Legislativo

Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019, 19h:26 | Atualizado: 20/09/2019, 13h:30

CPI DA RENÚNCIA FISCAL

Funaro nega ter visto ex-governadores na casa de Joesley e avaliza acesso a delação

Rodinei Crescêncio

L�cio Funaro

Doleiro Lúcio Funaro em conversa com a imprensa, antes de depoimento em reunião da CPI da Renúncia Fiscal na AL

O doleiro Lúcio Funaro, que prestou depoimento a portas fechadas na CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal da Assembleia, não apresentou nenhum documento. Entretanto, colocou à disposição seus sigilos fiscal e bancário e deu aval para o Legislativo buscar junto à Procuradoria Geral da República (PGR) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) o compartilhamento da sua delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato e que está em segredo de Justiça.

"Ele evitou citar nomes de politicos e agentes públicos. Disse que foram citados na delação premiada. Como está em segredo de justiça, recomendou que a Assembleia busque o compartilhamento junto ao STF", declarou o deputado Wilson Santos (PSDB), após o depoimento de Funaro, que durou pouco mais de 1 hora, realizado na tarde desta quinta (19).

Wilson também lamentou o fato do depoimento ter sido feito em sigilo. O requerimento foi apresentado pelos deputados Dilmar Dal Bosco (DEM), Janaina Riva (MDB) e Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), com base em parecer da Procuradoria da Assembleia. O próprio Funaro cobrou transparência.

"Eu sou um voto pela transparência, pela imprensa cobrir, mas havendo requerimento, sou obrigado a submeter a votação. Fui voto vencido", lamentou o tucano.

Segundo Wilson, Funaro também abordou sua relação com os irmãos Wesley e Joesley Batista, proprietários da JBS. Afirmou que o depoente garantiu nunca ter visto nenhum ex-governador de Mato Grosso - Blairo Maggi, Silval Barbosa ou Pedro Taques - na residência dos empresários em São Paulo.

Rodinei Crescêncio

L�cio Funaro e Wilson Santos

Wilson Santos, que preside a CPI da Renúncia Fiscal na AL, recebe o doleiro Lúcio Funaro, em reunião realizada hoje

O convite para o doleiro surgiu após Funaro prestar depoimento à CPI do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), na Câmara dos Deputados, em 28 de agosto. O delator declarou que o empresário Joesley Batista, do grupo empresarial J&F, omitiu declarações em sua colaboração premiada firmada perante o Supremo Tribunal Federal (STF) relacionadas a fraude de pagamentos de ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias em Serviços). Entre os poupados estaria o primo Fernando Mendonça, empresário em Mato Grosso.

Mendonça tem empresa do ramo atacadista em Várzea Grande e atuou na campanha ao Senado do ex-governador Pedro Taques (PSDB), em 2010 pelo PDT.

Além de Wilson, Janaina, Dilmar e Nininho, também participaram da oitiva os deputados Valmir Moretto (PRB) e Ulysses Moraes (DC). Ulysses não é membro da CPI e ficou como observador.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • CHIRRÃO | Sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019, 08h42
    0
    0

    CHIRRÃO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

Única suplente com salário no Senado

clerie fabiana curtinha 400   Dos seis suplentes de senadores por Mato Grosso, uma recebe salário pelo Senado. Trata-se de Clérie Fabiana Mendes (foto), segunda-suplente de Selma Arruda. Mas o seu subsídio não é pelo cargo assegurado com a eleição da chapa, mas sim por ter sido nomeada em posto...

Prefeita e R$ 10 mi em obras em Sinop

rosana sinop 400 curtinha   A prefeita de primeiro mandato de Sinop Rosana Martinelli (foto) está fechando o terceiro e penúltimo ano de mandato com uma grande demanda de obras estruturantes. Após licitar, assinou contrato de R$ 10,2 milhões com a construtora e incorporadora Berna, que vai executar o projeto integrado de...

Justiça impede "espetáculo eleitoreiro"

helena 400 curtinha desembargadora   O Judiciário fez justiça ao mandar suspender a eleitoreira CPI contra o prefeito Emanuel. Numa fase já de pré-campanha, em que todos os 25 vereadores cuiabanos e mais uma centena de outros de fora se movimentam pensando na disputa eleitoral e ávidos para criar palanque, nada...

Parlamentar anda cabreiro até na AL

sebastiao rezende 400 curtinha   Sebastião Rezende (foto), que exerce o 5º mandato, anda cabreiro e assustado, até mesmo na hora de circular pelos corredores da Assembleia. E não pode avistar um jornalista que sai correndo. Na terça, após a sessão ordinária, o deputado acelerou os passos quando...

10 anos "adormecida" sobre Energisa

gisela 400 curtinha   Depois de mais de 10 anos atuando no Procon, a advogada e primeira-suplente de deputada federal Gisela Simona (Pros) agora que se acordou para a gravidade sobre a prestação de serviços da Energisa, campeã de reclamações junto ao próprio Procon. Passou todos esses anos sem mover...

Demitida por ter apoiado Bolsonaro

josenai 400 curtinha   A aprovação em seletivo não foi suficiente para que o contrato da professora Josenai Terra (foto), que se estenderia até dezembro deste ano, fosse cumprido pela Unemat Campus Tangará da Serra. A professora lecionava desde 2017, mas em setembro de 2018 foi a única contratada para...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O que você acha das denúncias, principalmente sobre pagamento de propina, feitas pelo ex-presidente da AL José Riva, que tenta fechar delação?

São verdadeiras

Nem tudo é verdade

Acho que ele está mentindo

Não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.