Legislativo

Quinta-Feira, 09 de Janeiro de 2020, 10h:49 | Atualizado: 14/01/2020, 11h:42

NOVA ALÍQUOTA

Inativos que não pagavam são os que vão mais sofrer com reforma, avalia Botelho

Fablicio Rodrigues

Eduardo Botelho

O presidente Eduardo Botelho conduz sessão vespertina na AL, quando projeto de aumento da alíquota da previdência foi aprovada em 1ª votação

O deputado Eduardo Botelho (DEM) estima que até a noite de amanhã (10) a nova alíquota previdenciária já esteja aprovada na Assembleia. Nesta quinta, os deputados seguem em articulação para tentar alterar a isenção sobre os inativos. Na primeira votação na noite desta quarta (8), o projeto foi aprovado garantindo que aposentados e pensionistas que recebem menos de dois salários mínimos não tenham que contribuir com 14% de alíquota previdenciária.

“A ideia é elevar para 3 salários mínimos a isenção da contribuição previdenciária. Estamos fazendo o que é possível para ver se penaliza menos os que ganham menos. Na verdade, quem vai sofrer mais, temos que ser honestos, vão ser as pessoas que estão aposentadas e que não pagavam nada”, defende.

Botelho avalia que os inativos que já contribuem com a previdência, que são aqueles cujo benefício é superior ao teto do INSS, de R$ 5,8 mil, um aumento de três pontos percentuais é tolerável.

Já conseguimos dois salários mínimos de isenção, com um salário mínimo, de abatimento

Eduardo Botelho

“Já conseguimos dois salários mínimos de isenção, com um salário mínimo, de abatimento. Quem ganha três salários, vai pagar sobre dois. Quem ganha quatro vai pagar sobre três. E quem ganha até dois salários mínimos está isento. Já chegamos até aí, queremos avançar mais”.

Botelho afirma que parte dos inativos não terá como escapar dos 14% de contribuição, já que esse aumento é um “remédio amargo”, mas necessário, porque a previdência estadual está “falida” e “insustentável”, mas que o esforço dos parlamentares está em encontrar um remédio que seja menos dolorosos para os que ganham menos.

Após votar em segunda e redação final da alíquota previdenciária, Botelho quer colocar em votação as contas do Governo Taques referente a 2018, ainda na sexta (10).

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • alexandre | Sexta-Feira, 10 de Janeiro de 2020, 10h37
    1
    0

    vai ter aumento dos dudecimos...

  • deovaldo | Sexta-Feira, 10 de Janeiro de 2020, 09h41
    3
    0

    Reduz R$ 100.000.000,00 (cem milhões de reais) dos poderes , Extingue a emenda parlamentar, pois deputado não foi eleito para fazer obra e sim criar leis e fiscalizar o executivo, Acabe com a VI, pois serve apenas para complementar o salário que recebem, enfim existem muitos penduricalhos que revistos e extintos sobrara dinheiro para que os aposentados que contribuíram e muito, possam gozar de sua aposentadoria sem que sejam taxados de novo... FALTA VONTADE POLITICA E UMA GESTÃO SÉRIA NESSE PAÍS...LASTIMÁVEL....

  • Carmolino | Quinta-Feira, 09 de Janeiro de 2020, 12h12
    11
    0

    SENHORES DEPUTADOS QUE APROVARAM ALÍQUOTA DA PREVIDÊNCIA, VOCÊS FIZERAM TANTA MERDA QUE DEVERIAM SER TROCADOS POR VASOS SANITÁRIOS.

  • HELO | Quinta-Feira, 09 de Janeiro de 2020, 11h19
    10
    1

    SENHOR DEPUTADO EDUARDO BOTELHO; O SENHOR DEVE ESTAR BRINCANDO QUANDO AFIRMA QUE PARA OS APOSENTADOS E PENSIONISTAS QUE JÁ PAGAM PREVIDÊNCIA, POR TEREM SALÁRIO ACIMA DO TETO, UM AUMENTO DE MAIS 3 PERCENTUAIS É TOLERÁVEL. NA REALIDADE, SEREMOS TAXADOS EM 14 POR CENTO SOBRE O SALÁRIO INTEGRAL E NÃO SOBRE A DIFERENÇA QUE MAJORA AO TETO, COMO OCORRE HOJE. O SENHOR PRECISA REFAZER SEUS CÁLCULOS PARA AFIRMAR SE É TOLERÁVEL ESSA NOVA PREVIDÊNCIA;

Matéria(s) relacionada(s):

Ao Senado, 2 partidos e apoio para EP

elizeu nascimento 400 curtinha   Elizeu Nascimento (foto), terceiro-sargento PM licenciado, não é nada bobo. Ex-vereador pela Capital e no mandato de deputado estadual, Elizeu hoje controla o DC-MT e ainda levou aliados de confiança para o PSL-MT, partido que ainda está ligado ao presidente Bolsonaro e que só de...

Digital de Selma no apoio para Pivetta

olga lustosa curtinha 400   Mesmo com laços antigos de amizade com Otaviano Pivetta, Olga Lustosa, que está se desligando do cargo de assessora do gabinete da senadora cassada Selma Arruda em Brasília, causou aquele climão dentro do Podemos quando apareceu no encontro do PDT, neste sábado. O ato marcou o...

Fritado ao Senado, Galvan deixará PDT

antonio galvan 400 curtinha   Como já esperado, o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan (foto), foi mesmo patrolado dentro do PDT estadual na tentativa de concorrer ao Senado na suplementar de abril. Com a decisão oficial do partido de lançar o vice-governador Otaviano Pivetta à disputa, Galvan agora pensa em sair da...

Contratos suspensos de 7 prefeituras

domingos neto 400 curtinha   O conselheiro do TCE-MT, Domingos Neto, determinou, até julgamento do mérito, a suspensão de pagamento por sete prefeituras à Oscip Tupã. Ele é relator de uma representação feita pelo Ministério Público de Contas contra as prefeituras de Vera,...

Contrariando estatística do governador

silvano amaral 400 curtinha   Mais um secretário de Estado contraria a estatística do governador Mauro, que no ano passado se orgulhou de anunciar que nenhum dos integrantes do primeiro escalão respondia por condenação judicial. O emedebista Silvano Amaral (foto), ex-deputado, ex-secretário de...

Concorrente de Júlio dentro do DEM

eduardo arruda 400 curtinha   Surge um concorrente interno para Júlio Campos. Trata-se do empresário bem sucedido Eduardo Arruda (foto). Ele se articula para disputa ao Senado pelo DEM. Até então, só o ex-governador, ex-senador, ex-deputado e ex-prefeito estava no páreo. Eduardo é filho do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.