Legislativo

Terça-Feira, 02 de Março de 2021, 11h:56 | Atualizado: 02/03/2021, 12h:46

AL aprova lei que impõe multa de R$ 10 mil a empresas e fiscalização mais dura

Com 6 votos contrários e uma abstensão (Sebastião Rezende), a Assembleia aprova e, primeira e segunda votações projeto, enviado pelo Governo do Estado, que impõe medidas duras para conter o avanço da Covid-19 em Mato Grosso. Agora, a matéria segue para sanção do Executivo. 

O governador Mauro Mendes (DEM) enviou o projeto ontem (1º) depois de se reunir com chefes dos Poderes e órgãos constitucionais, e com os prefeitos. Além disso, publicou o decreto impondo toque de recolher em todo o Estado.   

No projeto, Mauro justifica a necessidade de novas medidas para "conter o aumento exponencial da contaminação causada pelo novo coronavírus, bem como evitar que o sistema de saúde estadual entre em colapso". As principais medidas dizem respeito à aplicação de multa de R$ 500 a cidadãos que descumprirem as medidas sanitárias e de até R$ 10 mil para empresas e órgãos que não seguirem as regras de combate à Covid-19.

Felipe Malvezzi/AL

plenario assembleia 11 03 15 - foto felipe malvezzi.JPG

As ações visam reforçar a necessidade de uso da máscara facial, a proibição de aglomerações, o cumprimento do toque de recolher e ainda o respeito às forças policiais e de fiscalização que atuam para garantir as medidas. O governo diz que é necessária a "repressão às condutas consideradas lesivas ao enfrentamento da emergência de saúde pública, tais como inutilização da máscara fácil e aglomeração de pessoas".

Mauro destaca que as medidas têm respaldo científico, em especial no caso da proteção individual com máscara, para evitar a disseminação do vírus no ambiente. "Tal fato, aliado ao distanciamento social e à constante assepsia amplamente recomendado, acaba por reduzir as chances de transmissão da Covid-19 entre as pessoas".

"Ressalta-se que, no caso de descumprimento da ordem legal, tanto as pessoas físicas quanto as jurídicas sujeitam-se às sanções administrativas e, a depender do caso, criminais", diz a justificativa.

A admissibilidade foi aprovada com votos contrários dos deputados Ulysses Moraes (PSL) e Faissal Calil (PV). Em seguida, o presidente Max Russi (PSB) interrompeu a sessão por 15 minutos para que os parlamentares apresentassem emendas ao projeto.

No mérito, votaram contra a mensagem Ullysses, Faissal, Sivio Fávero (PSL), Delegado Claudinei (PSL), Elizeu Nascimento (PSL) e Xuxu Dalmolin (PSC).  Já Sebastião Rezende (PSC) se absteve.  

 

PageFlips: Projeto de lei novas medidas Covid

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Mais 20 respiradores para Cáceres

leonardo 400   O Ministério da Saúde enviou mais 20 respiradores para Cáceres, em atendimento ao pedido do médico  e deputado federal Leonardo (foto). Os equipamentos foram entregues na segunda (12) para a secretaria municipal de Saúde e serão instalados no Pronto Atendimento Municipal para tratar...

Isenção de IPVA a algumas categorias

max russi 400   A Assembleia Legislativa deve aprovar esta semana uma proposta do governo para, em tempos de pandemia, isentar algumas categorias do pagamento de Imposto de Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) do exercício de 2021. O projeto chega nesta quarta à Mesa Diretora, sob Max Russi (foto), e vai ser votado no...

CAA-MT fará vacinação contra H1N1

ittalo leite 400 caixa de assistencia   A Caixa de Assistência dos Advogados de Mato Grosso (CAA/MT), presidida por Ittalo Leite (foto), já deu início à Campanha de Vacinação Contra a gripe H1N1. Serão disponibilizadas seis mil doses da vacina para imunização contra a Influenza A e B,...

Governo compra 103 motos para PM

O governo estadual vai entregar nos próximos dias 103 motocicletas à Polícia Militar. Isso deveria ter ocorrido nesta segunda, mas foi adiado e ainda sem data definida. As motos serão utilizadas pelas equipes de policiais da Companhia Raio de Moto-Patrulhamento, Força Tática e pelo policiamento ordinário na Região Metropolitana de Cuiabá e em vários outros municípios. No primeiro lote, o governador Mauro...

Ex-prefeito, contratos e multa do TCE

jeovan faria 400   O ex-prefeito de Campinápolis, Jeovan Faria (foto), vai ter de pagar uma multa equivalente a 10 UPFs/MT, o que corresponde hoje a R$ 1,8 mil, como punição por contratação de pessoal por tempo determinado sem atender à necessidade temporária de excepcional interesse público....

Decon investiga "fura-fila" da vacina

O delegado Rogério Ferreira, da Especializada do Consumidor (Decon), instaurou o que se chama de Auto de Investigação Preliminar para apurar possíveis irregularidades no cumprimento da ordem de vacinação contra a Covid-19 dentro dos critérios estabelecidos pela Prefeitura de Cuiabá. Na prática, busca investigar possíveis situações de “fura-fila” e outras circunstâncias ilegais. Rogério...