Legislativo

Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 14h:01 | Atualizado: 08/02/2019, 16h:33

COFRE MAGRO

Governo só tem 15% do valor necessário para aliviar a Saúde de MT, diz deputado

Rodinei Crescêncio

Doutor jo�o

Deputado estadual Dr. João (MDB) em visita à sede do Rdnews, onde falou sobre a realidade da saúde pública em MT

Compondo o grupo de cinco parlamentares médicos que atuam nessa legislatura, João José de Matos (MDB), o Dr. João, defende que a saúde pública em Mato Grosso precisa ser descentralizada da Capital. Para o deputado, não adianta somente inaugurar um novo Pronto-Socorro, em Cuiabá, pois isso não resolverá o problema da falta de estrutura dos hospitais no interior.

Outra situação é a falta de recursos públicos que só piora a situação de sucateamento da saúde no Estado, sendo que a Secretaria de Saúde teria solicitado R$ 60 milhões ao Executivo para "refrigerar" a situação, mas o montante disponível pelo Executivo não passa de R$ 9 milhões, ou seja, apenas 15% do necessário. 

“Se não houver essa descentralização, podem até inaugurar o novo Pronto-Socorro, mas vai simplesmente tirar a população de um corredor de um local sujo e velho para colocar em um corredor novo e limpo, enquanto os hospitais regionais continuarão sucateados”, assevera.

Dr. João relata que já se reuniu com o secretário de Saúde Gilberto Figueiredo, e que a situação apresentada pelo titular da pasta é pouco tranquilizadora. Segundo ele, dos R$ 60 milhões necessários - o que engloba R$ 400 milhões de restos a pagar -, o Executivo garantiu apenas R$ 9 milhões neste momento.  

Neste sentido, o parlamentar avalia que o governador Mauro Mendes (DEM) terá que resolver a questão da saúde sobre dois pilares, o primeiro é com gestão, o segundo é com a conquista de dinheiro novo.

“O governador vai ter que se virar para conseguir dinheiro novo. Eu vou apoiá-lo se não retirar direitos dos servidores ou da sociedade. Mas uma coisa é certa, se nessa legislatura, com cinco parlamentares médicos, a saúde não tiver uma solução, daqui a quatro anos poderemos nos declarar como extremamente incompetentes”, avalia o deputado.

Como proposta para viabilizar políticas públicas que salvem a saúde, João quer criar uma frente parlamentar da Saúde, na Assembleia, além de participar da Comissão de Saúde, onde seu nome é cotado para a presidência.

A justificativa para criação da Frente seria  motivada pelo fato de que outros deputados, não médicos, demonstrarem interesse em militar pela causa, mas não terão esse espaço na Comissão de Saúde, onde cinco médicos - Guilherme Maluf (PSDB), Dr. Gimenez (PV), Dr. Eugênio (PSB) e Ludio Cabral (PT), mais Paulo Araújo (PP), que atuou por quase vinte anos na área da saúde estadual - já fecham a composição da comissão.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Pedro luis | Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 22h05
    0
    0

    Simples, é só cortar 50% do duodecimo da assembleia e passar para a saúde. Para bancar 24 deputados não precisa de 531 milhões, que o orçamento da assembleia para esse ano. Isso ninguem discute...

Matéria(s) relacionada(s):

DEM é fraco em Cuiabá há décadas

O DEM dos irmãos Júlio e Jayme Campos e agora do governador Mauro Mendes enfrenta resistência histórica na tricentenária Cuiabá. Fundado em 1985 como PFL, que absorveu dissidentes do velho PDS, o DEM hoje não possui uma cadeira entre as 25 na Câmara Municipal. Aliás, não elege vereador há três legislaturas. A última vez que o partido tentou disputa para prefeito da Capital foi em 2000 e, curiosamente, tendo...

Nininho, falta à sessão e justificativa

O deputado Ondanir Bortolini, o Nininho, contesta informação de que teria "amarelado" ao não comparecer à sessão ordinária da Assembleia, que resultou na aprovação da mensagem do governo sobre reinstituição dos incentivos fiscais, em primeira votação, pelo placar de 15 a 7. Em verdade, o parlamentar do PSD justificou oficialmente sua ausência. Explica que foi internado e, por orientação...

Efetivados irregularmente e recebendo

darci lovato curtinha   Entre os quase 100 servidores da Assembleia que já tiveram estabilidade funcional cassada pela Justiça em 1º grau por alguma irregularidade em documentos, estão ex-secretários municipais, colunista social, ex-policiais, radialista, ex-prefeito, ex-vereador e outros que já tentaram, sem...

Governo quita toda a folha de junho

O governo estadual concluiu nesta sexta (19) o pagamento de junho dos servidores ativos, inativos e aposentados que ganham acima de R$ 7,5 mil. Para essa quitação foram necessários R$ 61,8 milhões. Com isso, liquidou totalmente a folha de junho dos cerca de 100 mil funcionários públicos, que consomem R$ 472,7 milhões. No dia 10 deste mês, o governo pagou a primeira parcela dos salários de junho, depositando até R$ 5,5...

Emedebista pode ser candidato único

leonardo bortolin curtinha   Eleito na suplementar realizada em 2017, Leonardo Bortolin (foto), de Primavera do Leste, é considerado hoje o prefeito emedebista em MT mais bem avaliado. Na convenção do partido nesta quinta no município, lideranças, como o deputado federal Carlos Bezerra e os estaduais Thiago Silva,...

2 "amarelam" e faltam de propósito

nininho curtinhas   Dois deputados não pisaram os pés na sessão desta quinta propositalmente. "Amarelaram". Ao invés de tomarem posição quanto ao projeto de lei complementar do governo que reinstitui os incentivos fiscais, Nininho (foto) e o delegado Claudinei preferiram não comparecer. Assim como os...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.