Legislativo

Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019, 14h:33 | Atualizado: 20/05/2019, 14h:37

POLÊMICA À VISTA

Jayme deve assumir Conselho de Ética do Senado para investigar Flávio Bolsonaro

Waldemir Barreto

Jayme Campos

Senador por MT Jayme Campos (DEM) na tribuna do Senado, durante sessão plenária

O senador Jayme Campos (DEM) segue cotado para assumir a presidência do Conselho de Ética do Senado. Caso a eleição para o cargo se confirme, o democrata conduzirá o processo de conduta ética contra o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

O  filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) é investigado pelo Ministério Público por suspeita de peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa. Além disso, existem suspeitas de suposto envolvimento de Flávio com a milícia no Rio de Janeiro.

A possibilidade do democrata assumir a presidência do Conselho de Ética foi divulgada pela Revista Época neste final de semana. Entretanto, o assunto foi abordado pelo   ainda em fevereiro na matéria “Jayme assume presidência do Conselho de Ética e diz que trajetória limpa o credencia para função”.

Questionado sobre a postura que adotaria, Jayme prometeu cautela e respeito à lei. Ainda assim, evitou falar de casos concretos. "Iniciei na vida pública em 1982 e tenho 36 anos de uma trajetória política limpa. Por isso, estou apto a exercer a função de presidente do Conselho de Ética. Vou conduzir os eventuais processos de forma justa, sem açodamento e respeitando o que diz a lei. Missão dada é missão cumprida", disse. 

A presença de Jayme no Conselho de Ética não é novidade. Durante o primeiro mandato de senador (2007-2014) foi eleito e reeleito vice-presidente do colegiado.

Investigações contra Flávio 

 Há indícios de que houve no gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro na Assembleia do Rio de Janeiro (Alerj) a chamada “rachadinha” - prática de servidores devolverem parte dos salários aos deputados.  

Em fevereiro deste ano, o próprio ex-motorista Fabrício Queiroz confirmou, em depoimento por escrito, que servidores do gabinete de Flávio devolviam parte do salário e que esse dinheiro era usado para ampliar a rede de colaboradores junto à base eleitoral do então deputado. O hoje senador Flávio nega que a "rachadinha" tenha ocorrido em seu gabinete (Com informações da Época).

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • CHIRRÃO | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 16h33
    0
    1

    ESSE AI TEM UMA ÉTICA INVEJÁVEL...só que nom!

  • Nunes | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 09h10
    2
    1

    Deveria investigar a morte do trabalhador, que morreu enfrente ao shopping Goiabeiras

  • Eduardo Neves | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 08h29
    1
    5

    Realmente o Jaime Campos e' um politico serio e honrado ate' que me prove o contrario.Pois ate' hoje nunca entrou em safadezas e maracutaias. Pode sim ser o Presidente da Comissao de Etica do Senado.

  • Eli Rosa | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 08h25
    1
    3

    Só espero que Jayme campo representa bem o seu povo de MATO GROSSO principalmente o de várzea Grande.

  • Edson Canzian | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 07h43
    0
    2

    Edson Canzian, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Maria | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 07h34
    0
    2

    Maria, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Critico | Terça-Feira, 21 de Maio de 2019, 02h10
    0
    2

    Critico, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Lito | Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019, 15h01
    4
    2

    Quá, vem arranjo por aí. Aguardem.

Pode recebe 2 já derrotados em BG

sandro saggin curtinha 400   O Podemos conseguiu juntar em Barra do Garças o grupo de dois já derrotados à prefeitura, Daltinho, que também foi deputado e em 2018 teve votação pífia na tentativa de reeleição, e Sandro Saggin (foto), um "eterno" candidato. Entregue ao ostracismo,...

Câmara de Barra devolve R$ 100 mil

joao rodrigues 400 presidente c�mara barra do gar�as   A Câmara Municipal de Barra do Garças devolveu à prefeitura R$ 100 mil para serem investidos em medidas de combate ao novo coronavírus. O presidente do Legislativo, vereador João Rodrigues de Souza, o doutor...

Auditor assume Secretaria de Controle

demilson nogueira 400   O auditor Newton Gomes Evangelista, servidor de carreira, é o novo secretário de Controle Interno da Assembleia. Ele já respondeu também pela Auditoria-Geral da Casa. Newton assumiu a Controladoria Interna no lugar do ex-prefeito de Ponte Branca, Demilson Nogueira (foto), que deixou o posto...

Cuiabá é a unica com tudo fechado

emanuel pinheiro curtinha   A pressão sobre o prefeito Emanuel Pinheiro (foto) fica agora mais forte para flexibilizar logo o decreto restrito por causa do coronavírus. Ele é o único dos gestores das maiores cidades mato-grossenses que ainda mantém decisão de fechar praticamente tudo na Capital, com...

Deputado põe aliado no lugar do irmão

ronaldo taveira 400 curtinha   Coube ao próprio deputado Wilson Santos indicar um nome para o lugar do irmão Elias Santos, que na última sexta (3) deixou a secretaria de Gestão de Pessoas da Assembleia para concorrer a vereador em Cuiabá. E o ex-prefeito emplacou no cargo que rende R$ 19,9 mil mensais o velho...

Sem alarde, vereador muda de partido

viniciys clovito curtinha   De última hora e sem alarde, o vereador pela Capital Vinicyus Hugueney (foto) resolveu deixar o PP e se filiou ao Solidariedade. Com isso, o PP não se torna o único com a maior bancada. Está com três vereadores, assim como o PV e o PSDB. No SD, Vinicyus vai concorrer internamente com...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.