Legislativo

Quarta-Feira, 15 de Maio de 2019, 13h:54 | Atualizado: 15/05/2019, 14h:01

a ver navios

Líderes sindicais pedem posicionamento sobre pagamento de seus salários em dia

Reprodução

Reuni�o servidores e deputados

Deputados como João Batista e Janaina Riva (presidente interina) recebem membros do Fórum Sindical, que cobram esclarecimentos do governo

Em reunião com os deputados na manhã de hoje (15), lideranças do Fórum Sindical reivindicaram que a Assembleia cobre um posicionamento oficial do governador Mauro Mendes (DEM) para que esclareça de forma oficial quando que será regularizado o pagamento dos salários dos servidores do Poder Executivo.

“Não pode o governador falar que vai pagar o salário em dia em julho e o secretário de Fazenda afirmar que vai pagar em dezembro. Nossa RGA de 2018 está suspensa, de 2,10%. Enquanto que os demais Poderes têm condições para pagar todos os pagamentos alimentícios”, afirma Oscarlino Alves, que faz parte do Fórum Sindical.

Existem temas que não estão definidos, como o pagamento do 13º salário

Oscarlino Alves

Na reunião também foi questionada a atuação do Tribunal de Contas (TCE) em relação a suspensão dos efeitos de lei sancionada pelo ex-governador Pedro Taques (PSDB), que trata sobre o pagamento da RGA. “Tem uma lei vigente que está suspensa pelo TCE, que na atual conjuntura está legislando acima da harmonia dos Poderes, acima do Legislativo, do Executivo”.

Oscarlino justifica que a reunião com os deputados foi necessária, porque a reunião que o Fórum Sindical com o governador, em 2 deste mês no Palácio Paiaguás, não surtiu efeitos. “Estamos a ver navios. Existem temas que não estão definidos, como o pagamento do 13º salário. São providências básicas que estamos pedindo a Assembleia, pois não tivemos sucesso com a reunião com o governador”.

O deputado Lúdio Cabral (PT) afirmou que o parlamento tem papel de ser voz dos direitos da população e ser um espaço de interlocução com o Poder Executivo. Na avaliação de Oscarlino, a reunião com os parlamentares foi “franca e aberta”, e contou com a participação da presidente interina da Assembleia Janaina Riva (MDB), o líder do Governo, Dilmar Dal Bosco (DEM) e deputados pró-servidores.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Câmara adia o parecer sobre denúncia

felipe wellaton curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão, assinou a Resolução número 16, na última terça (21), prorrogando por mais 30 dias o prazo para definir um parecer sobre a representação do servidor público Valmir Molina contra o vereador Felipe Wellaton...

Pacto descumprido à saúde e denúncia

Pedro Taques curtinha   O governador Mauro ingressou com representação junto ao TCE, com pedido de medida cautelar, contra o antecessor Pedro Taques (foto) e o ex-secretário de Saúde Luiz Soares, apontando supostas irregularidades na concessão de R$ 82 milhões do Fundo Estadual de Saúde para...

Ex terá de restituir erário em R$ 11 mil

gisely ex julio pinheiro curtinha   O Tribunal de Contas do Estado manteve, em decisão desta semana, a sanção aplicada à Gisely Carolina Lacerda Pinheiro (foto), viúva do ex-presidente da Câmara de Cuiabá, Júlio Pinheiro, que faleceu em junho de 2016. Julgada à revelia, já que foi...

Xuxu recusa diárias e cala Wilson

xuxu curtinha   Na tribuna da AL, o tucano Wilson Santos tentou ironizar o colega Xuxu Dal Molin (foto), que retornou de missão oficial à Ásia nesta semana, mas acabou se dando mal. Considerando que Xuxu é membro de uma das famílias mais abastadas de Sorriso, Wilson sugeriu que ele poderia ter custeado a viagem e...

TCE já suspende licitação na Câmara

misael galvao curtinha   O TCE determinou que a Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), suspenda de imediato um pregão para contratar empresa para fornecimento de material de informática e de equipamentos de áudio e vídeo. Técnicos de Controle Externo de Contratações...

Janaina, MDB e o Palácio Alencastro

janaina riva curtinha   A presidente interina da Assembleia Janaina Riva não assume publicamente mas, nos bastidores, alimenta a esperança de ser prefeita de Cuiabá. Para que isso ocorra, em 2020, teria que deixar o seu MDB o prefeito Emanuel que, aliás, já está com um pé no PTB. Na cúpula...

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.