Legislativo

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 11h:57 | Atualizado: 21/02/2020, 12h:04

RITO NO SENADO

Decisão do TSE precisa ser respeitada, diz Wellington sobre caso Selma no Senado

Rodinei Crescêncio

Wellington Fagundes

O senador Wellington Fagundes em conversa com a imprensa; ele defende que questão da senadora cassada Selma Arruda não é apenas política

O senador Wellington Fagundes (PL) defende o cumprimento da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que manteve a cassação do diploma da juíza Selma Arruda (Podemos) por abuso de poder econômico e arrecadação ilícita de recursos.

“Essa não é uma resposta meramente política, cabe ao Judiciário e tem a decisão do TSE que precisa ser respeitada”, afirmou em entrevista ao .

No Senado, após a retomada dos trabalhos, o presidente da Casa Davi Alcolumbre (DEM) estabeleceu um rito para o afastamento da juíza aposentada. O caso é tratado na Comissão Diretora, em que o relator do processo já foi escolhido: o senador Carlos Eduardo Torres. A Mesa Diretora deve se reunir no dia 3 de março para tratar do caso de Selma. O objetivo da reunião será decidir se esperará fim dos embargos ao TSE e admissão de recurso extraordinário no Supremo Tribunal Federal (STF) para dar andamento ao processo.

“Selma está ainda no prazo de defesa, o relator está aguardando e vai apresentar seu relatório à Mesa Diretora que deve tomar a decisão. Esse é o aspecto regimental e ainda tem as discussões no STF que, dizem alguns rumores, poderia suspender as eleições. Eu não acredito porque já teve a definição do TSE”, afirmou Wellington.

Senador tampão

Em janeiro, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, concedeu liminar para que o ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD), terceiro colocado nas eleições para o Senado em 2018, assuma a cadeira da senadora cassada.

Além da juíza Selma, foram cassados o 1º suplente, Gilberto Possamai, e a 2ª suplente da chapa, Clerie Mendes. Ates da decisão pela cassação, ocorreu o julgamento de duas nas quais o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) identificou a omissão de Selma e Possamai que foram aplicados recursos até mesmo no pagamento de despesas de campanha em período pré-eleitoral que chegariam a 72% do montante arrecadado, o que caracterizaria o abuso do poder econômico e o uso de caixa dois.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • zé do porto | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 16h44
    2
    3

    É triste ma pessoa ser cassada por cometer abuso de poder econômica, e aparecer pessoas defendendo tais corrupção, que brasil é este, que as pessoas defendem corruptos, como se fosse a corrupção praticada por alguém fosse ato de heroísmo. não da, não da!, me poupe. principalmente vindo de uma pessoa que veio do judiciário, que condenou muita gente por corrupção, e vem pratica o mesmo, está da penalidade tinha que ser duplicado.

  • Zeca | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 14h30
    2
    2

    A Selma mesmo cassada, concluirá seu mandato assim como os demais.

MDB diz apostar em Thiago em Roo

thiago silva 400 curtinha   Dirigentes do MDB contestam o registro em nota no Curtinhas, assegurando que a oposição está forte em Rondonópolis e que deve unificar os grupos políticos e derrotar o projeto de reeleição do prefeito Zé do Pátio. Pesquisas internas estão deixando...

Pátio, adversários fracos e reeleição

ze do patio 400 curtinha   O prefeito de Rondonópolis Zé do Pátio (foto), por mais populista, demagogo e com uma gestão avaliada pela maioria como desastrosa, caminha a passos largos para conquista de mais um mandato. Tende a vencer pela lógica do menos pior. Seus virtuais adversários são...

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.