Legislativo

Quinta-Feira, 07 de Abril de 2011, 12h:07 | Atualizado: 07/04/2011, 15h:14

Assembleia Legislativa

CPI das PCHs "mira" Rede Cemat

Percival Muniz      O presidente da CPI das PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas) na Assembleia, Percival Muniz (PPS), defende que os membros da comissão também investiguem eventuais abusos na prestação do serviço de energia elétrica em Mato Grosso pela Cemat/Rede. “Na próxima reunião, vou propor que os trabalhos sejam ampliados. Temos que analisar a concessão e transmissão de energia elétrica no Estado”, antecipa Percival.

      O parlamentar demonstra irritação com o reajuste tarifário da Cemat, de 13,6% para residência (abaixo de 2,3 kV) e 12,22% para indústrias (de 2,3 a 230 kV), aprovado nesta terça (5) pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). As novas tarifas entram em vigor nesta sexta (8), nos 141 municípios mato-grossenses.

      Percival não poupa críticas à concessão do serviço pelo Estado à empresa. “Somos reféns de uma prestadora de serviço, é monopólio! Você tem que pagar por este serviço, a empresa descrimina na conta os impostos para justificar o valor absurdo que é cobrado e depois ainda deixa de recolher os tributos”.

      O deputado pondera que a CPI das PCHs não vai anular a concessão da Cemat/Rede para explorar o serviço, mas defende a necessidade de fiscalização. “Temos que acompanhar a distribuição e fiscalizar. A tarifa é absurda”, alega.

      Ao reclamar do serviço prestado pela concessionária, Percival aproveita para cutucar o secretário estadual de Saúde, Pedro Henry (PP), que defende a terceirização do gerenciamento dos hospitais regionais. “Estão querendo fazer com a Saúde a mesma coisa que fizeram com o serviço de energia”.

Percival vence queda-de-braço e preside CPI; Dilmar será relator

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • zilmar | Sexta-Feira, 08 de Abril de 2011, 07h28
    0
    0

    espero que o Deputado Percival Muniz não deixa as coisas esfriar porque existi muito dinheiro envolvido nestas pchs. se agente não tiver a cabeça fria faz besteira entendeu deputado.

  • Carlos Cuiabano | Quinta-Feira, 07 de Abril de 2011, 18h12
    0
    0

    Parabens RDNEWS pois os outros sites paracem que recebem taxa de zelo, os Jornais escritos, como a Gazeta so elogia, quando isto acontece alguma coisa tem por traz. O Percival sempre foi um guerreiro por isto foi eleito, depois de todas essas denuncia de aposentados, empresarios, FIEMT, que tem ate um Sindicato para defeder os interesses do Setor de Energia acha abusivo as tarifas e como o segmento empresarial é tratado. Em alguns casos a CEMAT leva 1 ano para ligar o consumidor, causando prejuizos inreparaveis a economia do Estado de MT. Agora falam que estao trazendo um novo socio para capitalizar a CEMAT para que possa atender a demanda do estado. Um grupo de Chineses estiveram visitando a ENERSUL, CEMAT, CELPA, CELTINS para nao comprarem gato por lebre. Esperamos que a Assembleia monitore essa movimentacao de Acoes do Grupo Rede para que daqui a pouco so iremos falar com Orientais nos escritorios da CEMAT.

  • Marcela Amorim | Quinta-Feira, 07 de Abril de 2011, 15h15
    0
    0

    Como ex funcionaria aposentada por invalidez devido ao assedio moral a que fui e outros tambem e que ainda sao o Grupo Rede veio para atraves da CEMAT explorar os funcionarios, aposentados e conseguentemente os consumidores. E para agravar a situacao o Sindicato é que auxiliava a Diretoria fazer as listas de Demissao. Voces ja viram o Sindicato dos Urbanitarios atraves de seu mandatario eterno Dilon Caporossi e familia defender a sociedade, nunca pois eles so defendem os seus diretores com a imunidade sindical e deixa os funcionarios e aposentados serem perseguidos e maltratados. Se querem acabam com os matogrossenses porque ficam aqui nos tirando nosso dinheiro? Ate que enfim Percival assumiu esta bandeira que ja foi defendida quando estatal pelo entao Deputado Roberto Franca

  • ze povinho | Quinta-Feira, 07 de Abril de 2011, 14h52
    0
    0

    bem, acho intererssante deixar aqui uma mensagem, para reflexão, que de fato a energia do estadod e mt é uma das mais caras é verdade, mas no brasil e energia é muito cara. saibam os senhores que 49% de sua conta é composta por impostos e taxas setoriais. a energia não é tão cara, porem a conta final é que carrega os tributos, e que parte destes pagam os fantasmas da assembléia. mas vamos aqui lembrar do mt com a energia na mão do estado, queremos voltar a esta época?? não estou aqui defendendo o aumento elevado, porem este deputado falastrão sabe muito bem que quem regulamenta os aoumentos é a a Agencia Nacional de Energia Elétrica e não a assembléia. é pura enganação, continuemos votando em analfabetos pobres de espirito, como este deputado enganador.

  • Alci da Silva | Quinta-Feira, 07 de Abril de 2011, 14h39
    0
    0

    GRUPO REDE DA DE PRESENTE para CUIABA Aumento de 13,18% e Retira a UNIMED dos Aposentados da CEMAT. Hoje vivemos mesmo tendo no contrato de compra e venda da CEMAT que os benefícios seriam mantidos aos funcionários, tanto que DANTE DE OLIVEIRA reduziu o valor de venda, descontando esses benefícios (PLANO DE SAUDE). Se nem para os aposentados que pagam seus planos de UNIMED eles nos tiraram do plano, eles não gastavam nada conosco, pois depois que nos obrigaram aposentar forçaram a UNIMED excluir nos do Plano da Cemat. Não esqueça que nos que pagamos nosso plano de Saúde, mas com a nossa exclusão do contrato da UNIMED os aumentos foram sempre diferenciados, ou seja para os aposentados sempre mais, o mesmo que eles fazem com os consumidores de MT. Se não respeitam seus aposentados imagina o que eles farão com os desconhecidos (CONSUMIDORES). Mudaram nossa Fundação de Previdência para que os aposentados recebessem menos. Isto que tem que ser investigado pela CPI, se eles ganharam a CEMAT nessas condições porque então não cumpriram. Deputado Percival Muniz você tem todo apoio dos aposentados da CEMAT, levanta esse e outros escândalo social que o Grupo Rede cometeu e continua cometendo.

  • Benedito Alves | Quinta-Feira, 07 de Abril de 2011, 14h24
    0
    0

    PRESENTE DE 292 anos de ANIVERSARIO DE CUIABA DO GRUPO REDE Consumidores de Mato Grosso pagarão 13,18% mais caro pela energia elétrica a partir do dia 8 de abril. Mato Grosso possui 1,04 milhão de usuários explorados. O percentual corresponde exatamente ao que a concessionária havia pedido para Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e AGER A variação é a terceira maior do país, atrás apenas de outra empresa do Grupo Rede de Mato Grosso do Sul (ENERSUL), onde a alta será de 17,56%. Presente em agradecimento ao dinheiro que o Povo de Mato Grosso transfere para o Grupo Rede. Dep Percival, você é um dos únicos político que pode defender o povo de sua terra, os outro ou maioria são de fora. Tem que levantar o que de dinheiro o Grupo Rede colocou em MT, não pode considerar os recursos públicos da Eletrobrás, BNDES, Banco do Brasil, Eletronorte, Dinheiro a Fundo Perdido do Governo e etc. Veremos o CRIME que o Dante de Oliveira cometeu com o nosso povo pobre e explorado pelo poderoso com dinheiro publico.

  • Gustavo da Silva | Quinta-Feira, 07 de Abril de 2011, 13h56
    0
    0

    Parabens Dep Percival, voce tem coragem, esse Grupo Rede veio para nos explorar, demitiu todos os matogrosseses de forma lenta mais fatal, hoje so tem paranaense e paulista. Em Mato Grosso do Sul teve um Deputado como o Senhor que teve coragem e abriu uma CPI que teve como consequencia a devolucao da tarifa abusiva que eles praticavam em Campo Grande. Dante de Oliveira dou a CEMAT para o Grupo Rede justificando que o Estado de MT nao teria condicoes de investir o necessario, pior hoje para ligar um consumidor e se for necessario colocar um poste eles levam 290 dias ou seja quase um ano, pior do que quando era do Estado. A AGER e o Conselho de Consumidores sao omissos e nao consegue impor que a CEMAT cumpra com seus deveres de concessionarios de servicos publicos. Quando o presidente era o Nuremberg ele soube usar os matogrossenses e sedimentar a privatizacao, ate que eles demitiram e comecaram a demissao de todos que poderia atender e nao somente explorar o povo de MT. A mais de 7 anos que so sabem mandar o dinheiro de MT para o dono ou donos. A maior parte do capital da empresa hoje é Publico (Eletrobras, BNDEs, PREVI), ou seja usuam o dinheiro publico e explora os consumidores de Mato Grosso. Deram (Dante de Oliveira, Avalone, etc) a maior empresa para um Grupo que nao se integra com o povo. Tem tambem que levantar na CPI os 280.000.000 milhoes que Blairo Maggi isentou a CEMAT de pagar o ICMS, porque sera? Pergunte para o Josino Guimaraes o homem do Comendor Arcanjo. Nem Presidente tem hoje em Mato Grosso, deixaram um laranja para cuidar da concessao. Da-lhe Deputado Percival, voce é um dos poucos que tem corragem de enfrentar esses exploradores e nao ser comprado, o povo agradece.

  • Gustavo Borges | Quinta-Feira, 07 de Abril de 2011, 13h52
    0
    0

    Muniz ressalta que, além de investigar essas e demais irregularidades, a CPI das PCHs quer promover um debate entorno do desenvolvimento de Mato Grosso, para evitar uma caça às bruxas. “Temos que debater esse segmento que ainda é um muito fechado, tem muita coisa escondida embaixo desse segmento, acredito que é o que menos transparência tem”, conclui. Esta foi a fala do Dep. Percival no site AGORAMT do dia 06/04/2011. Como o site é Percival, digo parcial, fiz o comentário, mas eles não postaram. Mas da para entender bem a frase. ¨ESTAMOS ABERTO A NEGOCIAÇÃO.¨

  • Leo Kuiabano | Quinta-Feira, 07 de Abril de 2011, 13h50
    0
    0

    Ehhh Deputado, tem certeza que quer derrubar esse pé de pequi?

  • PAULAO | Quinta-Feira, 07 de Abril de 2011, 13h26
    0
    0

    A ENERGIA DE MT É UMA DAS MAIS CARAS DO BRASIL. E A CEMAT AINDA AUMENTA EM 13%. É BEM MATO GROSSO MESMO....

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...

Gamba quer Tuti presidindo a Câmara

tuti 400 alta floresta curtinha   O prefeito eleito de Alta Floresta, Chico Gamba (PSDB), tem se articulado para eleger presidente da Câmara o vereador reeleito do seu partido, Oslen Dias dos Santos, o Tuti (foto), que obteve a segunda maior votação, com 814 votos. Na tentativa de convencer os novos integrantes da próxima...

Várzea Grande paga a folha já na 6ª

lucimar campos 400   A prefeita várzea-grandense Lucimar Campos, prestes a concluir o segundo mandato, anunciou que na sexta, a três dias de fechar o mês, conclui o pagamento da folha de novembro. E, nesta quarta (25), já libera a diferença da correção do piso federal para os professores. No total...

Críticas à busca do poder pelo poder

marcia pinheiro 400   Em um ato realizado na praça Alencastro, nesta segunda à noite, a primeira-dama de Cuiabá Marcia Pinheiro disparou críticas aos adversários do prefeito Emanuel, que busca a reeleição. Segundo ela, as alianças formadas por Abílio neste segundo turno são...

MAIS LIDAS