Legislativo

Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019, 14h:33 | Atualizado: 20/05/2019, 14h:37

POLÊMICA À VISTA

Jayme deve assumir Conselho de Ética do Senado para investigar Flávio Bolsonaro

Waldemir Barreto

Jayme Campos

Senador por MT Jayme Campos (DEM) na tribuna do Senado, durante sessão plenária

O senador Jayme Campos (DEM) segue cotado para assumir a presidência do Conselho de Ética do Senado. Caso a eleição para o cargo se confirme, o democrata conduzirá o processo de conduta ética contra o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

O  filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) é investigado pelo Ministério Público por suspeita de peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa. Além disso, existem suspeitas de suposto envolvimento de Flávio com a milícia no Rio de Janeiro.

A possibilidade do democrata assumir a presidência do Conselho de Ética foi divulgada pela Revista Época neste final de semana. Entretanto, o assunto foi abordado pelo   ainda em fevereiro na matéria “Jayme assume presidência do Conselho de Ética e diz que trajetória limpa o credencia para função”.

Questionado sobre a postura que adotaria, Jayme prometeu cautela e respeito à lei. Ainda assim, evitou falar de casos concretos. "Iniciei na vida pública em 1982 e tenho 36 anos de uma trajetória política limpa. Por isso, estou apto a exercer a função de presidente do Conselho de Ética. Vou conduzir os eventuais processos de forma justa, sem açodamento e respeitando o que diz a lei. Missão dada é missão cumprida", disse. 

A presença de Jayme no Conselho de Ética não é novidade. Durante o primeiro mandato de senador (2007-2014) foi eleito e reeleito vice-presidente do colegiado.

Investigações contra Flávio 

 Há indícios de que houve no gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro na Assembleia do Rio de Janeiro (Alerj) a chamada “rachadinha” - prática de servidores devolverem parte dos salários aos deputados.  

Em fevereiro deste ano, o próprio ex-motorista Fabrício Queiroz confirmou, em depoimento por escrito, que servidores do gabinete de Flávio devolviam parte do salário e que esse dinheiro era usado para ampliar a rede de colaboradores junto à base eleitoral do então deputado. O hoje senador Flávio nega que a "rachadinha" tenha ocorrido em seu gabinete (Com informações da Época).

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • CHIRRÃO | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 16h33
    0
    1

    ESSE AI TEM UMA ÉTICA INVEJÁVEL...só que nom!

  • Nunes | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 09h10
    2
    1

    Deveria investigar a morte do trabalhador, que morreu enfrente ao shopping Goiabeiras

  • Eduardo Neves | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 08h29
    1
    5

    Realmente o Jaime Campos e' um politico serio e honrado ate' que me prove o contrario.Pois ate' hoje nunca entrou em safadezas e maracutaias. Pode sim ser o Presidente da Comissao de Etica do Senado.

  • Eli Rosa | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 08h25
    1
    3

    Só espero que Jayme campo representa bem o seu povo de MATO GROSSO principalmente o de várzea Grande.

  • Edson Canzian | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 07h43
    0
    2

    Edson Canzian, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Maria | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 07h34
    0
    2

    Maria, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Critico | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 02h10
    0
    2

    Critico, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Lito | Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019, 15h01
    4
    2

    Quá, vem arranjo por aí. Aguardem.

Recuo do DEM e agora no Republicano

gabriel guilherme 400 curtinha   O DEM terá de excluir da lista de pré-candidatos a vereador pela Capital o nome do jovem Gabriel Guilherme (foto), de 22 anos. Ele optou por se filiar ao Republicano. Lotado na Assembleia como assistente da Secretaria de Orçamento e Finanças e filho do ortopedista Paulo Fonseca...

Galvan vai deixar PDT e ir pra o PRTB

antonio galvan 400 curtinha   Embora não tenha perdido de vistas o Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado por Bolsonaro, Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja e que acabou levado à frigideira dentro do PDT em meio ao embate por tentativa de candidatura ao Senado, se mostra disposto a ingressar no...

"Pátio igual gato, comendo e miando"

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (Podemos), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara, disse que o prefeito Zé do Pátio, de Rondonópolis, está parecendo gato, comendo e miando, pois recebe recursos federais, inclusive de programas habitacionais e, mesmo assim, ainda alardeia nos...

Adair lançará ex-vice em Alto Paraguai

adair 400 curtinha   O ex-prefeito de Alto Paraguai, advogado emedebista Adair José Alves Moreira (foto), não vai disputar novamente, apesar da insistência do seu grupo. A tendência é de apoiar o seu ex-vice Luiz Figueiredo, com quem administrou a cidade de 2013 a 2016. Luiz também é do MDB e...

Deputado bolsonarista critica prefeito

claudinei deputado curtinha 400   O deputado Claudinei Lopes (foto), morador em Rondonópolis, ficou na bronca com o discurso populista do prefeito Zé do Pátio, para quem o povo nordestino votou em massa no PT e que não tem conseguido construir mais casas populares porque, diferente dos governos petistas, o presidente...

Sem Senado e tudo pela Mesa da AL

max russi curtinha 400   Presidente regional do PSB-MT, o deputado Max Russi (foto) tem participado das discussões para definição de candidaturas ao Senado, na suplementar de abril, mas não mais como pré-candidato. Seu desafio é outro. A prioridade é a busca da reeleição como...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.