Legislativo

Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 16h:18 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Senado

Goellner "torra" R$174 mil de verba indenizatória e lidera lista

   O democrata Gilberto Goellner lidera, entre os senadores mato-grossenses, a lista dos que mais gastaram verba indenizatória em 2009. Ele utilizou uma média de R$ 14,5 mil ao mês e, no final do ano passado, acumulou despesas de R$ 174 mil. Cada senador tem direito a R$ 15 mil mensais. O parlamentar democrata apresentou o menor gasto do ano em junho, quando apresentou planilha de R$ 9,5 mil. No mês seguinte, entretanto, ele requisitou o ressarcimento de R$ 19,5 mil, conforme revela um levantamento feito pelo Congresso em Foco.

  A petista Serys Slhessarenko também não fica atrás. Em 2009 a parlamentar apresentou planilhas de gastos de R$ 148,5 mil. A senadora manteve uma média de gastos de R$ 14 mil mensais. Março foi o mês que ela menos gastou, pediu ressarcimento de R$ 10 mil. Já em novembro, a senadora teve mais despesas e, por isso, requisitou à Casa que lhe devolvesse R$ 14,9 mil. Apesar de manter uma média alta de uso da verba indenizatória, Serys não gastou em nenhum mês do ano mais que os R$ 15 mil que tem direito.

  Em 2009, o Senado ressarciu R$ 10,74 milhões de despesas que os senadores atribuíram ao exercício do mandato. Com este valor, seria possível, por exemplo, pagar oito meses de salário (R$ 16,5 mil) para outros 81 senadores. O dinheiro da verba indenizatória é oferecido aos parlamentares para despesas com locomoção, combustível, divulgação dos serviços parlamentares, dentre outras coisas relacionadas à atividade parlamentar.

  O democrata Jayme Campos, que recentemente foi questionado por seus gastos abusivos com combustível, justamente com verbas indenizatórias, utilizou R$ 108 mil do benefício no ano passado.O valor é alto se levarmos em consideração que ele tirou licença de 121 dias para tratar de assuntos pessoais e, portanto, não fez uso da verba indenizatória. Em fevereiro, Jayme utilizou o menor valor da verba durante o ano, quando ele apresentou planilha de gastos de R$ 8,6 mil. Em julho, por outro lado, ele extrapolou e pediu ressarcimento de R$ 22 mil. Apenas com combustível Jayme gastou R$ 66,72 mil - veja aqui.

  O suplente Osvaldo Sobrinho, que cobriu a licença de Jayme, por sua vez, gastou R$ 56,5 mil nos quatro meses que permaneceu no cargo. O mês de dezembro foi o que ele apresentou menor despesas R$ 11,7 mil, já setembro, quando virou senador, contabilizou gastos de R$ 15 mil. Durante a sua curta passagem pelo Senado, Sobrinho foi alvo de críticas após apresentar em suas planilhas de gastos uso de 80% da verba indenizatória para divulgar seu mandato em rádios de sua propriedade. Dos R$ 14,7 utilizados por ele em outubro, R$ 12 mil foram para pagar divulgação de suas atividades em três emissoras do Grupo Osvaldo Sobrinho.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • DENILSON | Terça-Feira, 26 de Janeiro de 2010, 16h04
    0
    0

    DENILSON , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • leandro | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 12h36
    0
    0

    Para quem assumiu h[a menos de 02 anos a vaga deixada por Jonas, parece que est[a gastando muito. Imagine se esse cidadao tivesse chegado em 2003...Poooobreee de nos, pooovvvvoooooooooooooooooooooooooooo

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

Filho de Taborelli assume vaga em VG

Willy taborelli _ curtinha400   O pai coronel Taborelli está fora de combate, mas o filho Willy (PSC), suplente de vereador, vai assumir cadeira na Câmara de VG a partir de 2 de março. Vai atuar na vaga do correligionário Miguel Baracat, que se licencia para fazer tratamento de saúde. O filho do polêmico...

Sem acordo para ter apoio de Selma

otaviano pivetta 400 curtinha   O empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, pré-candidato ao Senado, disse que, de fato, recebeu convite para se filiar ao Podemos, inclusive do deputado Medeiros, um de seus prováveis adversários nas urnas de abril, mas que segue firme no PDT. Destaca ser um admirador do senador...

Na expectativa para disputar Senado

nelson barbudo 400 curtinha   Se o TRE flexibilizar a data de filiação para quem quer concorrer ao Senado, na eleição suplementar de abril, a inflação de candidatos tende a ser ainda maior. Entrariam no páreo, além dos 10 que já se dizem pré-candidatos, o ex-governador Pedro...

Conflito armado entre Ulysses e Elizeu

ulysses moraes curtinha   Já está dando confusão no PSL/DC o acórdão feito entre os deputados estaduais Ulysses (foto) e Elizeu. O primeiro confidenciou a amigos que não pretende apoiar a possível candidatura de Elizeu ao Senado, na eleição suplementar, marcada para abril. A considerar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.