Legislativo

Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 16h:21 | Atualizado: 09/10/2019, 16h:27

MT E RJ

Deputado propõe parceira na segurança pública com governador armamentista

Reprodução

Xuxu Dal Molin e Wilson Witzel

Xuxu Dal Molin durante reunião com Wilson Witzel e Rodrigo Maia no RJ

O deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC), que foi ao Rio de Janeiro para participar do Rock in Rio, aproveitou para se reunir com governador Wilson Witzel (PSC) e debater segurança pública. O encontro aconteceu no Palácio Guanabara, na última segunda (07), com a presença do presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) e de integrantes do Conselho Estadual de Segurança fluminense.

Xuxu   propôs a integração das polícias civis dos dois estados para combater o tráfico de armas e a vulnerabilidade na região da faixa de fronteira. De volta a Mato Grosso, o  parlamentar vai propor uma indicação ao Executivo prevendo a união das forças policiais para ampliar a capacidade de monitoramento, mobilidade e presença na faixa de fronteira, para a maior integração entre órgãos dos dois governos.

Segundo Xuxu, a iniciativa vai ao encontro do objetivo de Witzel. Em sua opinião, o  governador do Rio de Janeiro,  desde eleito, tem combatido de forma enérgica a atuação do crime organizado, que é alimentado pelo tráfico de armas e drogas.

Entretanto, a política de segurança pública de  Witzel, que tem como lema “mirar na cabecinha",  tem gerado controvérsias. Até o último dia 22 setembro, o número de mortes em ações polícias aumentou 46% em relação ao mesmo período do ano passado, sendo que a taxa de crianças baleadas cresceu 80%.  Entre mortas e feridas, já são nove as crianças vítimas, incluindo a menina Aghata Félix, de nove anos, que causou comoção nacional.

Em maio, Witzel ganhou as manchetes ao gravar vídeo a bordo de um helicóptero que sobrevoou uma trilha em Angra dos Reis dando rajadas de metralhadora. Depois, foi constatado que a lona confundida com casamata de traficantes era uma ponto de apoio de peregrinação de evangélicos que oravam nos montes da região. Também há denúncias de helicópteros das forças de segurança pública do Rio de Janeiro metralhando escolas e postos de saúde sob a justificativa de combater o tráfico de drogas nas favelas.

“O tema de hoje é o combate ao tráfico de armas, que estão inundando as nossas comunidades, fazendo vítimas e sangrando o povo. O deputado Xuxu Dal Molin está propondo uma parceria entre o Governo de Mato Grosso e o Governo do Rio de Janeiro para que nós aproximemos as polícias civis na investigação desse tráfico de armas, e eu vou autorizar a Polícia Civil para iniciar o diálogo e conseguirmos, assim, reduzir o tráfico de armas pelo Brasil’, destacou o governador do Rio de Janeiro, que conta com o apoio do Congresso Nacional para incluir essa pauta na Lei de Combate ao Terrorismo.

“Vamos atuar junto ao Congresso Nacional para incluir na Lei de Combate ao Terrorismo restrições para o comércio de armas de guerra: fuzis e metralhadoras. Esse armamento, se importado, ainda que adquirido licitamente, por quem quer que seja, vai acabar nas mãos de pessoas que vão usar para fins ilícitos e por terroristas que nós temos aqui no Brasil”, afirmou Witzel.

Já Xuxu  analisa que a segurança das fronteiras é questão central quando se trata de defesa do território. “Demos um passo importante para uma parceria histórica entre o Estado de Mato Grosso e o Rio de Janeiro. Tráfico de drogas e de armas e contrabando de mercadorias são alguns dos problemas que preocupam hoje o governo em relação à segurança da região. A fragilidade da segurança nas fronteiras permite a entrada de armas e droga e também facilita o crescimento das facções criminosas”, disse o deputado mato-grossense.

Mato Grosso possui 983 km de fronteira seca e alagada e o patrulhamento ao longo desta extensão é feito pelo Grupo Especial de Fronteira (Gefron), que realiza combates diários aos crimes de tráfico de drogas e armas, contrabando e descaminho, receptação, além de roubos e furtos de veículos. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Marco Aurélio | Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 15h11
    0
    0

    Cada um que aparece, pelo amor de Deus, completamente sem noção!

  • paula goetz | Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 11h03
    0
    0

    E vocês acreditam nisso, vindo do Xuxu?

  • Jurema Lima | Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 08h45
    4
    0

    Na base eleitoral desse Deputado Catapora os índices de criminalidade estão cada dia aumentando e ele não faz nada. Esse sem noção não percebe que são duas realidades completamente diferentes. A segurança do Rio de Janeiro tem uma modalidade de abordagem diferente da de Mato Grosso seu desenformado. Trabalhar com fiscalização do executivo que é o seu papel, voce não faz. Por favor leia as atribuições de um parlamentar estadual em Mato Grosso no Regimento da Assembléia e para de ficar fazendo gracinha com dinheiro público.

  • Eleitor | Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 16h45
    4
    1

    EU ESPERO QUE ESTE DEPUTADO TENHA IDO FAZER TURISMO NO RIO DE JANEIRO COM OS RECURSOS DELE, PORQUE VIR COM ESSA CONVERSA DE PARCERIA COM A SEGURANÇA DO RIO DE JANEIRO QUE NÃO CONSEGUE COMBATER O CRIME NEM NA CAPITAL FLUMINENSE IMAGINA FAZER PARCERIA COM OUTROS ESTADOS...PARCERIA PARA QUE? A SEGURANÇA DO RIO VAI ENSINAR COMO TROCAR TIRO COM BANDIDOS E ABATER PESSOAS INOCENTES?

Pedido para TSE definir data da eleição

sebastiao carlos 400 curtinha   Na última quarta (2), um dia após a Câmara aprovar a PEC que adia as eleições municipais para 15 de novembro, André de Albuquerque Teixeira, advogado de Sebastião Carlos, que concorreu ao Senado e um dos que denunciaram Selma Arruda por crimes eleitorais, já...

Uma das apostas do PP para vereador

alex rodrigues 400 curtinha   O PP já tem no rol de possíveis eleitos a vereador em Cuiabá o jovem Alex Rodrigues (foto), de 31 anos. Filho do empresário Valúcio Rodrigues e sobrinho do secretário de Obras Públicas da Capital, Wanderlúcio Rodrigues, Alex criou uma comunidade com mais de mil...

Prefeito, efeito pandemia e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Mesmo com o poderio da máquina, considerada preponderante para cooptar partidos e aliados por causa da oferta de cargos e do assistencialismo, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, terceira em população e segunda no ranking da economia estadual, terá muitos...

Servidores sem pagar os empréstimos

adevair cabral curtinha 400   A Câmara de Cuiabá rejeitou o veto total do prefeito Emanuel e promulgou a Lei 6.547, que suspende por 90 dias o pagamento de parcelas de contrato de crédito consignados tanto dos servidores públicos ativos e inativos da prefeitura quanto da própria Câmara Municipal. A...

Eleição ao Senado junto com municipal

carlos favaro 400 curtinha   A eleição suplementar para uma vaga ao Senado deve ocorrer em MT junto com o pleito municipal, em 15 de novembro. A definição oficial partirá do TSE até o final deste mês. Em princípio, a suplementar estava marcada para abril, mas, por causa da pandemia, foi...

Wellington tem 47 lotados no Senado

wellington 400 curtinha   Com dois meses e meio na cadeira de senador, Carlos Fávaro tem hoje 18 assessores lotados no gabinete, muito aquém do quadro dos colegas Jayme Campos e Wellington Fagundes. O chefe de gabinete de Fávaro é o advogado Irajá Rezende de Lacerda, filho do primeiro-suplente Zé Lacerda....

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.