Legislativo

Sexta-Feira, 10 de Abril de 2020, 13h:05 | Atualizado: 10/04/2020, 17h:12

PANDEMIA

Câmara articula reabertura do comércio e ajuda financeira para igrejas evangélicas

A Câmara de Cuiabá irá interceder junto ao Executivo a fim de garantir a flexibilidade do decreto que determinou o fechamento das atividades comerciais na Capital como forma de combate ao novo Coronavírus (Covid- 19).  A medida é reflexo  da  reunião realizada  com representantes de diversas entidades ligadas ao comércio do município.

Rodinei Crescêncio

1� sess�o c�mara de vereadores cuiab� misael

Presidente Misael Galvão deve levar pedidos ao prefeito Emanuel Pinheiro nesta semana

Além do presidente da Câmara, Misael Galvão (PTB), também participaram do encontro os vereadores Luis Claudio (Progressistas), Toninho de Souza (PSDB) e Orivaldo da Farmácia (Progressistas).

Atualmente, apenas os empreendimentos que exercem atividades consideradas essenciais estão autorizados a abrir as portas, como supermercados, farmácias, postos de combustível e oficinas mecânicas.

Diante disso, as entidades protocolaram um ofício à Câmara, no qual externam a preocupação com os efeitos na economia e suas consequências em relação manutenção de empregos e a própria sobrevivência das atividades.

O documento é assinado pelos diretores da Fecomércio, Fiemt, Facmat, FCDL, CDL Cuiabá e ACC. Nele, os dirigentes apresentaram algumas sugestões que visam amenizar o impacto da pandemia no comércio.

Dentre as sugestões, está à liberação do comércio e serviços em horário reduzido de funcionamento das 9h às 17h, além do retorno ao horário normal de funcionamento de supermercados e lojas de conveniências, mantendo o sistema de pegue e leve.

Além disso, solicita ainda a liberação para funcionamento normal de restaurantes com limite de capacidade e  50% ou que tenham no mínimo 1,5m de distância entre as mesas. Nesse mesmo sentido, pede o retorno das feiras livres, com o devido acompanhamento da fiscalização evitando aglomeração.

Vamos pontuar todas essas reivindicações ao prefeito Emanuel Pinheiro para que, em conjunto, entrarmos num consenso e encontrarmos uma solução pacífica

Misael Galvão

No que tange ao transporte coletivo, as entidades pleiteiam o aumento de 30% para 50% da frota, com restrição de lotação.

Por fim, ainda ratificam o pedido que já foi feito pelo Legislativo Cuiabano de postergar o pagamento do IPTU por 90 dias e suspender o recolhimento de ISS até que dure a pandemia.

"Flexibilização necessária"

Para Misael, a flexibilidade do decreto é necessária, uma vez que tem causado prejuízo a diversas famílias, e ainda irá refletir em uma queda brusca na arrecadação do município. 

“O prefeito tem deixado aberto o diálogo e vamos levar a discussão para que o prefeito possa flexibilizar. Entendemos que temos que cuidar da saúde, mas não podemos esquecer de quem gera emprego, gera renda, quem contribui com a cidade. Então, temos que chegar a um consenso para que fique bom para todos”, finalizou.

Evangélicos

O Conselho de Pastores de Mato Grosso protocolou  ofício na Câmara,  nesta semana, externando a sua preocupação com a atual situação dos templos religiosos e igrejas diante dos decretos que vem sendo baixados pelo Executivo devido ao novo Coronavírus (Covid-19). Por conta das medidas adotadas pela Prefeitura de Cuiabá como forma de combate à proliferação da doença está proibido à realização de cultos, missas ou qualquer outra manifestação religiosa presencial.

A entidade pede que o Parlamento interceda junto ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) a fim de garantir a liberação de missas, cultos e outros, “para que fiéis, que estejam fora do grupo de risco, possam se reunir nos templos, desde que observem as recomendações preconizadas pela Organização Mundial de Saúde”.

Além disso, sugerem a elaboração de um plano emergencial de socorro financeiro ao segmento religioso. O objetivo é garantir o custeio de alugueis dos templos, bem como faturas de energia elétrica e folha de pagamento durante o período que se perdurar a quarentena.

A entidade ainda se coloca à disposição no sentido de criar um Comitê Municipal de Atividades Religiosas Permanentes, a fim de auxiliar o Executivo neste momento de calamidade.

De acordo com Misael, as reivindicações foram encaminhadas ao prefeito e devem ser debatidas durante uma reunião que deve ocorrer ainda esta semana.

“Vamos pontuar todas essas reivindicações ao prefeito Emanuel Pinheiro para que, em conjunto, entrarmos num consenso e encontrarmos uma solução pacífica”, finalizou o vereador. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Walter liz | Sexta-Feira, 10 de Abril de 2020, 18h48
    5
    0

    Que nome pode se dar a tamanho absurdo ? Vão querer pegar dinheiro Federal do corona pra esse tipo de coisa ,como há dito , nem apreciar, ou melhor rasgar

  • Fabiano | Sexta-Feira, 10 de Abril de 2020, 16h14
    5
    0

    É o famoso, Toma lá dá cá, normal na politica brasileira... A maioria na câmara dos horrores de Cuiabá, ataca novamente!

  • NASCIMENTO | Sexta-Feira, 10 de Abril de 2020, 15h14
    14
    0

    plano emergencial de socorro financeiro ao segmento religioso EU ME RECUSO A ACREDITAR QUE TEM LIDERES QUE SE DIZEM RELIGIOSOS, QUERENDO TIRAR PROVEITO DA CRISE. ESPERO QUE NÃO SEJA NEM MESMO APRECIADA.

  • Benedita da Silva | Sexta-Feira, 10 de Abril de 2020, 14h26
    10
    1

    Quem hoje pode afirmar o que é grupo de risco? Todos são grupo de risco, porque? Desenhando: assintomaticos, como o nome diz sem sintomas, porém podem transmitir virus. Por isso a recomendação de uso de máscaras para todos. Há videos na net mostrando aglomerações diversas, e quem garante que isso não vai acontecer. Quando explodirem os casos , e não houver suporte para todos, é bom lembrar destes palpites.

Luta por mais leitos de UTI em Sinop

rosana martinelli 400 curtinha   A prefeita de Sinop, cidade pólo do Nortão, Rosana Martinelli (PR), demonstra preocupação com os poucos leitos de UTI do Hospital Regional no município. A unidade atende moradores de mais de 30 municípios da região e só dispõe de 10. Rosana diz esperar...

Priminho Riva deve disputar em Juara

priminho riva 400 curtinha   Dezesseis anos depois de comandar Juara por dois mandatos (1997 a 2004), Priminho Riva (foto) está de volta. Filiado ao PR, ele deve concorrer a prefeito. Político bastante popular e carismático, tende a enfrentar um páreo duro com dois nomes considerados fortes, o do ex-vice e que se tornou...

Contas de prefeita são reprovadas

thelma 400 curtinha   As contas de 2018 da prefeita chapadense Thelma de Oliveira (foto), do segundo ano de mandato, foram reprovadas pelo TCE-MT. Agora, cabe à Câmara Municipal aprová-las ou rejeitá-las. Em seu parecer, o conselheiro interino João Batista apontou 15 irregularidades, sendo 11 delas sobre...

Prefeitos têm de trocar apadrinhados

kleber varzea grande 400 curtinha   Com a decisão do TJ-MT de considerar inconstitucional controlador-geral das prefeituras fora dos quadros efetivos de auditor municipal, muitos prefeitos terão de exonerar seus indicados políticos, vindo a escolher profissionais de carreira, assim como já se tornou prática na...

Controlador-geral agora só de carreira

angelo 400 curtinha   Uma decisão desta quinta do TJ, que julgou procedente, inclusive por unanimidade, uma ADIN proposta pela Associação dos Auditores e Controladores Internos do Estado (Audicom), presidida por Angelo Oliveira (foto), acaba, na prática, com os chamados controladores-gerais dos municípios...

Elogio à compra econômica do Estado

janaina riva 400 curtinha   Embora lançando críticas pontuais de vez em quando, a deputada Janaina Riva (foto) tem feito constantes defesa do Governo Mauro e elogiado ações da administração, especialmente na saúde pública. Sobre a decisão do governo de comprar 120 respiradores da China,...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.