Legislativo

Quarta-Feira, 17 de Abril de 2019, 13h:27 | Atualizado: 17/04/2019, 13h:32

Presidência

Janaina quer manter celeridade de Botelho na aprovação de "pautas-bombas" na AL

Ronaldo Mazza

Janaina Riva pautas

Janaina Riva promete manter celeridade de Botelho e respeitar o debate da oposição na AL 

Na condição de presidente da Assembleia, a deputada Janaina Riva (MDB) aponta que quer manter a linha de atuação do deputado Eduardo Botelho (DEM), que se licenciou do mandato, por 120 para cuidar de assuntos pessoais. A emedebista afirma que dentre as prioridades neste momento estão as negociações para repassar R$ 3,5 milhões para a Santa Casa de Cuiabá, e a suplementação da Secretaria Estadual  de Educação (Seduc), que conta apenas com R$ 50 milhões disponibilizados pelo Poder Executivo, mas que precisa de R$ 360 milhões para garantir a estabilização da pasta.

A deputada afirma que em relação às negociações com a Santa Casa, até agora a Assembleia não conseguiu efetuar o repasse do auxílio de R$ 3,5 milhões, como anunciado há duas semanas, em razão das dificuldades impostas pela diretoria. “Para fazer o repasse tem que haver uma intervenção e a diretoria não concorda. Para a Prefeitura de Cuiabá é extremamente complicado fazer isso sozinha, afinal a maior parte dos atendimentos é do interior do Estado”.

Janaina afirma que por agora não existe nenhuma pauta bomba a ser enviada pelo Poder Executivo para ser aprovada pela Assembleia. “Já conversei com o Mauro Carvalho, secretário da Casa Civil, sei que em alguns momentos que surgem pautas que não esperamos, as pautas bombas chegam de última hora, mas vamos continuar a linha de dar celeridade no que for de relevância, seguir o regimento interno e respeitar o debate da oposição”.

Já em relação as articulações políticas para uma eventual candidatura à Prefeitura de Cuiabá, em 2020, a parlamentar afirma que não tem essa pretensão, apesar de seu nome ser aventado nos bastidores como uma forte alternativa do MDB para o pleito eleitoral. "A política é dinâmica. Pretendo continuar no Legislativo estadual. Mas essa decisão não depende de mim", aponta Janaina fazendo referência ao seu partido, como detentor do projeto político que deverá ou não consolidar seu nome para a chefia do Executivo municipal da Capital. 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Claudio Coelho Barreto Junior | Quinta-Feira, 18 de Abril de 2019, 09h42
    0
    0

    Claudio Coelho Barreto Junior, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Ferias | Quarta-Feira, 17 de Abril de 2019, 15h03
    0
    1

    Ferias, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Matéria(s) relacionada(s):

Prefeitura de Barra garante legalidade

joaojakson   Procurador-geral de Barra do Garças João Jackson Vieira Gomes (foto) esclarece, em resposta à curtinha Contrato de R$ 4 mi pra limpeza, que a dispensa de licitação por 6 meses obedeceu todos os tramites legais, sendo que a empresa contratada ofertou o menor orçamento. A...

Vereadores de Acorizal agora com VI

A Câmara Municipal de Acorizal resolveu seguir as demais e instituir verba indenizatória não apenas para os seus nove vereadores. Incluiu também no benefício financeiro ocupantes de diversos cargos. Agora, além do salário, cada parlamentar terá direito a R$ 1,5 mil mensal. E quem ocupa a presidência da Mesa receberá R$ 2 mil. Os vereadores alegam que essa verba tem caráter ressarcitório do exercício da...

Prefeito "estoura" limite da lei fiscal

asiel alt floresta   O prefeito de Alta Floresta, Asiel Bezerra (foto), do MDB, recebeu alerta do conselheiro Guilherme Maluf sobre descontrole dos gastos, principalmente com a folha de pessoal. Debruçada nos relatórios, a Secretaria de Controle Externo de Receitas de Governo do TCE constatou que as despesas com pessoal atingiram...

Trâmites para alugar carros à Câmara

misael galvao curtinha   Diferente dos antecessores, que omitiam informações, principalmente em relação a medidas consideradas impopulares, o presidente da Câmara de Cuiabá Misael Galvão (foto), numa demonstração de transparência e de coragem para enfrentar críticas,...

Silval é chamado de ladrão no Fórum

silval_curtinha   O ex-governador Silval Barbosa, que hoje ganhou o direito ao regime semiaberto, foi hostilizado por populares no Fórum de Cuiabá. Um homem, que estava no corredor, que dá acesso às salas onde acontecem às audiências, gritou: “Silval, ladrão”. Jornalistas chegaram a...

Jayme é simpático à reeleição de EP

jayme campos curtinha   Jayme Campos (foto) vai comprar briga interna no DEM em defesa da reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro. Mas o núcleo ligado ao governador Mauro Mendes não é muito simpático a essa ideia. Numa reunião recente, com participação de Mauro Carvalho,...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.