Legislativo

Sexta-Feira, 26 de Fevereiro de 2021, 14h:15 | Atualizado: 26/02/2021, 14h:31

CÂMARA

De MT, só Bezerra e Rosa Neide votam contra admissão da "PEC da Impunidade"

A Câmara dos Deputados deve votar nesta sext (26) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que cria novas regras para a imunidade parlamentar e para a prisão de deputados e senadores. A votação foi adiada na noite da quinta (25)  após forte obstrução de parlamentares contrários as mudanças na legislação.

Reprodução

DEPUTADOS PEC IMPUNIDADE

A maioria da bancada de Mato Grosso votou favorável à admissão da chamada "PEC da Impunidade" que altera  as regras para a prisão de parlamentares 

A  admissibilidade da PEC foi  aprovada na quarta (24) por 304 votos a 154 e 2 abstenções. Da bancada de Mato Grosso, somente Carlos Bezerra (MDB) e Rosa Neide (PT) votaram contrários ao inicio da tramitação.

O coordenador da bancada Doutor Leonardo (Solidariedade), Neri Geller (PP), Juarez Costa (MDB) e os bolsonaristas Nelson Barbudo (PSL) e José Medeiros (Podemos) votaram pela admissibilidade da PEC. Emanuelzinho (PTB) se ausentou da votação. 

Os votos de cada parlamentar indicam como será o posicionamento na votação do mérito.   

Na prática, a PEC pode dificultar a prisão de parlamentares em alguns casos. Por isso,  vem sendo chamada por críticos do texto de "PEC da Impunidade".

Rdnews

Carlos Bezerra e Rosa Neide

Somente Bezerra e Rosa Neide se posicionaram contra a admissão da "PEC da Impunidade"

Partidos contrários à medida adotaram na quinta o chamado "kit obstrução", estratégia que usa requerimentos e outros mecanismos previstos no Regimento Interno para adiar ou atrasar a votação.

 Reservadamente, vários deputados afirmaram que não havia consenso na Câmara dos Deputados e que, se tivesse sido levada à votação na noite de quinta, a PEC poderia ter sido rejeitada.

Entre outros pontos, a PEC estabelece que o parlamentar  não pode mais ser afastado do mandato por decisão judicial; pode ser preso em flagrante por crime inafiançável, mas deve que ficar sob custódia da Câmara (no caso de deputado) ou do Senado (se for senador) até que o plenário decida se mantém ou não a prisão;

Além disso, não pode mais ser responsabilizado civil nem penalmente. E medida cautelar que afete o mandato parlamentar só terá efeito após ser confirmada pelo plenário do Supremo Tribunal Federal (STF). (Com informações do G1)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Sema reabre os parques em Cuiabá

mauren lazzaretti sema 400   Fechados desde 1º de abril, em obediência às regras de decreto municipal, que suspendiam as atividades coletivas, os parques estaduais urbanos de Cuiabá reabrem nesta segunda (19) para utilização pelo público. Será possível acessar as tradicionais trilhas...

Pilha em Jayme pra disputar o Governo

jayme campos 400   Mesmo sabendo que Jayme Campos (foto) não entra em disputa onde percebe dificuldades para vencê-la e militando no mesmo partido de Mauro Mendes, o DEM, algumas lideranças políticas têm instigado o senador a se lançar ao governo estadual. Para tentar convencer Jayme, lançam...

Scheila assume APDM e cita projetos

scheila pedroso 400   Esposa do prefeito sinopense Roberto Dorner, Scheila Pedroso (foto), primeira-dama e secretária municipal de Assistência Social, passa a tocar, pelos próximos dois anos, a Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios de MT (APDM/MT). Ela promete juntar força com os...

Prefeito de Araputanga negocia praça

enilson rios prefeito 400 araputanga   O prefeito de Araputanga, Enilson Rios (foto), que ganhou as eleições do ano passado por uma diferença de apenas 56 votos sobre Joel Martins, com placar de 3.492 a 3.436, está no centro de uma polêmica. Ele aceitou uma proposta do Sicredi para utilização de um...

Barra recebe R$ 1,9 mi pra bancar UTIs

adison gon�alves 400   Em Barra do Garças, com 61 mil habitantes e 5.929 casos confirmados de Covid-19, inclusive com 207 mortes, incluindo 26 óbitos de indígenas em consequência da doença, o prefeito Adilson Gonçalves (foto) abriu crédito suplementar no orçamento de R$ 1,9...

De MT para USP; governo comemora

gabriel usp ribeiraozinho 400   O governador Mauro Mendes comemorou o fato do estudante Gabriel Rodrigues Ribeiro (foto), de 18 anos, morador de Ribeirãozinho, município mato-grossense com menos de três mil habitantes, ter conseguido ingresso no curso de medicina da USP, considerada a melhor universidade do país. Aos 18...