Legislativo

Quarta-Feira, 30 de Outubro de 2019, 11h:47 | Atualizado: 30/10/2019, 18h:52

Falta de Quórum

Deputados querem sessões em dois dias

Um projeto da Mesa Diretora da Assembleia prevê a redução das sessões ordinárias para dois dias na semana, um a menos do que acontece atualmente. Com faltas constantes de quórum, o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (DEM), já propôs desconto nos salários dos parlamentares pelas ausências.

Helder Faria

Wilson Santos

Wilson Santos diz que proposta precariza o debate no Parlamento e pede vistas do projeto

O relatório do deputado doutor João (MDB), no núcleo das comissões temporárias, foi pela aprovação do projeto de redução dos dias de sessão. Na de ontem (29), o projeto foi lido e o deputado Wilson Santos (PSDB) pediu vistas.

"Realizar três sessões no mesmo dia, você precariza a qualidade das discussões. Isso já é regimental, funciona há décadas... Quando eu cheguei no Legislativo em 1991 isso já era esse calendário de sessões, de maneira que o deputado do interior, minimamente, permanece três dias na Capital. É importante essa permanência, nós temos comissões na quinta, CPIs na quinta. Eu pedi vistas para pedir aos colegas para manter a disposição atual do calendário", disse Wilson.

Se aprovado o projeto, as sessões seriam realizadas às terças, com início às 17h, e às quartas em três horários: 8h, 14h e 18h. A sessão matutina de quinta seria extinta. Em 2018, no período pré-eleitoral, a Assembleia chegou a reduzir as sessões para um único dia da semana.

No texto, a justificativa traz que a mudança é necessária “para que os parlamentares possam atender as demandas da população mato-grossense, tendo como se deslocar ao interior do Estado nos dias após a realização de tais sessões”. Os deputados poderiam atender a população no interior e também em seus gabinetes nos dias em que não houvesse votação.

“Vale ressaltar que da forma que acontece hoje os parlamentares ficam obrigados a ficarem durante toda a semana na capital não podendo atender aqueles menos favorecidos que residem no interior, deixando assim a população escassa de atendimento”, diz o projeto.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Gutemberg Abreu | Quinta-Feira, 31 de Outubro de 2019, 10h42
    0
    0

    Gostaria de saber qual a função do chefe de gabinete e os assessores, só atendem o deputado ou também atendem as demandas dos municípios? aqui no município de alto Garças os vereadores fazem uma sessão de 1 hora na segunda-feira e o resto da semana vão cuidar das suas atividades particulares e recebem 8 mil reais por mês e o povo paga a conta.

  • alexandre | Quinta-Feira, 31 de Outubro de 2019, 10h28
    0
    0

    daqui a pouco, ´só o executivo, vai trabalhar....2 dias por semana e cama office....

  • Jonas Matos | Quinta-Feira, 31 de Outubro de 2019, 08h30
    1
    0

    Então tem que reduzir os salários e a verba indenizatória também, pois ser irão trabalhar menos, tem que receber menos também. Isso é Justiça social e o dinheiro economizado deverá retornar para o Governo investir em saúde, educação, segurança, habitação, etc.

  • Denilza | Quarta-Feira, 30 de Outubro de 2019, 17h23
    4
    0

    JÁ NÃO FAZEM NADA MESMO.

  • Carlos | Quarta-Feira, 30 de Outubro de 2019, 17h00
    5
    0

    Com essa onda digital, daqui a pouco vão propor sessão pela internet, alguns nas praias do nordeste e outros em outros países por falta de segurança aqui, etc, etc....

  • Rakel | Quarta-Feira, 30 de Outubro de 2019, 12h29
    6
    0

    Vai abaixar o salário também? Nunca trabalham, agora querem trabalhar apenas 2 vezes por semana? Com esse salário deviam trabalhar 6 vezes por semana, 8 horas por dia. Vivem faltando as sessões.

Matéria(s) relacionada(s):

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

Disputa em Sinop e vaga na Câmara

juarez costa 400 curtinha   O deputado federal Juarez Costa (foto) tem espalhado que será candidato a prefeito de Sinop, posto já ocupado por ele por dois mandatos. No fundo, o emedebista espera que Rosana Martinelli (PL), que foi sua vice e depois se elegeu prefeita nas urnas de 2016, desista do projeto de reeleição...

Francis forçando a barra ao Senado

francis maris 400 curtinha   Francis Maris (foto), empresário e prefeito de Cáceres, é mesmo corajoso. Ele anunciou que vai reunir colegas prefeitos da região Oeste para discutir a ideia de entrar na disputa ao Senado, na eleição suplementar para a vaga de Selma, cassada esta semana. Francis se acha "o...

Sindal repudia postura de "indicado"

O presidente do Sindal Jovanildo da Silva se diz traído por Osmar Capilé, representante dos segurados da AL e que exerce cargo de diretor dos Aposentados, que votou favorável a nova alíquota de 14% no Conselho da Previdência. O apoio ao aumento da cobrança gerou revolta entre os servidores do Legislativo, que partiram para cima de Jovanildo cobrando explicações. Em nota de repúdio, o sindicato, que o indicou como representante no...

Arena fechada ao público por 3 dias

virginia mendes curtinha 400   Nos seis primeiros dias de portas abertas, a Arena Encantada, considerada o maior parque natalino que Mato Grosso já viu, recebeu quase 10 mil visitantes. Mas ficará três dias inacessível ao grande público. Na segunda (16), a Arena será exclusiva das milhares de crianças...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.