblemática que perdeu apoio dos dois únicos vereadores do seu partido, o PSDB, na Câmara Municipal. Os tucanos Cesare Pastorello (foto), o mais votado em 2016, e Claudio Henrique, o terceiro colocado,...

Gilberto prestigia sobrinho na Câmara

marcelo oliveira 400 curtinha   Depois de 11 meses sem pisar os pés na Câmara Municipal de Cuiabá, o vereador licenciado Gilberto Figueiredo, secretário estadual de Saúde e um dos pré-candidatos a prefeito do grupo do governador Mauro, apareceu neste sábado na sede do Legislativo, no ato que marcou a...

Suplente que terá 2 anos de mandato

adilton da levante 400 curtinha   Derrotado à reeleição em 2016, Adilson da Levante (foto) reassumiu cadeira de vereador pela Capital desde janeiro deste ano e deve prosseguir no cargo até o final do mandato, em dezembro de 2020. É que o titular Gilberto Figueiredo, que se elegeu pelo PSB e vai migrar para o DEM,...

PSDB veta Taques e vai priorizar Leitão

paulo borges 400 curtinha   O comando regional do PSDB não vai dar chance para Pedro Taques, caso este ensaie concorrer ao Senado com a provável suplementar, já no início de 2020 com a iminente cassação do mandato de Selma. Embora tenha dito que hoje se dedica à advocacia e à vida de professor...

Histórico de não que depois vira sim

blairo maggi 400 curtinha   Mesmo Blairo Maggi (PP) falando para todos que não será candidato ao Senado, na eleição suplementar de 2020 com a provável cassação de Selma, ninguém acredita. Nem aqueles que fazem parte dos grupos criados pelo próprio ex-governador e ex-senador. Em outros...

Francis dispara contra Túlio, Adriano...

tulio fontes 400 curtinha   O prefeito de Cáceres, Francis Maris, que chegou dos EUA na última quinta, aproveitou dois eventos para, publicamente, disparar sua metralhadora verbal contra algumas pessoas. Na sexta, inaugurou uma unidade do Centro de Testagem e Aconselhamento e fez abertura do Natal de Luzes, no centro. Nas duas...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.