Legislativo

Terça-Feira, 23 de Julho de 2019, 20h:21 | Atualizado: 24/07/2019, 09h:03

GAECO QUESTIONADO

Borges promete investigar, mas cita medo de militares perderem as aposentadorias

Maurício Barbant

Eduardo Botelho e Jos� Antonio Borges

Eduardo Botelho no colégio de líderes da AL, que na tarde desta 3ª recebeu o chefe do MPE José Antônio Borges, para falar sobre fraudes no Gaego

O procurador-geral de Justiça José Antônio Borges, declarou, na tarde desta terça (23), que os militares envolvidos na “grampolândia pantaneira” estão desesperados com medo de perder a aposentadoria da Polícia Militar. Para Borges, o temor dos coronéis e do cabo envolvidos no esquema pode justificar declarações envolvendo membros do MPE em esquemas de interceptações ilegais em operações e desvio de verba secreta.

Borges se reuniu com parlamentares no colégio de líderes, na Assembleia, para prestar esclarecimentos sobre as supostas irregularidades que coloca em xeque cerca de 15 operações do Gaeco, por conta da prática da tática conhecida como "barriga de aluguel".

Ele compareceu à AL após a deputada estadual Janaína Riva (MDB) encampar um movimento para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as supostas participações de membros do MPE nos pedidos de interceptações ilegais. Ela teria sido uma das vítimas do esquema no Gaeco, tendo seu telefone interceptado ilegalmente.

Recentemente, os coronéis Evandro Lesco e Zaqueu Barbosa e o cabo Gerson Correa prestaram depoimentos à Justiça e disseram que membros do MPE estariam envolvidos no esquema de escutas clandestinas. Entre os apontamentos, disseram que o ex-coordenador do Gaeco, Marco Aurélio, teria grampeado ilegalmente a deputada em 2015.

Os militares disseram também que o ex-chefe do MPE, Paulo Prado, teria sido o responsável por entregar a placa de escutas telefônicas que era usada pelo escritório clandestino montado por militares para grampear adversários políticos e pessoas próximas do ex-governador Pedro Taques (PSDB) e seu primo, Paulo Taques (ex-Casa Civil).

Borges declarou que o cabo e os coronéis estão desesperados, com medo de perder benefícios da PM, caso sejam condenados pela Justiça – Gerson, Lesco e Zaqueu são apontados como principais responsáveis pelo Núcleo de Inteligência das escutas criminosas e fizeram tais declarações na tentativa de firmar acordo de colaboração premiada (delação) com o Naco Criminal, que negou a homologação, já que tais denúncias não tem ligação direta com a ação militar que investiga a participação de militares na "Grampolândia Pantaneira".

Não é a pena de quatro anos [que os militares podem pegar por participar do esquema], mas o desespero é a perda da aposentadoria e emprego

José Antônio Borges

"Não é a pena de quatro anos [que os militares podem pegar por participar do esquema], mas o desespero é a perda da aposentadoria e emprego”, asseverou Borges.

“Isso serve de exemplo que uma delação premiada tem que ter provas claras. Não é falar mal de alguém, aceitar a delação premiada e depois ficar numa situação sem ter base para denúncia”, acrescentou, justificando o fato de o MPE não ter aceitado firmar acordo de colaboração com os três militares.

O chefe do MPE afirmou que todas as declarações dos militares alvos da grampolândia estão sendo investigadas. Ele explicou ainda que Paulo Prado está sendo investigado no âmbito administrativo da instituição, por meio da Corregedoria, e também na área criminal - pelo Naco, coordenado pelo procurador Domingos Sávio.

Os demais promotores citados pelos militares também estão sendo alvos de investigação profunda, segundo Borges. Em conversa com os parlamentares, o chefe do Ministério Público disse que irá contratar uma auditoria externa para apurar as interceptações telefônicas solicitadas pela instituição nos últimos anos. Tal investigação deve custar um valor ainda não definido ao procurador e realizado pela própria empresa que fornece o sistema de interceptações usada nas investigações do órgão.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • A. Carlos | Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019, 12h46
    2
    0

    Sem cabimento, senhor procurador geral.

  • Ana Maria | Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019, 09h31
    10
    0

    Já vi onde vai dar tudo isso, cada um defendendo o seu. Pizza e tapa na cara da sociedade, MPE corrupto.

  • Felipe | Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019, 00h06
    6
    0

    Eu acho que tem muita gente louca nessa estória ou achando que os outros são ingênuos. Até que ponto nós chegamos? O melhor disso é que muita coisa desnundou-se.

  • Carlos | Terça-Feira, 23 de Julho de 2019, 23h10
    13
    1

    Pilantragem. MP fez e faz barriga de aluguel. Gerson tem 14 anos de GAECO. Responsável por fazer as barrigadas do MP... É batom na cueca, Zé Antônio. Tenta outro tipo de desculpa. Atacar os PM não tira a culpa do MP. Já agradeceu Mauro Zaque? Olha o que fez.

  • alexandre | Terça-Feira, 23 de Julho de 2019, 21h55
    10
    1

    Pizza..

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

Suposta delação tira sono de Alencar

alencar soares 400 curtinha   A notícia de que o STJ já teria homolagada delação de Sérgio Ricardo caiu como uma bomba. Mesmo depois do ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE vir a público desmenti-la, assegurando não ter motivos para fazer tal colaboração premiada, os efeitos...

SD também deseja Taques ao Senado

pedro taques 400 curtinha   Empolgado com resultado de uma pesquisa interna, na qual estaria bem pontuado, aparecendo entre os preferidos ao Senado, mesmo após deixar o cargo de governador bastante desgastado, Pedro Taques (foto) passou a flertar não só com o Cidadania, conduzido no Estado pelo seu ex-secretário Marco...

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

Filho de Taborelli assume vaga em VG

Willy taborelli _ curtinha400   O pai coronel Taborelli está fora de combate, mas o filho Willy (PSC), suplente de vereador, vai assumir cadeira na Câmara de VG a partir de 2 de março. Vai atuar na vaga do correligionário Miguel Baracat, que se licencia para fazer tratamento de saúde. O filho do polêmico...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.