Legislativo

Terça-Feira, 20 de Outubro de 2020, 09h:40 | Atualizado: 20/10/2020, 09h:47

sob estudo

Contrário a fechar UTIs para Covid, Lúdio quer convocar secretário para explicações 

Fablicio Rodrigues

L�dio Cabral

O deputado Lúdio Cabral durante discurso na tribuna da AL, em sessão; petista questiona estudo que pode fechar leitos de Covid em Rondonópolis

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) também criticou a decisão do governo de fechar leitos de Covid-19 no Hospital Regional de Rondonópolis, nessa segunda (19). Após a informação da suspensão, a secretaria estadual de Saúde, no entanto, emitiu nota informando que ainda se trata de um estudo para transferir os leitos a outras unidades e possibilitar a retomada das cirurgias eletivas.

Lúdio, que é médico sanitarista, afirmou que a região Sul de Mato Grosso ainda necessita desse atendimento, pois os leitos reservados para a pandemia continuam totalmente ocupados com pacientes de Covid.

“Essa decisão do governador é absurda. A pandemia não acabou ainda. Esses leitos estão funcionando com ocupação plena, atendendo toda a população da região Sul. São 800 mil habitantes que têm um único hospital público estadual, que é o Hospital Regional de Rondonópolis, como referência no atendimento à Covid-19", disse.

Além de Lúdio, o deputado estadual delegado Claudinei também se manifestou contrário ao fechamento dos leitos e o deputado federal José Medeiros (Pode) pediu ao procurador-Geral do Estado Francisco Lopes que adote providências para garantir os atendimentos na unidade.

Membro da Comissão de Saúde da Assembleia, Lúdio pretende mobilizar os parlamentares da comissão a convocar o secretário Gilberto Figueiredo para esclarecer e debater os encaminhamentos relacionados aos leitos de Covid no estado, em conjunto com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso (Cosems) e da região.

A proposta de Lúdio é que todos os leitos de enfermaria e de UTI abertos na pandemia continuem ativos para tratamento da Covid-19 enquanto houver demanda de pacientes. E que mesmo depois que a pandemia acabar, os leitos continuem ativos, porém, passem a atender as outras demandas do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Quando a demanda por atendimento à Covid cair, em função da evolução da epidemia, esses leitos gradativamente têm que ser substituídos para atender a demanda geral. Até porque antes da pandemia tínhamos 300 mil pessoas na fila aguardando algum procedimento no SUS em Mato Grosso: consulta especializada, exame especializado, internação, cirurgia. Portanto essa estrutura que foi ampliada em decorrência da pandemia precisa ser mantida e continuar funcionando”, afirmou Lúdio. (Com Assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Deputado ajudou a enterrar Binotti

neri 400 curtinha   O deputado federal Neri Geller (foto), que se acha um grande líder político, ajudou a enterrar nas urnas o projeto de reeleição do prefeito Luiz Binotti (PSD), derrotado à reeleição. Perdeu para o ex-vice-prefeito Miguel Vaz (Cidadania), que contou com apoio do ex-prefeito e atual...

Euclides "torra" R$ 8 mi na campanha

euclides ribeiro 400 curtinha   O advogado milionário Euclides Ribeiro (foto), que tem na carteira de clientes grandes produtores rurais, registra R$ 8,2 milhões de receitas e despesas de campanha ao Senado. Concorrendo pelo Avante, Euclides só chegou a 58.455 votos. Ficou em nono lugar, à frente apenas de Reinaldo...

Fávaro é quem mais gastou ao Senado

carlos favaro 400 curtinha   O senador reeleito Carlos Fávaro (foto) foi o que mais gastou na campanha. Oficialmente, arrecadou R$ 11,7 milhões. As maiores contribuições financeiras vieram de empresários do agronegócio. Orcival Guimarães, dono de rede de empresas de implementos agrícolas, doou...

Beto deve repensar projeto a federal

beto farias 400 curtinha   A derrota nas urnas do seu afilhado político, vice-prefeito Wellington Marcos (DEM), que tentou o Executivo de Barra do Garças e ficou em segundo lugar, obtendo somente metade dos votos em relação aos atribuídos ao eleito Adilson Gonçalves, pode levar o prefeito Beto Farias (foto)...

Erros estratégicos e fim de mandato

niuan ribeiro 400   Niuan Ribeiro (foto) termina melancolicamente o mandato de vice-prefeito da Capital, marcado pela ambiguidade, erros estratégicos e vacilações. Logo no início da gestão, resolveu romper politicamente com o prefeito Emanuel, a quem passou a criticar, achando que se consolidaria como...

Retorno ao TCE ou cargo no governo

marcelo bussiki 400 curtinha   A partir de 1º de janeiro, com o fim do mandato de vereador pela Capital, Marcelo Bussiki (foto) retorna ao cargo efetivo de auditor do TCE-MT. Mas é possível que ele seja convidado por Mauro Mendes para compor o quadro de principais assessores do chefe do Executivo estadual. Bussiki foi...