Legislativo

Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020, 16h:38 | Atualizado: 29/10/2020, 17h:02

"NÃO VAI ABRIR MÃO"

Deputado decidirá sobre destinar emenda para programa de Mauro, afirma Botelho

Tchélo Figueiredo Secom-MT

Deputado Eduardo Botelho programa Mais MT

Deputado e presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), em lançamento do Mais MT; ele explica que parlamentares não vão abrir mão de emendas

Enquanto muitos estados estão em alerta quanto à economia em 2021 devido à crise pela pandemia de Covid-19, o governador Mauro Mendes (DEM) está confiante e aproveitou para lançar um programa que promete investir R$ 9,5 bilhões em obras em todo o Estado, é o Mais MT. Os recursos para a empreitada devem sair, segundo Mauro, de convênios com o governo federal, financiamentos e emendas parlamentares.

Mas ele terá que convencer os membros da Assembleia a direcionar suas emendas para projetos do governo e, para isso, a vai precisar garantir uma boa relação entre o Executivo e Legislativo que teve altos e baixos durante este ano. A proposta para o Mais MT é que a cada R$ 1 real em emenda parlamentar, o estado coloque o mesmo valor em recursos.

Vamos poder direcionar para algum dos projetos que o governo já tem. Se o parlamentar quiser, ele pode aderir.

Deputado Eduardo Botelho (DEM)

A ideia ainda vai ser trabalhada, mas o presidente da Assembleia Eduardo Botelho (DEM) já alertou que a adesão vai depender de cada deputado. Deixa claro que “não é abrir mão” e que os parlamentares poderão fazer “parcerias”.

“Vamos poder direcionar para algum dos projetos que o governo já tem. Se o parlamentar quiser, ele pode aderir. Ele destina ao projeto, o parlamentar não vai abrir mão, isso é possível e está em discussão. Os que entenderem que pode aderir, ele adere”, disse Botelho durante evento de lançamento do projeto.

Recursos

O Mais MT prevê que a administração vai garantir orçamento suficiente e estrutura necessária para que os 12 eixos estruturantes do projeto sejam cumpridos até 2022, último ano de mandato de Mauro.

O Estado estima arcar com 63% do total de gastos estimados do programa e “37% ficará a cargo de convênios com o governo federal e emendas parlamentares, R$ 700 milhões, e o restante são financiamentos, alguns já contraímos como o Finisa e está com contrato assinado de R$ 550 milhões, e outro já dentro do Banco do Brasil, de R$ 400 milhões”, disse o governador.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Neurilan e apoio de Botelho à AMM

eduardo botelho 400 curtinha   Em busca de apoio de lideranças políticas para permanecer no comando da AMM por mais três anos, Neurilan Fraga foi pedir socorro para o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (foto). Quer que o parlamentar seja o presidente de honra de sua chapa. Neurilan tem se articulado como pode e,...

Candidato irritado chama EP de traste

abilio junior 400 curtinha   Abílio Júnior (foto), candidato do Podemos ao Palácio Alencastro, tem se mostrado mais irritado depois do debate promovido pela Fecomércio, na quarta à noite, quando, em vários momentos, se viu questionado e desqualificado pelo prefeito e candidato à...

Prefeito reeleito sob investigações

ze do patio 400 curtinha   A situação jurídica do prefeito populista e desgastado Zé do Pátio (foto), que acaba de ser reeleito para o terceiro mandato em Rondonópolis, sendo o segundo consecutivo, não é das melhores. Contra sua gestão tem pipocado denúncias sobre...

Prefeitos revoltados com Neurilan

neurilan fraga 400 curtinha   Vários prefeitos, especialmente os recém-eleitos, se mostram revoltados com novas manobras promovidas no estatuto da AMM pelo seu "eterno" presidente Neurilan Fraga (foto), que tenta, de todas as formas, se auto-beneficiar na eleição que deveria ocorrer em janeiro, mas que foi antecipada...

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...