Legislativo

Quarta-Feira, 02 de Março de 2011, 11h:14 | Atualizado: 02/03/2011, 11h:16

Saúde Pública

Henry apresenta documentos na Assembleia apenas após Carnaval

Pedro Henry   O secretário estadual de Saúde, Pedro Henry (PP), vai se reunir novamente com deputados estaduais para apresentar documentos referentes aos contratos firmados com hospitais e para compra de equipamentos. Responsável pela convocação do secretário a prestar esclarecimentos, o presidente da comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária, Hermínio Jota Barreto (PR), declarou na sessão desta quarta (2) que o progressista vai retornar à Casa após o Carnaval. A data ainda não foi definida.

   Nesta terça, 1º de março, Henry foi sabatinado pelos membros da comissão, também composta por José Domingos Fraga (DEM), vice-presidente, Baiano Filho (PMDB) e Airton Português (PP), ambos na condição de membros. O secretário evitou comentar as polêmicas declarações de que havia contratos superfaturados na administração anterior, do ex-governador Blairo Maggi (PR), hoje no Senado.

   Henry ponderou que as falhas apontadas são referentes ao modelo de gestão da Saúde. Segundo ele, as medidas tomadas ao assumir a secretaria vão permitir a redução dos custos na compra de medicamentos, que hoje chega a R$ 150 milhões. A economia deve variar entre 30% e 40%.

   Já as despesas com o Hospital Regional de Rondonópolis passaram para R$ 5,8 milhões. Segundo o secretário, os custos já chegaram a R$ 48,6 milhões. Henry avalia que a redução nas despesas vai possibilizar, por exemplo, a construção de um novo Hospital Metropolitano em Várzea Grande.

   Aliado do secretário, o ex-prefeito de Reserva do Cabaçal e ex-presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), deputado Ezequiel Fonseca (PP), saiu em defesa do secretário na sessão matutina desta quarta. “Ele (Henry) realmente tem condição de fazer a revolução na Saúde. Temos que ajudar. O tempo é urgente, não temos condições de ficar esperando, pois vidas são perdidas”, apontou, em referência à proposta de terceirização dos hospitais regionais anunciada pelo secretário. A medida é alvo de críticas na própria Assembleia, segmentos ligados à área da Saúde e membros da OAB-MT.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.