Legislativo

Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 10h:43 | Atualizado: 04/02/2019, 16h:59

MENSAGEM AO LEGISLATIVO

Governo de MT promete manter repasses a Poderes em dia e não dar "pedaladas"

Marcos Lopes

Mauro Carvalho

Chefe da Casa Civil Mauro Carvalho representou o governador Mauro Mendes (DEM) na AL e leu a mensagem do Executivo, em sessão nesta manhã

O secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho foi responsável pela leitura da mensagem do Executivo aos deputados, durante a abertura da primeira sessão legislativa de 2019, nesta segunda (04). Carvalho seguiu a cartilha do governador Mauro Mendes (DEM), que está cumprindo agenda em Brasília - como adiantou o , e adotou discurso mais parecido com um pedido de socorro ao, pedir ajuda dos parlamentares, reforçando a situação de desequilíbrio fiscal do Estado, com R$ 3,9 bilhões de restos a pagar e a previsão de déficit orçamentário previsto em R$ 1,6 bilhão para 2019.

Sem trazer nenhuma novidade em específico, o representante do governo garantiu que neste primeiro mês de administração cumpriu com suas obrigações constitucionais com municípios e Poderes. Ainda se comprometeu a não cometer “pedaladas fiscais”, cumprindo a destinação correta dos recursos.

“Não podemos espalhar o caos aos municípios de Mato Grosso e, por isso, não haverá pedalada fiscal nas contas do governo. O que é de direito dos municípios será repassado a eles. Esse é o nosso compromisso. Durante todo o mês de janeiro os repasses da Educação, referente ao Fundo de Desenvolvimento e Manutenção da Educação Básica (Fundeb), foram mantidos dentro do cronograma estipulado em lei. O mesmo aconteceu com o repasse dos duodécimos dos Poderes. Vamos respeitar a independência entre os Poderes. Pois, nesse momento de ajuste fiscal, precisamos da ajuda de todos e da harmonia entre nós”, disse Carvalho.

O trecho do discurso pode ter sido motivado pelos problemas enfrentados pelo ex-governador Pedro Taques (PSDB), que acabou sendo responsabilizado pela retenção de mais de R$ 500 milhões durante o ano de 2017. A responsabilização foi feita pela própria Assembleia, no relatório da CPI dos Fundos, que contestou o não repasse do Fundeb e Fethab de foram correta.

Ajuda

O secretário também bateu na tecla de que todos os Poderes e órgãos independentes precisam “dar a parcela de contribuição para que a população receba os serviços que devem ou deveriam ser prestados”.

Além disso, Carvalho relembrou a aprovação de cinco projetos do Executivo que integram o chamado “Pacto por Mato Grosso”, elaborado para dar início ao reajuste fiscal do Estado. Em menos de um mês, a Assembleia aprovou mensagens que tratavam da reforma administrativa, Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) estadual, mudanças na MT Prev, reformulação do Fethab e novas regras para a concessão da Revisão Geral Anual (RGA) aos servidores do Estado.

“Outros projetos importantes para o reequilíbrio serão aportados nessa Casa nos próximos meses. E precisaremos do apoio dos senhores deputados e da senhora deputada para continuarmos nessa trajetória pelo bem de Mato Grosso e nunca esquecendo que nele vivem 3,4 milhões de mato-grossenses e é para todos eles que devemos governar e legislar”, declarou.

Segundo o secretário, estabilizar a arrecadação e a despesa fará com que o Executivo possa pagar os servidores públicos em dia, além de manter o repasse dos Poderes e pagar fornecedores.

“Temos que ter a consciência que o problema não é de Mato Grosso, mas da máquina pública estatal. O Estado está quebrado, mas Mato Grosso não. Não há nenhuma prefeitura com salário atrasado. Mesmo com toda a dificuldade econômica que o Estado passa e com os atrasos nos repasses aos municípios, os servidores públicos municipais estão com o salário em dia”, pontuou.

Arquivo(s) anexado(s)

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • joaoderondonopolis | Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 15h26
    3
    0

    Sabia, que nunca faltou dinheiro em conta do estado de MT. O governo avisa que vai fazer os repasses em dia. Pergunta-se como ficam os servidores sabendo disto? Gostaria de saber qual o motivo do governador ser contra os servidores?

  • alexandre | Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 13h54
    7
    0

    salários atrasados e duodécimos em dia ?

  • Marcos | Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 12h07
    12
    0

    E pedalar o servidor? Não pagar quem presta o serviço é pedalada também!! Parabéns Mauro, por ser vil com quem trabalha!

  • Indignado com os corruptos | Segunda-Feira, 04 de Fevereiro de 2019, 11h45
    12
    0

    Os repasses para os poderes em dias, enquanto os servidores estão desesperados para pagar a contas.

Voto a favor e agora contra Congresso

jose medeiros 400 curtinha   O pitbull do governo Bolsonaro, deputado José Medeiros (foto), está pegando carona num protesto, marcado para 15 de março, onde não deveria porque os seus atos não correspondem ao discurso. Medeiros foi um dos parlamentares que aprovaram o orçamento impositivo de R$ 30...

Pátio, "chororô" e chance de reeleição

ze do patio 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio (foto), com seu estilo populista, adotou a estratégia de se passar por vítima dos grupos políticos. Leva sempre a mensagem para as massas de que é um prefeito rejeitado pela elite política pelo simples fato de estar apoiando os...

Taques nem aí para colegas tucanos

pedro taques 400 curtinha   Caiu a ficha, enfim, da cúpula do PSDB em MT sobre o jogo de cena de Pedro Taques (foto). Os tucanos esperaram até ontem para ver se o ex-governador iria ao partido se pronunciar sobre eventual pretensão em disputar o Senado. Taques deu de ombros para os colegas de partido, que lançaram hoje,...

Campos e tese sobre vice de Emanuel

joacelestino_curtinha_400   Depois de uma reunião na segunda passada, na casa do prefeito Emanuel, com pré-candidatos ao Senado, entre eles, Leitão, Neri, Max, Júlio e Jayme, ficaram conversando de forma reservada o prefeito de Cuiabá e os irmãos Campos. Ali, finalizaram um acordo de cavalheiros para que o...

Recuo do DEM e agora no Republicano

gabriel guilherme 400 curtinha   O DEM terá de excluir da lista de pré-candidatos a vereador pela Capital o nome do jovem Gabriel Guilherme (foto), de 22 anos. Ele optou por se filiar ao Republicano. Lotado na Assembleia como assistente da Secretaria de Orçamento e Finanças e filho do ortopedista Paulo Fonseca...

Galvan vai deixar PDT e ir pra o PRTB

antonio galvan 400 curtinha   Embora não tenha perdido de vistas o Aliança pelo Brasil, partido que está sendo criado por Bolsonaro, Antonio Galvan (foto), presidente da Aprosoja e que acabou levado à frigideira dentro do PDT em meio ao embate por tentativa de candidatura ao Senado, se mostra disposto a ingressar no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.