Legislativo

Quinta-Feira, 11 de Julho de 2019, 13h:50 | Atualizado: 11/07/2019, 13h:57

Nome Social

Toninho nega ser homofóbico, é contra decreto e diz que cada um dá o que quiser

O vereador Toninho de Souza (PSD) voltou a defender, na sessão ordinária desta manhã (11), a anulação do decreto do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) que garante  o direito de uso do nome social no âmbito da administração pública.

Rafael Martine

Toninho de Souza

Toninho de Souza ressalta que não é contra o nome social, mas questiona teor de decreto

“Não sou contra o nome social, qualquer um que quiser utilizar o nome social é só ir ao cartório, isso já é garantido por lei federal. Não tenho nada contra ninguém usar o nome social, nem como vereador e nem como cristão, aliás, a igreja está de portas abertas a qualquer um, não faz acepção, desde que respeitadas algumas regras e a nossa lei maior que é a bíblia”, defendeu o vereador da tribuna.

Toninho em conjunto com o vereador Lilo Pinheiro (PTB) apresentaram requerimento, até então subscrito por 17 vereadores para tornar sem efeito o decreto municipal.

Alegam que há inconstitucionalidade no ponto em que o prefeito cria punição a quem desrespeitar pessoas trans e travestis que utilizam nome social nos órgãos públicos da Capital. Diante da polêmica, vários parlamentares voltaram atrás e retiraram a sua assinatura da proposta.

“O que colocamos contra o decreto é em relação a sua inconstitucionalidade quanto à punição. Segundo ponto, nós tivemos um grande embate aqui sobre a ideologia de gênero nas nossas escolas. E esse Parlamento, para votar, precisa de ampla discussão com a sociedade organizada, inclusive com a comunidade LGBT”, especificou.

Toninho rechaçou as críticas a ele, como a de que sua postura tem sido “homofóbica”. Neste ponto, o vereador defendeu que sempre colocou sua posição pública em relação às questões de gênero. “Cada um da o que quer e o que tem pra dar. Não sou contra isso. O corpo é livre. Cada um tem o livre arbítrio dado por Deus e pela democracia brasileira”.

Nas duas últimas semanas, a Câmara já recebeu presença de líderes religiosos e militantes da causa LGBTI, que defenderam seus posicionamentos em relação ao decreto. Entre os religiosos, a critica foi sobre a ideologia de gênero que supostamente estaria impregnada na norma estabelecida por Emanuel. Por sua vez, os LGBTI defenderam que a possibilidade de uso do nome social é uma forma de cidadania. A votação do requerimento pela anulação do decreto foi adiada por data indefinida.

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • Marília | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 17h08
    1
    0

    Parabéns Vereador Toninho. Vc tem opinião própria. A lei ampara qm qr trocar de nome. Sendo assim, tem outros mecanismos para isso. Um forte abraço.

  • INDIGNAÇÃO | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 13h33
    0
    2

    Esse caboclo anda com tacape na rua ? Em que século ele está ?

  • Elias | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 13h08
    1
    5

    a lei que rege o Brasil é a constituição e não a bíblia.

  • deizi | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 12h05
    5
    2

    Concordo com o vereador, a lei de Deus é uma só, e ele mesmo na biblia nos deu o livre arbitrio. Parabéns Toninho.

  • Joel Galvão | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 11h33
    4
    1

    É isso aí Vereador Toninho De Souza cada um faz o que achar melhor , ninguém é obrigado a ser igual a ninguém cada um tem sua opinião própria 🤝🤚👏

  • Anotnio | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 10h33
    2
    1

    Pergunta ao nobre , excelência você já deu oque queria dar??? Parece que não anda muito revoltado kkll

  • Romel Lima de barros | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 09h45
    8
    1

    O Vereador esta correto na sua colocação quem quiser alterar o nome que vá a um cartório e altere o seu nome , está bem explicado .

  • Dany | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 09h42
    9
    1

    Parabéns Toninho de Souza! Concordo com o senhor, as pessoas tem o livre arbitrio dado por Deus e é preciso ouvir os dois lados antes de se tomar uma decisão!

  • Aninha | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 09h12
    8
    4

    Concordo com o vereador Toninho temos que seguir nossos princípios e obedecer os mandamentos de Deus pois a maior lei é divina.

  • Michael | Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 09h04
    9
    2

    Perante as leis de Deus, os mandamentos bíblicos, essa situação é errado. Mais existe o livre arbítrio, cada um faz, pensa e acredita no que é certo, independentemente de credo, cor e raça. Estou com o Toninho, pois a posição dele se diz no respeito a ideologia de gênero, onde seria praticado em todos os âmbitos, inclusive em creches e escolas.

Matéria(s) relacionada(s):

Políticos em peso em evento do HMC

A solenidade que marcou a entrega do HMC em Cuiabá, nesta segunda (19), está sendo considerada o evento do ano para o prefeito Emanuel. Ele conseguiu motivar a presença de diversas lideranças políticas, empresariais e de diferentes setores. Para se ter uma ideia, dos 11 membros da bancada federal, 8 estavam presentes, assim como 16 dos 24 deputados estaduais e 17 dos 25 vereadores. Também marcaram presença dezenas de prefeitos e outros...

Base na Câmara e apoio de Iva Viana

leonardo 400 curtinha   Leonardo Bortolin (foto), que comanda Primavera do Leste e um dos vários prefeitos que prestigiaram a solenidade de entrega 100% do HMC, nesta segunda à noite, em Cuiabá, revelou contar com uma base forte e sólida na Câmara Municipal, o que tem sido importante na aprovação dos...

Ato de EP atrai 6 últimos governadores

emanuel pinheiro 400 curtinha   Emanuel Pinheiro (foto), habilidoso nas articulações políticas, conseguiu levar para o mesmo evento, marcando a entrega 100% do Hospital Municipal de Cuiabá, nesta segunda à noite, cinco ex-governadores e ainda o atual. Prestigiaram a solenidade Júlio Campos, Carlos Bezerra,...

Governador tenta constranger prefeito

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) tentou constranger o prefeito Emanuel, nesta segunda, na festa da entrega para funcionamento pleno do Hospital Municipal de Cuiabá. Na presença de diversas autoridades, inclusive dos últimos cinco governadores, com exceção de Silval, o atual chefe do Executivo, em...

3 vereadores cuiabanos no Cidadania

diego guimaraes 400 curtinha   O Cidadania, hoje sem voz na Câmara de Cuiabá, poderá ter três vereadores a partir de março de 2020, com abertura da janela. Na dança das cadeiras, Felipe Wellaton sairá do PV para aderir ao Cidadania, que já é presidido em Cuiabá pelo seu chefe de...

6 na Câmara tentam barrar projetos

francis maris 400 curtinha   O prefeito cacerense Francis Maris (foto) luta junto aos vereadores, para, enfim, concretizar todas as etapas de um financiamento milionário para projetos na área de saneamento. São R$ 130 milhões para abastecimento de água e cobertura de rede de esgoto, com juros de 6% ao ano e 20...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.