Legislativo

Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2010, 11h:41 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

CÂMARA DE CUIABÁ

Fernandes denuncia perseguição

Vereador Antônio Fernandes discursa na tribuna   O polêmico vereador Antônio Fernandes (PSDB) reclama de perseguição e protocolou até um ofício junto à secretaria estadual de Segurança Pública (Sejusp) para assegurar a integridade física dele e da família. O problema é que a história narrada pelo parlamentar parece mais um incidente e uma sucessão de fatos sem conexão. Apesar disso, o tucano se mostra apreensivo e cobra uma intervenção da Sejusp.

  Ele relata que há 60 dias pessoas estranhas rondam a sua casa. Um destes episódios aterradores teria ocorrido no último dia 14, quando o vereador voltava do desfile dos blocos carnavalescos de Cuiabá. Fernandes relata que avistou um carro suspeito quando chegava em casa. Temeroso, ele resolveu não parar, mas acabou perseguido pelo veículo. O motorista "suspeito" teria percorrido alguns pontos do bairro e, em alguns momentos, chegou a "fechar" o carro do tucano. A perseguição só teria terminado após o vereador, orientado pela central 190 da PM, ter se deslocado até a rodoviária que, por ser um local movimentado, inibiu a ação dos suspeitos.

   O vereador conta que foi escoltado pelos policiais e que avistou novamente o carro suspeito. Durante a abordagem dos PMs, a versão do motorista foi inusitada. O suspeito alegou que estava investigando um suposto caso extraconjugal da esposa. O vereador se diz insatisfeito com a versão e cobra uma investigação policial sobre o caso.

   O parlamentar de primeiro mandato foi eleito com 3.673 votos. Ele é ministro da Igreja Católica e tem feito muito barulho no Legislativo cuiabano. No ano passado, protagonizou apoteóticas discussões com os colegas de parlamento e não poupou nem mesmo o prefeito tucano Wilson Santos e os membros do staff. Deu cartão amarelo para a então presidente da Sanecap, Eliana Rondon, depois dela não comparecer a uma reunião que ele marcou no bairro Alvorada, onde fica sua base eleitoral. Após muita polêmica, ele se disse preterido dentro do próprio partido por ter um posicionamento diferente dos outros parlamentares.

  Para tentar apaziguar a situação, Wilson nomeou Fernandes vice-líder no parlamento municipal, mas bastaram quatro sessões para o tucano voltar a ser o centro das atenções ao pedir a "cabeça" do secretário de Infraestrutura, Euclides Santos. Apesar de “bater duro” até no prefeito, o tucano é um dos mais empolgados ao defender Wilson e conseguiu, inclusive, emplacar uma denúncia contra o pré-candidato ao Palácio Paiaguás, vice-governador Silval Barbosa (PMDB) por propaganda eleitoral fora de época. O peemedebista estava enviando cartas à população, inclusive crianças. A Justiça Eleitoral acatou a denúncia e proibiu Silval de enviar cartas - saiba mais aqui.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • alta floresta livre | Sexta-Feira, 19 de Fevereiro de 2010, 13h20
    0
    0

    Alta Floresta: juíza manda ex-prefeito devolver R$ 50 mil para os cofres públicos Fonte: TVN/Só Notícias/Karoline Kuhn A juíza Rachel Alencastro, da segunda vara cível, acatou parcialmente ação do Ministério Público e determinou que o ex-prefeito Romualdo Junior (PMDB) faça restituição de R$ 50 mil para os cofres públicos por terem sido feitos, durante sua gestão, "repasses indevidos". Ela decidiu ainda que deve ser feito pagamento R$ 16.2 mil corrigidos com juros e multa. A magistrada decidiu ainda suspender os direitos políticos do ex-prefeito por cinco anos. A decisão é de primeira instância e ele poderá recorrer. A justiça de Alta Floresta não forneceu mais detalhes sobre a irregularidade cometida. A segunda vara cível aponta que o processo foi encaminhado para a defesa. No site do Tribunal de Justiça também não é informado. O processo foi movido pelo Ministério Público estadual e está em trâmite desde 2006. Outro lado Procurado por Site, o ex-prefeito Romualdo Junior disse que ainda não foi citado da decisão. "Nunca fui ouvido em processo desta natureza. Vou buscar me inteirar. Respeito a decisão do Judiciário e vamos nos defender", declarou.

  • junior prates | Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2010, 22h16
    0
    0

    Concordo com o Getulio Arruda. Lutaram muito tempo na desigualdade e hoje como tem tecnologia avançada(urna eletrônica que não da pra boiar no rio Cuiabá)falar nesse povo ainda tem um deles tentado sobreviver e da era frança que tenho poucas boas lembranças já se foi e outras mais tentam sobreviver meio no coronélismo. Olha todos esses políticos de cargos maiores querem saber quem ajudou esse VR.Antônio Fer. nem eu que sou bisbilhoteiro não sei, só sei que tinha uns vinte cabos eleitorais acompanhando ele na campanha e continuo vendo os mesmo no dia a dia na cidade e na zona rural bisbilhotando o que as comunidades precisam. E vou te falar mais que se cuidem os parasitas que deixam pro último ano. Ta valendo vr.Antônio Fer. eu também não sou daqui mais meu Bom Jesus mandou buscar e não vou mais sair! Ahh sou devoto de São Benedito também.

  • junior | Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2010, 21h51
    0
    0

    LEVANTAR FALSA DENUNCIA É CRIME SENHOR VEREADOR, ESTA QUERENDO O QUE COM ESSA HISTORINHA. TRABALHA AI VAI. PARA DE DE CONTOS DE FADAS.

  • Getulio Arruda | Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2010, 19h09
    0
    0

    Este MT é assim mesmo, parece que só tem dois grupos politicos, quando aparece alguem com perfil independente, arrumam até "caso conjugal" para justificar a perseguição. Uma pergunta que fica no ar, e a PM fez o que com este "marido chifrudo" que esta proximo a casa do Vereador?

  • Rafael Amoedo | Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2010, 17h34
    0
    0

    Marido traído...Lembram-se do saudoso Emanuel Pinheiro e do saudoso Alves de Oliveira... E depois, a culpa é do Governo de MT...

  • Assessoria Antônio Fernandes | Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2010, 15h07
    0
    0

    Com todo o respeito, a repórter é que se confundiu ao transcrever o depoimento do vereador, deixando o fato contato por Fernandes sem nexo, por exemplo: Quando a jornalista diz: "Avistou o carro e resolveu PARAR", comete um equívoco, pois no realese encaminhado à imprensa e no ofício dirigido a Sejusp, o parlamentar afirma que não parou e foi perseguiro. É necessário fazer esse comentário, pois a matéria diz que a história não tem nexo, quando na verdade um descuido da jornalista que deu essa impressão ao texto. Obrigado pela atenção!

  • Germano Souza Cruz | Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2010, 15h01
    0
    0

    Germano Souza Cruz, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Thiago Silva | Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2010, 14h40
    0
    0

    Thiago Silva, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • De Rocha | Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2010, 13h57
    0
    0

    Sr.(a), Envie uma mensagem a respeito da matéria veiculada neste Blog, e comentei que este Vereador e outros devem apresentar proposições que venha a beneficiar a população Cuiabana, e não aprecer a qualquer custo, com estas situações que só interessam a ele mesmo e disse que o povo tem que acordar para estes politicos que vivem na mídia não pelos bons projetos mais sim pelos fatos outros que não diz respeito ao cidadão que o elegeu,

  • Rafael Amoedo | Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2010, 12h44
    0
    0

    Rafael Amoedo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.