Legislativo

Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 13h:40 | Atualizado: 18/10/2019, 13h:47

INDEFINIÇÃO DO VLT

Desconfiado de direcionamento para BRT, Emanuelzinho cita falta de transparência

Rodinei Crescêncio

Emanuelzinho

Emanuelzinho em entrevista na sede do Rdnews; ele critica o que chama de falta de transparência sobre o VLT

O deputado federal Emanuelzinho (PTB) reclamou de uma suposta falta de transparência do governo do Estado nos estudos que indicarão se o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) deve ser concluído ou substituído por outro modal em Cuiabá e Várzea Grande. Para o parlamentar, a possível mudança para o Bus Rapid Transport (BRT) estaria sendo feita “às escondidas”.

Emanuelzinho propôs a criação de uma comissão externa, com participação de deputados estaduais e federais da baixada cuiabana para acompanhar as conversas sobre o modal. Na bancada da Câmara dos Deputados, ele criticou o governo de Mauro Mendes (DEM) por suposto boicote.

“As notícias que me chegam são duas. Primeiro que, até pela imprensa fiquei sabendo, fizeram de tudo por parte do governo para boicotar a nossa comissão. Não sei por que, se metade da bancada federal estaria participando, uns aliados do governo e outros não, mas para dar transparência e intermediar, e que a bancada tenha voz ativa nesse processo", disse.

O petebista relatou uma segunda notícia, de que a Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana estaria “direcionando” o processo para escolha do BRT como modal de transporte público a ser implementado.

"Eu sou a favor do VLT, mas se for o BRT o melhor, não tem problema. Tem que ter transparência, tem que se mostrar o porquê, tem que deixar aberto, chama as instituições para participar do diálogo... está tudo sendo feito às escondidas", disparou.

Com as obras paralisadas desde 2014, o VLT já consumiu mais de R$ 1 bilhão dos cofres públicos e ainda não há, publicamente, um valor exato para a conclusão das obras. Parte dos vagões, comprados antecipadamente, já se deterioraram com a exposição ao tempo e ao clima. A destinação dos carros e também dos trilhos em caso de mudança ainda não foi esclarecida, segundo o parlamentar. "Ninguém sabe nada disso".

Filho do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), o parlamentar descartou a possibilidade de seu discurso criar animosidades entre o Executivo municipal e o governo. “Eles são grandes, maiores de idade”.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Moreira | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 07h18
    2
    1

    O medo do pai e do filho é que Mauro vai conseguir entregar o BRT funcionando e mudando a história de Cuiabá, enquanto que para o Emanuel pai e filho, o VLT sempre será um conto de fadas, só que cada vez mais enchendo os bolsos do Paletó deles de dinheiro. Essa é a realidade.

  • benedito costa | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 18h11
    2
    2

    Hoje sou veementemente favorável a mudança do sistema do modal de transporte de massa para o BRT, veja porque: O VLT, seria necessário mais um bilhão para colacá-lo em operação ao passo que o BRT custaria 450 milhões em operação ao custo das passagens bem menor que o outro modal, sem contar que não seria necessário subsidio do governo

  • Bugre | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 17h41
    0
    1

    Bugre, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

"Eu não devo um centavo para Júlio"

sergio rezende 680   O empresário e ex-vereador de Chapada dos Guimarães, Sergio Rezende (foto), que foi "enquadrado" pelo cacique político do DEM, Júlio Campos, reagiu, mas sem as críticas duas de antes contra o ex-governador. Irritado pelos ataques feitos por Rezende em um grupo de WhatsApp, Julio gravou um...

Ex-vereador do DEM recua da disputa

ivan evangelista 400 curtinha   O pecuarista e ex-vereador Ivan Evangelista (foto) vai mesmo jogar a tolha. Apontado como uma das apostas do DEM na briga por vaga no Legislativo cuiabano, Ivan não se empolgou, notou dificuldades para se obter êxito nas urnas e vai comunicar a direção do partido de sua desistência da...

Gestão Tatá sob várias irregularidades

tata amaral 400 curtinha   A gestão Tatá Amaral (foto), em Poconé, está sendo marcada por uma série de irregularidades. Uma denúncia feita junto ao TCE pelo auditor público interno municipal, Ademar Vivan Júnior, foi confirmada. Descobriu-se, por exemplo, contratação...

Ucamb é multada por irregularidades

edio 400 curtinha   Numa sessão realizada por videoconferência, o TCE puniu o líder comunitário Édio Martins de Souza (foto) por irregularidades num convênio de 2009 com o Estado. Na época, Édio presidia a União Cuiabana de Associações de Moradores de Bairro (Ucamb)....

PSD reforça nome de Flávio em VG

selleman mathias 400 curtinha psd vg   Chamou a atenção a presença do presidente do diretório do PSD, em Várzea Grande, Selleman Mathias (foto), no lançamento da candidatura do empresário Flávio Vargas (PSB) à sucessão da prefeita Lucimar Campos, nesta quarta. Ao que tudo...

Selo Amiga dos Animais pra empresas

misael galvao 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), vai conceder o selo Amiga dos Animais para 20 empresas. Até o final do ano será realizada uma sessão solene para condecorar representantes dessas empresas. E também estão previstos a entrega da Ordem do Mérito...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.