Legislativo

Domingo, 14 de Abril de 2019, 15h:33 | Atualizado: 14/04/2019, 15h:36

Polêmica

Presidente alega que agro deve contribuir e que funcionários usam saúde pública

JLSiqueira

Eduardo Botelho

Presidente da Assembleia Eduardo Botelho lembra que funcionários de ruralistas também usam sistema público

Para o presidente da Assembleia Eduardo Botelho (DEM), os produtores rurais têm obrigação de contribuir com a saúde, porque não pagam “hospital particular” para seus funcionários. E, quando esses adoecem, eles precisam utilizar a rede pública de saúde.

A crítica do parlamentar se dá em razão do posicionamento contrário à aprovação da Mensagem 65, que garantiu que pelo menos R$ 70 milhões sejam transferidos do MT Participações para a Saúde. O recurso advém do novo Fethab.

A relação entre os produtores rurais e a Assembleia não tem sido a mais harmônica desde a discussão em torno do Pacto por Mato Grosso, em janeiro deste ano, quando novas alíquotas para o Fethab foram aprovadas. Dessa vez, ao retirar os 10% do novo Fethab, que foram definidos para subsidiar o MT Participações para suplementar a Saúde do Estado, mais uma vez os produtores se sentiram desprestigiados.

Não é justo que 10% do Fethab fique lá parado, esperando um plano de investimento, enquanto temos uma saúde cheia de dificuldades

Eduardo Botelho

Apesar dessa evidência, o presidente da Mesa Diretora avalia que os produtores precisam dar sua cota de contribuição e afirma isso ao avaliar o contexto da Mensagem 65.

“É uma medida paliativa, eu gostaria que fosse o ano inteiro. Não é justo que 10% do Fethab fique lá parado, esperando um plano de investimento, enquanto temos uma saúde cheia de dificuldades. No meu entendimento foi justo”, apontou.

Botelho aponta que, quando houve alteração no Fethab, o agronegócio achou ruim, mas agora estão vendo que as obras estão saindo e isso já provoca satisfação no setor.

“Daqui a pouco eles (os produtores rurais) vão ver que a saúde vai melhorar, afinal, porque eles pensam que vai pra onde os funcionários deles? Eles pagam hospital particular para os funcionários?, Pagam nada, jogam tudo para a saúde pública, então eles têm sim que contribuir, e é muito justo que contribuam”, asseverou.

Neste sentido, o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan, tem se manifestado reiteradamente que é contra ao que chama de “desvio de finalidade” dos valores do Fethab. Lembra que o fundo foi criado para investir em infraestrutra.  

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • fabi | Segunda-Feira, 15 de Abril de 2019, 09h32
    1
    2

    Usam?! que saúde publica? pagam tudo particular se orienta

  • Pedro | Segunda-Feira, 15 de Abril de 2019, 03h52
    4
    0

    Enquanto isso o governador vai privatizando as estradas estaduais que deveriam ser mantidas com a arrecadação do Fethab. E tome pedágio para cidadão arcar com os custos.

  • Milton Ribeiro | Domingo, 14 de Abril de 2019, 19h31
    2
    1

    Com todo respeito e carinho que tenho por você Deputado, mas o Sr. Está equivocado. O funcionário do Fazendeiro, contribui com o INSS, assim como o Fazendeiro! Assim como o funcionário do Deputado! E o Estado tem a obrigação de atende-lo! É um trabalhador como outro qualquer.

Matéria(s) relacionada(s):

Sindal e a traição por alíquota de 14%

jovanildo antonio sindal curtinha 400   Jovanildo Antonio da Silva (foto), presidente do Sindal que já tem uma atuação pífia, agora está levando porrete de todo lado dos servidores da Assembleia. É que, ao invés de sair em defesa da categoria e se manifestar contra o projeto do governo de elevar a...

2ª suplente de Selma amarga 2 perdas

clerie fabiana curtinha 400   Clérie Fabiana Mendes (foto), que surgiu do nada na vida pública e ganhou notoriedade como 2ª suplente da senadora Selma Arruda, vai perder duas vezes. Primeiro, ficará sem o cargo eletivo, por causa da cassação da chapa, encabeçada por Selma, por caixa 2. Segundo,...

Após aprontar, Abílio pede desculpas

juca do guaran� curtinha 400   Acuado, Abílio Brunini (PSC) recorreu agora a uma outra estratégia na esperança de escapar da cassação do mandato, depois de tanto aprontar, com denúncias sem provas, constrangimento, brigas, manipulação e ataques a diversas pessoas. Da...

Cervejaria cuiabana devolve R$ 270 mi

rogerio gallo 400 curtinha   Após negociação, por intermédio do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (CIRA), uma cervejaria de Cuiabá vai devolver aos cofres públicos cerca de R$ 270 milhões nos próximos dias. O montante se refere a diferenças no ICMS...

Lei em Cuiabá veta cortar luz e telefone

misael galvao 400 curtinha   Seguindo exemplo de outros municípios, a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), rejeitou veto do prefeito Emanuel e promulgou uma lei, que proíbe empresas de gás e concessionárias de serviço público de energia elétrica, no caso a Energisa,...

Visita a todos setores e agradecimento

domingos neto tce 400 curtinha   Numa demonstração de humildade e respeito aos servidores, o presidente do TCE Domingos Neto visitou nesta 4ª todo os setores do Tribunal para agradecer pessoalmente o esforço, dedicação e a contribuição de cada colaborador para que sua gestão do...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.