Legislativo

Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2010, 09h:51 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:28

Senado

Goellner critica projeto de hidrelétricas do Teles Pires

   O senador Gilberto Goellner (DEM) criticou o projeto do complexo de hidrelétricas que serão instaladas ao longo dos rios Teles Pires e Tapajós por não incluirem a construção de eclusas que permitam a navegabilidade. "Se essas hidrelétricas forem construídas sem as eclusas, irão condenar ao isolamento por completo a maior região produtora de grãos do país: o meu Estado do Mato Grosso", afirmou o parlamentar em discurso na tribuna.

   Para ele, o Estado corre o risco de sofrer um apagão logístico, já que os meios de escoamento da produção estão próximos do fim. Ele destacou que entre 2007 e 2008 Mato Grosso produziu 27 milhões de toneladas de grãos e carne. A expectativa até 2014 é que essa quantidade chegue a 40 milhões de toneladas. Nesse caso, o transporte por meio dos rios seria uma alternativa de distribuição, uma vez que cada comboio fluvial, de acordo com o senador, teria a capacidade de transportar a mesma quantidade que 600 carretas.

   O democrata ressaltou ainda que, de acordo com a Agência Nacional de Transporte Aquaviário (Antaq), as obras das eclusas representarão de 6% a 7% do custo total da obra de implantação da hidrelétrica se ambas forem feitas ao mesmo tempo. Enquanto contruí-las depois que as barragens já estiverem prontas pode custar 30% do valor do empreendimento, a construção posterior também corre o risco de ser inviabilizada por dificuldades técnicas. Para Goellner, é preciso que haja uma cooperação maior entre os ministérios de Minas e Energias e Transportes para que projetos como este possibilitem também uma melhora na estrutura logística do país.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Anoniman | Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2010, 14h56
    0
    0

    Caro Germano, As eclusas garantiriam a navegabilidade dos 1,4 mil quilômetros entre a foz do Tapajós e o município de Nova Canaã do Norte, com capacidade transportar 5 milhões de toneladas por ano.

  • Germano Souza Cruz | Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2010, 13h01
    0
    0

    Dito Gonçalo, pode me informar onde fica a parcela navegável do Rio Teles Pires? Só não vale dizer que navegar para você É COM CANOA!!!! Ditinho bobinho, desinformado, aposto que nunca viajou nem até Santo Antônio do Leverger ou Guia. Não se fala o que não se prova!!!!!

  • Julio José de Campos | Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2010, 11h09
    0
    0

    Parabéns pelo seu pronunciamento,e conte com o meu apoio,pois toas as hidroeletricas a serem construidas em Rios Navegaveis,tem sim que ser feita ECLUSAS.

  • Dito Gonçalo | Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2010, 11h09
    0
    0

    Parabéns Sen. Gilberto, alguem tem que mostrar o imediatismo destes emprendimentos, coadunado pela pequena visão deste germaninho bobó , comedor de bolo!!!!!

  • Luciano S. Soares | Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2010, 11h07
    0
    0

    O Senador está certíssimo!,os paises desenvolvidos usam 70% do seu transporte via hidrovias!, o brasil faz o inverso!., por isso, somos um pais atrazado!, o Rio teles Pires têm sim potenicalidade p Hidrovia, é contra, aqueles que não querem ver o desenvolvimento do Estado e do Pais!, aqueles que são pagos pelo setor economico mundial e brasileiro, usando a questão ambiental como pretesto e dessa forma, ferrando o nosso Pais e o nosso povo, atrapalhando o desenvolvimento em detrimento de seus interesses próprios. É importante sim que o Senador interfira para sair as eclusas já!, junto com as construções das Hidreletricas isso é muito importante!, parabens Senador! por ter essa visão!!!

  • Germano Souza Cruz | Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2010, 10h28
    0
    0

    Senhor Goellner, só gostaria que me informasse à que altura se localiza a àrea navegável do Rio Teles Pires??? Não conheço nenhum espaço do Rio onde seja possível um iate fazer navegação. Por outro lado, creio que não seja o momento de se tecer críticas às hidreletricas, pois elas serão de grande valia para a região, o que devemos pensar é em outros meios de transportes. Quem sabe ... um trem bala movido à eletricidade ligando Guarantã do Norte-MT ao Porto de Santos em São Paulo... è viável, pois teremos ENERGIA EM ABUNDÂNCIA, não é Sr. Goellner?

Um novo embate entre Diane x Adair

diane alves 400 curtinha   Adair José Alves Moreira, que vinha atuando na assessoria do vice-governador Otaviano Pivetta, decidiu mesmo concorrer de novo à Prefeitura de Alto Paraguai. Ele já foi prefeito por duas vezes. Adair será o principal nome da oposição à prefeita democrata Diane Alves (foto),...

Taques ofuscado e sob mira do MPE

pedro taques 400 curtinha   Pedro Taques (foto) achou que o recall dos tempos de senador e governador, ajudando-o a se posicionar de forma razoável nas pesquisas, bem antes do início da campanha, o manteria como favorito na corrida ao Senado. Ledo engano. Não levou em consideração o alto índice de...

2 caciques não disputam Alto Garças

roland trentini 400 curtinha   Após décadas de rixas, de campanhas ostentadoras, rachas e brigas eleitorais intermináveis em Alto Garças, os ex-prefeitos Rolando Trentini (foto) e Júnior Pitucha resolveram não mais concorrer ao Executivo. Mas, um deles segue se movimentando nos bastidores. Pela...

Um ex-prefeito inelegível em Poconé

clovis martins 400   Dificilmente o ex-prefeito petebista Clovis Damião Martins (foto) terá registro de candidatura a prefeito de Poconé deferido pela Justiça Eleitoral. O promotor de Justiça, Mário Anthero, já pediu impugnação do registro do petebista por inelegibilidades. Clovis, que...

Briga em Sinop entre Juarez e Dorner

juarez costa 400 curtinha   Em Sinop, a briga eleitoral caminha para tensão e acirramento entre o emedebista Juarez Costa (foto) e Roberto Dorner (Republicanos). Hoje, o ex-prefeito seria eleito, mas Dorner vem crescendo nas adesões, com ajuda do vice de sua chapa, ex-vereador Dalton Martini (Patriota). O apoio da prefeita Rosana...

França elegível; CNJ desatualizado

roberto franca 400 curtinha   O advogado Rodrigo Cirineu, que assumiu a assessoria jurídica da campanha a prefeito de Cuiabá de Roberto França (foto), assegura que o ex-prefeito está elegível. Explica que o cadastro de inelegibilidades do Conselho Nacional de Justiça, constantando ainda o nome de...