Legislativo

Sábado, 15 de Fevereiro de 2014, 07h:00 | Atualizado: 15/02/2014, 14h:52

Polêmica

Câmara faz "devassa" em gestão da Amaes para conseguir destituição

Jonathan Dourado

mauro_karla

Prefeito Mauro Mendes deve "enquadrar" presidente da Amaes Karla Lavrati

Apesar de Karla Regina Lavratti ter estabilidade à frente da Agência de Regulação dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário (Amaes) até fevereiro de 2015, a Câmara de Cuiabá busca brecha jurídica para destituí-la do cargo.

Para tirar Karla Lavratti do cargo, eles procuram demonstrar uma falha jurídica na indicação dela e até algum ato irregular cometido por ela para que seja possível a abertura de um procedimento administrativo disciplinar (PAD) na Procuradoria. A articulação acontece no momento em que ela completa dois anos na função. Exatamente nesta segunda (17), Karla faz dois anos à frente da autarquia. 

O PAD seria o caminho, pois a diretoria da Amaes tem poderes que nem o prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), pode alterar, a não ser que haja uma irregularidade comprovada. A direção da agência é suprema para que não haja interferência política entre os Poderes e tenha segurança jurídica para atuar.

Os artigos 18 e 19 da Lei Complementar nº 252/2011, que criou a Amaes, tratam dos requisitos para a nomeação e destituição da diretoria. Conforme os dispositivos, a diretora-presidente e o diretor-regulador só podem ser substituídos após a instauração do procedimento administrativo contra eles.

Os vereadores Domingos Sávio e Haroldo Kuzai, ambos do Solidariedade, já estão preparando uma representação contra a diretoria da Amaes que será entregue a Mauro nos próximos dias.

Eles esperam que essa nova representação, juntamente com que já foi protocolada pelo vereador Toninho de Souza (PSD) no ano passado, motive o prefeito instaurar a sindicância.

Domingos e Haroldo procuram fundamentar a denúncia em dados concretos que comprovem falhas e/ou omissão na atuação de Karla, não apenas em discurso político. Por exemplo, a ausência de multas que deveriam ser aplicadas pela Amaes à CAB por falhas ocorridas em algum serviço. Três multas pela mesma irregularidade possibilitaria o rompimento do contrato de concessão. Diante dos inúmeros problemas enfrentados pela população, como falta d’água, cobrança abusiva, distribuição de água não tratada e outras, se não existir qualquer multa aplicada pela Amaes à CAB será fácil a comprovação de que a agência reguladora não está cumprindo o seu papel fiscalizador.

Diferentemente de Domingos Sávio, Toninho fundamentou a petição em indícios de irregularidades na escolha da diretoria e pediu a abertura do PAD para apuração do caso. Até o momento não obteve uma resposta do prefeito quanto a isso. No documento, Toninho cita o fato de Karla não ter conhecimento técnico na área de saneamento, porque ela é médica veterinária e não engenheira sanitarista.

Ele questiona também o conflito ético dela ser presidente da agência e também ter coordenado a licitação de concessão dos serviços assumidos pela CAB. Outro apontamento que ele faz é o fato do diretor-regulador Jacírio Maia não ser brasileiro como exige o inciso I, do parágrafo 3º, do artigo 18 da lei. Jacírio é natural de uma aldeia chamada Tocha, no Distrito de Coimbra, em Portugal.

Conforme o inciso IV, parágrafo 3º, artigo 18 da lei complementar 252/2011, para assumir o cargo a pessoa tem que ter conhecimento jurídico, econômico, administrativo ou técnico na área sujeita ao exercício do poder regulatório da Amaes.

Apesar do prefeito Mauro Mendes ter prometido na campanha que atuaria com mão de ferro na cobrança da execução do contrato com a CAB, os vereadores observam que ele ainda não fez nada de concreto neste sentido. “Não basta o prefeito demonstrar satisfação, ele tem que agir. Somente a Câmara tomou atitude até agora”, frisa Toninho. 

Os parlamentares também criticam falta de transparência da Amaes, que tem que defender os interesses da população, mas não faz prestação de contas para a sociedade se realmente está atuando nesta linha. "Está provado que a Amaes está a serviço da CAB Ambiental e não da população. Ela não está cobrando o cumprimento das metas da concessionária, que por sua vez não está cumprindo o cronograma”, garante Domingos Sávio.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • fernades | Sábado, 15 de Fevereiro de 2014, 10h25
    0
    1

    não tenho nada a ver com isso, mas será que as palavras ao vento desse vereador "está provado que a amaes está a serviço da cab" não cabe um processo por calunia, injuria e difamação...

Matéria(s) relacionada(s):

Neurilan critica Pivetta e faz campanha

otaviano pivetta 400 curtinha   Em discurso em Tangará da Serra, num evento promovido pela AMM que serviu de palanque eleitoral, Neurilan Fraga disparou críticas ao vice-governador Pivetta (foto), que também pretende concorrer ao Senado. Disse que Pivetta não aceita nem discutir o valor repassado hoje aos...

Evento da AMM para pré-candidatura

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto), que aproveita o trunfo de presidente da AMM para tentar projeção política, insiste na pré-candidatura ao Senado, mesmo com a filiação oficial ao PL fora do prazo exigido pela legislação, o que ensejará no indeferimento do registro. E...

Selma, carreata e "ciúmes políticos"

selma arruda 400 curtinha   Quem vê Selma Arruda (foto), senadora cassada por crimes eleitorais, e o ex-senador e federal José Medeiros afinados no Podemos, nem imagina que no pleito de 2018 ela optou por distanciá-lo motivada simplesmente por "ciúmes políticos". Selma carregava o slogan de "Senadora de Bolsonaro"....

Reunião pra debater viabilidade do VLT

wellington 400 curtinha   Após participar de uma reunião na Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana, o senador Wellington (foto) revelou que no próxmo dia 10 vai ser realizado encontro com o secretário José Carlos Medalia e com integrantes do Governo de MT para discutir a viabilidade do VLT, cujas obras...

Estado reduz número de homicídios

alexandre bustamante curtinha 400   O secretário Alexandre Bustamante (foto), de Segurança Pública, está comemorando a redução do número de crimes em MT.  O Estado fechou 2019 com a menor taxa de homicídios dos últimos 10 anos. Nos 12 meses do ano passado foram contabilizados...

Acerto pra Pivetta se filiar ao Podemos

alvaro dias curtinha   Mais uma demonstração de que o senador Álvaro Dias (foto), líder do Podemos no Congresso, está ignorando a pré-candidatura ao Senado do seu próprio colega de partido, deputado José Medeiros. Álvaro já acertou com Pivetta apoio na disputa à...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.