Legislativo

Quarta-Feira, 08 de Janeiro de 2020, 09h:42 | Atualizado: 08/01/2020, 15h:38

Reforma da Previdência

Dilmar critica oposição seletiva do PT; Lúdio rebate e aponta maldade de Mauro

Rodinei Crescêncio

Dilmar Dal Bosco e L�dio Cabral

O líder do Gorverno Dilmar Dal Bosco e o oposicionista Lúdio Cabral, que tem opiniões diferentes sobre previdência

O líder do Governo, deputado Dilmar Dal’Bosco (DEM) avalia que a bancada do PT usa de dois pesos e duas medidas quando faz oposição. O democrata se baseia no fato de que nos Estados governados pelo Partido dos Trabalhadores a reforma da previdência já foi aprovada. No caso de Mato Grosso, o deputado Lúdio Cabral tem sido a voz dissonante da proposta do Governo e tem se utilizado de todos os subterfúgios regimentais para obstruir a pauta e postergar a aprovação da primeira parte da reforma estadual que vai aumentar a alíquota de 11% para 14% em relação à contribuição previdenciária.

Dilmar afirma que a oposição taxativa da bancada do PT tem valido apenas nos Estados governados por outros partidos. “Assim era da mesma maneira no Governo Federal. Desequilibraram todo o orçamento previdenciário brasileiro, desequilibraram as contas com o superávit que estava o Brasil, e hoje está com déficit orçamentário, porque o PT governou. Mas nós nunca entramos neste mérito, até porque nós respeitamos a oposição. Acredito que a mesma moeda não vale quando o PT governa e quando outros partidos governam”.

O líder do governo diz ainda que a base já chegou ao limite de abrir mão em relação à reforma. A alteração construída entre base e oposição foi de não aplicar a alíquota de 14% sobre os benefícios de aposentados e pensionistas que recebem menos de dois salários mínimos. A proposta inicial encaminhada pelo governador Mauro Mendes (DEM) considerou que todos os inativos que recebem mais de um salário mínimo deveriam recolher a contribuição. Na regra atual, só recolhem os que recebem acima do teto do INSS, que está em R$ 5,8 mil.

"Maldade"

Lúdio rebate a afirmação de Dilmar, e diz que em nenhum outro Estado onde foi aprovada a reforma da previdência houve tanta “maldade” contra os servidores, principalmente, os inativos.  

“A pior de todas as propostas de reforma de previdência estadual, a mais maldosa de todas é a reforma encaminhada pelo governador Mauro Mendes. Em nenhum outro Estado, nenhum governador teve a coragem de confiscar o ganho dos aposentados e pensionistas que recebem até o teto do INSS, isso não é exigência da reforma da previdência federal. O Bolsonaro fez essa maldade lá, nenhum outro governador de outro Estado, de qualquer partido, fez essa maldade”

Lúdio diz que Mauro quer obter com a reforma um incremento de receita líquida de R$ 300 milhões este ano. O petista aponta que esse valor não está sendo considerado na LOA 2020, que está em tramitação na Assembleia e deve ser aprovada nos próximos dias. “Se Mauro estivesse preocupado com a sustentabilidade da previdência, ele alocaria todo e qualquer recurso de natureza previdenciária no fundo previdenciário”.

O petista diz ainda que o Estado não possui um estudo atuarial atualizado, e, com isso, não é possível aprovar a reforma sem conhecer a realidade previdenciária de Mato Grosso, de forma consistente.

“Maranhão, que é um estado governado pelo PT, por exemplo, escalonou a alíquota previdenciária, porque tinha estudos com consistência. Nós, sequer temos condições para fazer esse debate aqui, porque não dispomos dos números sobre a previdência dos servidores de acordo com faixa remuneratória”. O Piauí também é governado pelo PT e já aprovou a reforma da previdência.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Victor | Quarta-Feira, 08 de Janeiro de 2020, 15h32
    17
    0

    Esse Dilmar Dal Bosco é um câncer como seu correligionário Botelho. Transformaram a assembleia legislativa num puxadinho do Palácio Paiaguás. Não se dão sequer ao trabalho de ler as propostas apresentadas pelo governo (o que seria muito difícil para dois semi-analfabetos) porque só buscam objetivos pessoais na política.

  • Eleitor | Quarta-Feira, 08 de Janeiro de 2020, 15h03
    17
    0

    SENHORES DEPUTADOS, ESSA REFORMA É SIMPLESMENTE PARA OS SERVIDORES PAGAREM AS ROUBALHEIRAS QUE OS POLÍTICOS FIZERAM NO MT PREV., É SIMPLESMENTE PARA PATROLAR OS SERVIDORES.

  • Davi | Quarta-Feira, 08 de Janeiro de 2020, 13h27
    0
    0

    Davi, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Joao costa | Quarta-Feira, 08 de Janeiro de 2020, 13h00
    20
    1

    O deputado Dilmair tem obrigaçao de explicar e nao pode polarizar o assunto entre situaçao e opososiçao. O assunto é muito sério. Isso é falta de carater Dilmar.

  • KACO DO CPA | Quarta-Feira, 08 de Janeiro de 2020, 12h43
    18
    0

    O Brasil cresceu 0.4 % em 2019.. Mato Grosso deve crescer 12 %... vivemos em um estado mult Bilionário... mas o governo seja na esfera nacional e ou estadual insistem em tira é taxar somente os trabalhadores... enganam a sociedade que acredita que os servidores que são culpados... mas não é o governador ou seu secretariado que te atende lá na escola pública. ou na saúde ou na segurança... canalha... só estão lá pra priveligiar os bilionário de MT.. e vc acredita... a culpa não é do servidor...

  • Ozéias Souza | Quarta-Feira, 08 de Janeiro de 2020, 10h25
    26
    2

    Vamos ser sincero. Esse governo de Mauro Mendes pensa só taxa a população. Só aumenta os impostos. Deus que nos livre desse governo maldito tá pior que faraó.

  • alexandre | Quarta-Feira, 08 de Janeiro de 2020, 10h19
    23
    2

    é uma maldade contra os servidores;.....

  • Pedro luis | Quarta-Feira, 08 de Janeiro de 2020, 10h17
    6
    36

    O PT só sabe fazer oposição sem critérios. O culpado é o eleitor, que vota num sujeito como esse Ludio Cabral. PT nunca mais, se Deus Quiser.

Júlio apoiou Bolsonaro pra varrer o PT

julio campos 400 curtinha   Júlio Campos (foto), pré-candidato a senador pelo DEM, diz que em 2018 não só votou em Bolsonaro, como participou de carreata e vestiu camisa com as cores verde e amarela em apoio à candidatura do capitão. Lembra que estava convicto naquele momento de que era preciso varrer o PT...

Já com apoio de mais de 50 prefeitos

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) não para nas articulações políticas. E, se apoio elevado de prefeitos vier a ser decisivo, ele será eleito senador na suplementar de 26 de abril. Dos 141 gestores municipais do Estado, mais de 50 já anunciaram que estarão no palanque do...

Grupo de EP e Kleber pra marketing

kleber lima 400 curtinha   O grupo do prefeito Emanuel Pinheiro decidiu abrir diálogo com o jornalista e marqueteiro Kleber Lima (foto), visando o pleito de outubro. Não há mais resistência a uma possível contratação de Kleber, independente de quem o grupo lançar ao Palácio Alencastro,...

Prefeito coloca secretarias em alerta

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) colocou em estado de alerta a Defesa Civil e as secretarias municipais de Obras e Serviços Urbanos por causa da chuva torrencial que caiu neste sábado em Cuiabá. Em vários locais, inclusive na região central, como em frente à praça...

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

Suposta delação tira sono de Alencar

alencar soares 400 curtinha   A notícia de que o STJ já teria homolagada delação de Sérgio Ricardo caiu como uma bomba. Mesmo depois do ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE vir a público desmenti-la, assegurando não ter motivos para fazer tal colaboração premiada, os efeitos...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.