Legislativo

Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 13h:40 | Atualizado: 18/10/2019, 13h:47

INDEFINIÇÃO DO VLT

Desconfiado de direcionamento para BRT, Emanuelzinho cita falta de transparência

Rodinei Crescêncio

Emanuelzinho

Emanuelzinho em entrevista na sede do Rdnews; ele critica o que chama de falta de transparência sobre o VLT

O deputado federal Emanuelzinho (PTB) reclamou de uma suposta falta de transparência do governo do Estado nos estudos que indicarão se o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) deve ser concluído ou substituído por outro modal em Cuiabá e Várzea Grande. Para o parlamentar, a possível mudança para o Bus Rapid Transport (BRT) estaria sendo feita “às escondidas”.

Emanuelzinho propôs a criação de uma comissão externa, com participação de deputados estaduais e federais da baixada cuiabana para acompanhar as conversas sobre o modal. Na bancada da Câmara dos Deputados, ele criticou o governo de Mauro Mendes (DEM) por suposto boicote.

“As notícias que me chegam são duas. Primeiro que, até pela imprensa fiquei sabendo, fizeram de tudo por parte do governo para boicotar a nossa comissão. Não sei por que, se metade da bancada federal estaria participando, uns aliados do governo e outros não, mas para dar transparência e intermediar, e que a bancada tenha voz ativa nesse processo", disse.

O petebista relatou uma segunda notícia, de que a Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana estaria “direcionando” o processo para escolha do BRT como modal de transporte público a ser implementado.

"Eu sou a favor do VLT, mas se for o BRT o melhor, não tem problema. Tem que ter transparência, tem que se mostrar o porquê, tem que deixar aberto, chama as instituições para participar do diálogo... está tudo sendo feito às escondidas", disparou.

Com as obras paralisadas desde 2014, o VLT já consumiu mais de R$ 1 bilhão dos cofres públicos e ainda não há, publicamente, um valor exato para a conclusão das obras. Parte dos vagões, comprados antecipadamente, já se deterioraram com a exposição ao tempo e ao clima. A destinação dos carros e também dos trilhos em caso de mudança ainda não foi esclarecida, segundo o parlamentar. "Ninguém sabe nada disso".

Filho do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), o parlamentar descartou a possibilidade de seu discurso criar animosidades entre o Executivo municipal e o governo. “Eles são grandes, maiores de idade”.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Moreira | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 07h18
    2
    1

    O medo do pai e do filho é que Mauro vai conseguir entregar o BRT funcionando e mudando a história de Cuiabá, enquanto que para o Emanuel pai e filho, o VLT sempre será um conto de fadas, só que cada vez mais enchendo os bolsos do Paletó deles de dinheiro. Essa é a realidade.

  • benedito costa | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 18h11
    2
    2

    Hoje sou veementemente favorável a mudança do sistema do modal de transporte de massa para o BRT, veja porque: O VLT, seria necessário mais um bilhão para colacá-lo em operação ao passo que o BRT custaria 450 milhões em operação ao custo das passagens bem menor que o outro modal, sem contar que não seria necessário subsidio do governo

  • Bugre | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 17h41
    0
    1

    Bugre, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Despesas e o uso eleitoreiro de CPI

marcelo bussiki 400 curtinha   Buscando visibilidade pela reeleição em ano eleitoral, alguns vereadores da Capital, vergonhosamente, usaram e abusaram de dinheiro público para promoção pessoal na esteira da CPI do Paletó. A tendência é do relatório paralelo que pede afastamento do...

Sorriso incentiva 40 projetos culturais

ari lafin 400 curtinha   A seis meses de concluir o mandato, o prefeito de Sorriso, Ari Lafin (foto), estabeleceu, dentro do Plano Municipal de Cultura, o "PROMIC - Festival da Cultura 2020" para contemplar 40 projetos cujos valores somam R$ 340 mil, envolvendo artes visuais, artes cênicas, cultura popular, música, audiovisual,...

Quase R$ 2 mi para o Lucas Protegida

binotti 400 curtinha   A Prefeitura de Lucas do Rio Verde, sob Luiz Binotti (foto), contratou, por R$ 1,9 milhão, um consórcio formado pela Rocha Comércio de Equipamentos, que ficará com a maior "fatia" de R$ 1,4 milhão, e a Airplates Tecnologia da Comunicação, com R$ 521,7 mil, para desevolver o...

Silêncio sobre operação e elo com MBL

ulysses moraes 400 curtinha   O deputado de primeiro mandato Ulysses Moraes (foto), que deixou o DC e se filiou ao PSL, coordenador em Mato Grosso do Movimento Brasil Livre (MBL) e chamado por muitos de paladino da moralidade, mesmo sendo bastante ativo nas redes sociais, não usou a internet para comentar a operação da...

Nomes do DEM para vereador de VG

pablo 400 curtinha   O DEM do casal Jayme-Lucimar, senador e prefeita, respectivamente, é dono da maior bancada na Câmara de Várzea Grande, com sete dos 21 vereadores. Destes, cinco já estão trabalhando projeto de reeleição, sendo eles Gisa Barros, que era do PSB; Valdemir Bernadino, o Nana; Pedro...

Flerte com candidato de outro partido

selma arruda 400 curtinha   Apesar de estar filiada ao Podemos, a ex-senadora Selma Arruda, que teve o mandato cassado por crimes eleitorais e deixou a cadeira neste ano, continua flertando com o pedetista, empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, que não demonstra mais tanto ânimo para continuar com o projeto de disputa...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.