Legislativo

Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 19h:54 | Atualizado: 23/10/2019, 12h:22

Deputados aprovam projeto que amplia desmate sem obrigação de reflorestar

Fablicio Rodrigues

Eduardo Botelho AL

Presidente Eduardo Botelho comanda sessão da AL nesta 3ª, quando projeto sobre desmatamento foi aprovado

A Assembleia aprovou, na sessão ordinária desta terça (22) em segunda votação, o projeto de lei de autoria do Executivo que aumenta de 12 mil metros cúbicos para 49,5 mil metros cúbicos o limite de consumo de madeira em tora sem que seja preciso reflorestar, em Mato Grosso. Agora, o texto segue para sanção do governador Mauro Mendes (DEM). Na prática, a matéria autoriza um volume maior de desmatamento no Estado sem necessidade de recuperar ou replantar florestas.

Os deputados estaduais Lúdio Cabral (PT), Valdir Barranco (PT), Delegado Claudinei (PSL) e Wilson Santos (PSDB) votaram contra. Já Max Russi (PSB), Dilmar Dal Bosco (DEM), Silvio Fávero (PSL), Xuxu Dal Molin (PSC), Doutor Gimenez (PV), Doutor Eugênio (PSB), Doutor João (MDB), Nininho (PSD), Carlos Avalone (PSDB), Paulo Araújo (PP), Valmir Moretto (PRB), Elizeu Nascimento (DC), Thiago Silva (MDB), Sebastião Resende (PSC) e Oscar Bezerra (PV) foram favoráveis.

O presidente da Assembleia Eduardo Botelho (DEM) não votou. Já Max e Thiago, que foram contrários no primeiro turno, acabaram mudando de posicionamento na segunda votação.

Enquanto Dilmar afirmou que o projeto de lei é sustentável e garantiu que o setor da base florestal é o maior interessado em “manter a floresta em pé” para orientar a base governista a votar a favor, Lúdio defendeu que a proposta fosse rejeitada. Segundo o petista, a Assembleia está facilitando a degradação ambiental em Mato Grosso.

“Estamos é aumentando o limite de 12 mil para 49,5 mil metros cúbicos de madeira por ano sem precisar fazer qualquer tipo de manejo. Sem precisar conservar um palmo de floresta nativa, sem precisar replantar uma árvore sequer. Não tem nada a ver com projeto de manejo sustentável, que é outro debate que precisa ser feito. O que nós estaremos autorizando é autorização do limite de 12 mil metros cúbicos por ano para 49,5 mil metros cúbicos para derrubar sem precisar recuperar ou replantar”, disse.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Albizia | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 19h11
    2
    0

    AVANTE MINISTÉRIO PÚBLICO, O LEGISLADOR NÃO PODE SUPRIMIR OU RELATIVIZAR NO SENTIDO DE REDUZIR O DIREITO ADQUERIDO JÁ CONCRETIZADO PELA LEI 233/2OO5, QUE DISPÕE SOBRE A POLÍTICA FLORESTAL DE MT., ESSE PROJETO AÍ QUE AMPLIA O DESMATE SE CHAMA RETROCESSO AMBIENTAL.

  • Zeca | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 17h28
    1
    1

    Esse projeto não aumenta em nada o desmate. Não é ara desmatar, mas aumentou a quantidade de madeiras em toros para a serraria. Só serão extraídas as madeiras de lei para serem beneficiadas. E tem mais, para cada metro cúbico extraído, a madeireira paga seis árvores para o IBAMA reflorestar.

  • Maria | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 21h28
    6
    4

    ESSE PROJETO APROVADO QUE AMPLIA O DESMATE É MAIS UMA DAS FALCATRUAS DESSES PARLAMENTARES MADEIREIROS, PORQUE O MEIO AMBIENTE NÃO PODE TER RETROCESSO, AVANTE MPF, MPE, JUVAM,etc, E A REALIDADE É TRISTE, PORQUE FLORESTA DO ESTADO DE MATO-GROSSO VEM SOFRENDO BASTANTE COM O DESMATAMENTO ILEGAL A MUITO TEMPO. A BUSCA INCESSANTE PELO LUCRO A CORRUPÇÃO E O COMODISMO DAS NOSSAS AUTORIDADES SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DESTE TRÁGICO PROBLEMA, E TAMBÉM A PORTA DO ESTADO ESTÁ ABERTA ( SEM FISCALIZAÇÃO ) PARA O TRANSPORTE DE MADEIRAS COMO A CASTANHEIRA (PROIBIDA DE CORTE) E TANTAS OUTRAS, E AINDA MAIS A FISCALIZAÇÃO E A IDENTIFICAÇÃO DE MADEIRAS SEMPRE INCOMODOU E INCOMODA A MAIORIA DOS DEPUTADOS E AQUELAS MADEIREIRAS QUE QUEREM ANDAR NA ILEGALIDADE, A FLORESTA NÃO É SÓ PARA A PRESENTE GERAÇÃO MAIS TAMBÉM PARA AS FUTURAS GERAÇÕES.

  • Suelene | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 21h00
    10
    4

    SENHORES PROMOTORES DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE ISSO É RETROCESSO É VOTAR A FAVOR DA CAUSA PRÓPRIA.

  • Acorda Brasil 🇧🇷 | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 20h52
    12
    5

    Que vergonha nobres deputado! Quero ver onde vão colocar o dinheiro de vocês, por que não dá pra levar para o túmulo.

Matéria(s) relacionada(s):

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

Rossato quer "minar" reeleição de Ari

dilceu rossato 400 curtinha   Em Sorriso, a capital nacional do agronegócio, a tendência é da disputa à sucessão no próximo ano ficar polarizada entre o prefeito Ari Lafin, do PSDB, e seu antecessor, Dilceu Rossato (foto), hoje filiado ao PSL. Embora se movimente nos bastidores, o deputado Xuxu Dal Molin...

Misael nem espera janela e sai do PSB

misael partido 400 curtinha   Misael Galvão (foto), presidente da Câmara de Cuiabá, nem esperou chegar a janela partidária de março para oficializar a saída do PSB, onde esteve filiado por três anos. Para não colocar o mandato em risco, o parlamentar consultou a Justiça Eleitoral e obteve...

TCE-MT aprova e elogia gestão Binotti

binotti 400 curtinha   O conselheiro interino do TCE, Isaías Lopes, rasgou elogios ao primeiro ano de mandato do prefeito e empresário Luiz Binotti (foto), de Lucas do Rio Verde. Relator das contas do exercício de 2018 da prefeitura, com aprovação unânime pelo Pleno, Isaías destacou que os resultados...

Primavera fará 4 intervenções na BR

leonardo 400 curtinha   Com recursos próprios, a Prefeitura de Primavera do Leste fará quatro intervenções na BR-070, no perímetro urbano, com readaptação e construção de trevos para ajustar o trânsito a uma nova e moderna realidade do município com quase 100 mil...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.