Legislativo

Terça-Feira, 23 de Julho de 2019, 17h:45 | Atualizado: 24/07/2019, 10h:57

FORA DO MURO

Governador poderia ter evitado greve se tivesse transparência, critica Wellington

Rodinei Crescêncio

Wellington Fagundes

O senador Wellington Fagundes conversa com a imprensa durante reabertura do Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá, na manhã desta terça

O senador Wellington Fagundes (PR) critica o governador Mauro Mendes (DEM) e aponta que a greve dos servidores da Educação poderia ter sido evitada se houvesse transparência em relação à falta de caixa, como tem argumentado o democrata. O parlamentar avalia que se tivesse sido eleito governador teria contornado a situação com diálogo. Esta é a primeira vez que o republicano fala sobre o assunto em quase 60 dias de paralisação e era o único parlamentar que ainda não tinha comentado sobre a greve. 

“Eu sou um homem do diálogo. Costumo dizer que não sou de briga, sou de luta. Penso que a greve não deveria ter acontecido se começasse chamando todos e pudessem encontrar um melhor caminho. O Governo alega que não tem caixa suficiente, então abra essas contas, mostre de forma clara à população, principalmente ao servidor e chamar para o desafio: como vou pagar?”, apontou o senador.

Wellington lembra que quando foi candidato a governador prometeu que se eleito iria fazer uma administração com a participação da sociedade, dos setores econômicos e dos servidores públicos.

O prejuízo que o Estado passa com a paralisação dos servidores da Educação, não será reposto de uma hora para a outra

Wellington Fagundes

“Os servidores foram colocados como peça problema para o Estado, e não podem ser encarados dessa forma. O servidor tem o papel mais importante que é ajudar a governar, seja na arrecadação ou na aplicação dos recursos. Por isso, penso que apesar de ser um regime presidencialista, o diálogo é o melhor caminho”, defendeu.

A greve dos servidores da educação está na 9ª semana e, até agora, Mauro ainda não ofereceu nenhuma proposta que agradasse à categoria. O democrata tem apostado que vencerá pelo cansaço dos trabalhadores, que seguem para o segundo mês sem receber salário em razão do corte de ponto.

“Tudo o que é traumático é ruim, hoje o prejuízo que o Estado passa com a paralisação dos servidores da Educação, não será reposto de uma hora para a outra. Imagino que ainda há tempo para que o diálogo seja feito de forma ampla e clara com todos os Poderes, principalmente, para que nossas crianças não sejam prejudicadas”, pontuou Wellington.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Zora Narampa | Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019, 12h48
    7
    2

    Coberto de razão. E com o tal decreto de calamidade as finanças tão sempre na "emergência". Ninguém vê nada de transparente por causa da tal calamidade instalada desde o começo.

  • jj | Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019, 11h29
    3
    7

    vamos falar a verdade é isso que essa raça de petista querem,afundar o pais, tudo isso tem dedo do PT, só cego que não vê essa manobra, infelizmente as crianças estão sofrendo sem aula

  • Charles | Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019, 09h50
    12
    2

    MM esta cometendo o mesmo erro que Pedro Taques cometeu. Prometeu valorizar e não mexer nos direitos adquiridos dos servidores, mais na primeira oportunidade corta direitos adquiridos. E de forma ditadora, não tem conversa. Não sou servidor, mais não gosto de mentira e enganação. É como o senador Wellington comentou, só quem perde são os alunos e a sociedade nessa briga de braço.

  • Bertha | Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019, 09h25
    12
    2

    Durante a campanha, a promessa de Mauro Mendes era valorizar o servidor público! Mentiu na cara dura! Agora é aguardar a próxima eleição e votar em candidatos que valorizem mesmo o trabalhador!

  • elipe | Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019, 07h54
    12
    9

    Olha só quem fala em transparência...kkkkkkkkkkkkk... faz-me rir...

  • MONICA | Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019, 07h30
    9
    14

    Esse Sen. é demagogo, igual ao Lula, e sua turma, é daqueles que fala qualquer coisa para agradar e angariar eleitores, não gosto dele e estou do lado do Gov. do Estado, não tem como pagar!

  • Elson Oliveira | Terça-Feira, 23 de Julho de 2019, 22h40
    24
    6

    Taí! Sen. Wellington tem razão! Se não tem como pagar, mostre isso na TV em vez de veicular comunicados em horário nobre da tv incitando a população contra uma das classes de trabalhadores mais importantes do país. Wellington Fagundes lembrou bem: nossas crianças são as mais prejudicadas nessa queda de braço!

  • Pedro luis | Terça-Feira, 23 de Julho de 2019, 22h23
    10
    29

    Esse Sobre os professores a uma greve suicida. Eles sabiam da situação do estado, e mesmo assim levaram a categoria a uma greve que não tem o apoio da sociedade. Estavam acostumados a governos frouxo, que não se preocupavam com o caixa do estado. As coisas mudaram, e o eleitor colocou um governador sério, que quer o equilíbrio das contas. Quanto ao senador Fagundes, é um derrotado e sua opinião pouco interessa.

  • Alexandre da Silva | Terça-Feira, 23 de Julho de 2019, 21h42
    21
    11

    O governador mente, se fosse verdade o estado das contas públicas, por que retirou do Conselho fiscal os representantes do executivo? Por que se estamos em.crise ele não pegou as contas e estragou na nossa cara até agora? Por que? Por que ele mente ele quer favorecer alguém nessa.

  • alexandre | Terça-Feira, 23 de Julho de 2019, 20h27
    11
    24

    não tenho nada contra os professores, tenho contra o uso politico do SINTEP pelos partidos da esquerda , se ele der o que o SINTEP quer , ele descumpre a LRF, e sofre impeachment, o Lúdio é o primeiro a protocolar, esta greve é a repetição da greve dos médicos de Cuiaba, contra MM na prefeitura, o decreto de calamidade, LRF estourada, crise, dificuldade para manter a folha em dia, faltou análise de cenários e não apenas o bumba me boi, eu tenho direito ? o movimento é certo, mas no momento errado, não é pedrinho, não é o silval, a mesma receita, não dá certo sempre.. a greve de desgaste...em momento nenhum defendi corte de ponto...

Jovem prefeito à reeleição e os Maia

gustavo melo 400 curtinha   Em Alto Araguaia, Gustavo de Melo (foto), o mais jovem dos 141 prefeitos mato-grossenses - completa 36 anos no próximo 26 de junho -, está disposto a buscar a reeleição pelo PSB. Mas carrega forte desgaste. O que traz certo conforto para Gustavo é o fato de Maia Neto, que comandou o...

Suposta delação tira sono de Alencar

alencar soares 400 curtinha   A notícia de que o STJ já teria homolagada delação de Sérgio Ricardo caiu como uma bomba. Mesmo depois do ex-deputado e hoje conselheiro afastado do TCE vir a público desmenti-la, assegurando não ter motivos para fazer tal colaboração premiada, os efeitos...

SD também deseja Taques ao Senado

pedro taques 400 curtinha   Empolgado com resultado de uma pesquisa interna, na qual estaria bem pontuado, aparecendo entre os preferidos ao Senado, mesmo após deixar o cargo de governador bastante desgastado, Pedro Taques (foto) passou a flertar não só com o Cidadania, conduzido no Estado pelo seu ex-secretário Marco...

Presidente do TJ-MT assume Codepre

carlos alberto tj 400 curtinha   O presidente do TJ-MT Carlos Alberto (foto) foi eleito presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais de Justiça (Codepre) do país. O cargo alça o membro de MT à liderança de discussões nacionais importantes. Dentre as atribuições do colégio...

Brecha pra futuro cassado ir à Justiça

kero kero curtinha 400   Wilson Kero-Kero (foto), ex-SD (socialista) que foi para ex-PSL (direita), anunciou ida para Podemos, mas permanecerá no partido direitista, é o relator do processo de cassação do colega Abílio Júnior, na CCJ da Câmara de Cuiabá. Na Comissão de Ética o...

Filho de Taborelli assume vaga em VG

Willy taborelli _ curtinha400   O pai coronel Taborelli está fora de combate, mas o filho Willy (PSC), suplente de vereador, vai assumir cadeira na Câmara de VG a partir de 2 de março. Vai atuar na vaga do correligionário Miguel Baracat, que se licencia para fazer tratamento de saúde. O filho do polêmico...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.