Legislativo

Quarta-Feira, 12 de Junho de 2019, 18h:55 | Atualizado: 13/06/2019, 09h:18

EDUCAÇÃO

Botelho cita "proposta radical" do Governo e defende "meio termo" pelo fim da greve

Maurício Barbant

Eduardo Botelho e Sintep

Ao lado da vice Janaina Riva, presidente Eduardo Botelho recebe representantes do Sintep, em seu gabinete, para tentar acordo e por fim à greve

O presidente da Assembleia Eduardo Botelho (DEM) se reuniu com o presidente do Sintep, Valdeir Pereira, e outros representantes dos professores, na tentativa de convencer a categoria pelo encerramento da greve iniciada em 27 de maio. Para isso, promete interceder  no sentido de convencer o governador Mauro Mendes (DEM) a ceder em algumas das reivindicações dos grevistas.

“Nós temos que encontrar um meio para a proposta do Governo que é radical, de não pagar nada até 2023. Precisamos construir uma proposta que dê a garantia que vão receber algo nos quatro anos do Governo Mauro. Já marquei reunião com o governador para sexta e vou ver se consigo alguma coisa”, pontuou Botelho após o encontro com o Sintep na tarde desta quarta (12).

Ocorre que o governo federal voltou a sinalizar com a liberação do Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX), com a votação da autorização no Congresso Nacional em até 20 dias, o que garante R$ 500 milhões para Mato Grosso. Por isso, o Fórum Sindical e os deputados estaduais ligados ao funcionalismo já articulam a derrubada do veto de Mauro a uma emenda que inclui os recursos do FEX na Receita Corrente Líquida do Estado, facilitando o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) ao funcionalismo do Estado.

Caso os R$ 500 milhões do FEX sejam liberados pela União e o RGA pago pelo Governo em curto prazo, pelo menos um reivindicação dos grevistas será atendida. A derrubada do veto foi tratada entre Botelho e o Fórum Sindical nesta manhã.

 “Nós acreditamos que a saída acontecerá no Parlamento. Toda a pauta construída por meio do diálogo é positiva. Se a categoria entender que é possível suspender a greve, porque há um avanço, a categoria é soberana”, pontuou Valdeir Pereira.

Reivindicações

Além da RGA, os grevistas reivindicam o aumento real até 2013 previsto em lei complementar. Entretanto, o Executivo sustenta que não pode cumprir a legislação, para não descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal e incorrer em crime de responsabilidade.

Por outro lado, o Executivo sustenta que está atendendo outros pleitos da categoria. Cita a nomeação de concursados, a destinação de R$ 35 milhões para melhorias na estrutura física das escolas, cronograma de reuniões com o Sintep, regularização das licenças-prêmio e para qualificação, além de  pagamento de 13º e férias aos temporários.

Mesmo com corte do ponto desde o primeiro dia, os professores decidiram manter a greve em assembleia geral nessa segunda (10). Outras decisões desfavoráveis aos grevistas foram proferidas pelo Tribunal de Justiça como obrigação de custear o transporte escolar na reposição das aulas e multa quem proibir professores e estudantes de acessar escolas que não aderiram ao movimento.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Márcia Araújo Gomes | Quinta-Feira, 13 de Junho de 2019, 14h09
    1
    1

    Este governador e um poço de mentira ,como pode enganar a população de Mato Grosso. Triste realidade!

  • Aderson Padilha de Amorim | Quinta-Feira, 13 de Junho de 2019, 08h32
    6
    1

    Somente a Educação, e os demais servidores do Executivo, quer ganhar no papo Botelho, estamos de olhos nos senhores Deputados. Haverá troco e toco sim. Aguardem.

  • Pardal | Quinta-Feira, 13 de Junho de 2019, 07h56
    7
    6

    Até que enfim, a Assembléia Legislativa intercedeu a favor dos Servidores da Educação.

  • ILDO DA SILVA | Quinta-Feira, 13 de Junho de 2019, 07h49
    9
    1

    O Sr. Eduardo Botelho nao serve como referencia de negociaçao junto aos Servidores, pois nao consegue resolver os problemas da Assembleia Legislativa, que tem 2000 servidores para atender meia duzia de Deputados, precisa de tanta gente e ganhando salario medio de 12.000,00 reais!!!!!

Matéria(s) relacionada(s):

Prefeito vai ajustar também 2º escalão

francisco vuolo 400   Depois de alguns ajustes no quadro de secretários, com trocas e remanejamentos, o prefeito Emanuel Pinheiro pretende fazer mudanças no segundo escalão. Ele tem uma lista pontuando aqueles considerados mais produtivos, mas também outros sobre os quais acumulam reclamações, que...

Justino, pico de pressão alta e susto

justino_curtinha   O vereador e ex-presidente da Câmara de Cuiabá Justino Malheiros (foto) teve um pico de hipertensão na noite desta sexta (23). Ele foi levado às pressas para o Hospital Santa Rosa, na Capital, onde dormiu e passou a noite em observação. Apesar do susto, ele passa bem e já recebeu...

Fábio tenta tirar aliados do prefeito EP

fabio garcia 400 curtinha   Fábio Garcia (foto), presidente do DEM-MT, começou um movimento forte de bastidores para tentar tirar partidos que hoje estão no arco de alianças do prefeito Emanuel (MDB), mesmo o futuro do Democratas na disputa majoritária em Cuiabá ainda sendo uma incógnita. De forma...

Licitação irregular em Alto Araguaia

gustavo de melo 400 curtinha   O conselheiro-subtituto do TCE, Luiz Carlos Pereira, determinou que o prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), suspenda de imediato, devido a apontamento de irregularidades, uma licitação para contratar por R$ 2,9 milhões uma empresa com vistas a executar obras de asfaltamento tipo TSD...

Mutirão fiscal prorrogado na Capital

Emanuel Pinheiro curtinha   Levando em consideração o grande número de contribuintes interessados em negociar dívidas com o município, o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) decidiu prorrogar o Mutirão de Conciliação Fiscal até 30 de agosto. Os atendimentos foram retomados na terça...

6 deputados podem tentar prefeitura

silvio favero curtinha   Pelo menos seis deputados estaduais ensaiam candidatura à prefeitura. Eles nada têm a perder, pois a legislação não exige renúncia do mandato no Legislativo para disputar vaga no Executivo.  Sílvio Fávero (foto) deve concorrer em Lucas do Rio Verde, numa...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.