Legislativo

Quinta-Feira, 14 de Novembro de 2019, 18h:15 | Atualizado: 14/11/2019, 18h:40

SOB RISCO

Na defesa, Abílio diz que denunciante quer vaga e pede arquivamento de cassação

Secom-Câmara

Abilio Junior

O vereador Abílio Júnior discursa durante sessão plenária da Câmara de Cuiabá

O vereador Abílio Júnior (PSC) apresentou defesa à Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara de Cuiabá, no âmbito do pedido de cassação apresentado pelo diretor do Hospital Municipal São Benedito Oséas Machado, no último dia 15 de outubro. Além da perda do mandato, o requerimento também solicita a consequente inelegibilidade.

A peça relata que o parlamentar se comportou de forma inadequada, desacatando e constrangendo o próprio Oseás e outros servidores, ao fiscalizar a unidade de saúde em setembro do ano passado.

No pedido de cassação, Oséas ainda elenca episódios em que Abílio ofendeu pelo menos 11 colegas vereadores em plenário, nas redes sociais e em entrevistas a diversos veículos de comunicação, além de fazer acusações sem provas e atacar a imagem do Legislativo Cuiabano. A peça conta com diversos anexos para comprovar as denúncias.

Os vereadores citados como vítimas de Abílio são Adevair Cabral (PSDB), Renivaldo Nascimento (PSDB), Misael Galvão (PSB), Chico 2000 (PL), Toninho de Souza (PSD), Adilson da Levante (PSB), Clebinho Borges (DC), Mário Nadaf (PV), Marcos Veloso (PV), Doutor Xavier (PTC) e Juca do Guaraná Filho (Avante).

Defesa

 Na defesa de 64 páginas, Abílio sustenta que o pedido de cassação configura constrangimento ilegal e abuso de autoridade. Cita ainda que Oséas é o primeiro suplente do PSC e assumiria o mandato no seu lugar e portanto, tem interesse pessoal na cassação.

Além disso, Abílio afirma que a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar não tem legitimidade para conduzir processo de cassação. Segundo a defesa, uma Súmula Vinculante do STF determina que seja feito através de Comissão Processante .

Neste sentido, Abílio alega que o pedido de cassação deveria ter sido apresentado à presidência da Câmara. Por isso, requer a nulidade do processo.

Na peça, Abílio também pede a suspeição do presidente da Comissão de Ética de Decoro Parlamentar Toninho de Souza (PSD). Lembra que já foi ofendido pelo colega de Câmara, o que foi objetivo  de representação já arquivada.

Alega também que o pedido de cassação é retaliação pela sua “atuação combativa” e que a fiscalização no Hospital Municipal São Benedito foi realizada “dentro da lei” enquanto presidente da CPI da Saúde.

Antes de pedir o arquivamento do pedido de cassação, Abílio pontua que os incidentes envolvendo pelo menos 11 vereadores são parte do debate de ideias. Também pede que todos os documentos, áudios, vídeos e matérias jornalísticas juntadas ao processo sejam impugnados.

Agora, cabe ao relator do processo de cassação Marcrean Santos (PRTB) analisar a defesa e decidir se recomenda ou não a cassação de Abílio. A decisão final será do plenário.

Como testemunhas de defesa, Abílio apresenta os vereadores de oposição Diego Guimarães (PP), Felipe Wellaton (PV), Marcelo Bussiki (PSB), Dilemário Alencar (Pros), Lilo Pinheiro (PDT) e Wilson Kero Kero (PSL). Também estão na lista o deputado estadual Ulysses Moraes (DC) e alguns assessores parlamentares.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Fagner Raione Silva Arruda | Sábado, 16 de Novembro de 2019, 10h06
    3
    0

    Gostaria de perguntar ao vereador Abílio. Dizer ao Vereador Juca do Guaraná "que nem os dentes são deles" é debate de idéias? Dizer ao Vereador Adilson Levante "que ele tem que parar de beber" é debate de idéias? Dizer que o Presidente da Câmara "fraudou processo legislativo" é debate de idéias? Está apenas colhendo o que você plantou!

  • joao | Quinta-Feira, 14 de Novembro de 2019, 20h32
    2
    9

    ABILIO E UNS DO UNICOS QUE FISCALIZA A PREFEITURA

DEM-Cuiabá projeta até 4 vereadores

beto 400 curtinha   O presinte da Provisória do DEM da Capital e secretário estadual de Governo, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está animado com as chapas do partido construídas para o embate eleitoral. Já conta com 38 pré-candidatos a vereador e avalia que todos são competitivos. Uma das...

Chapa de Pivetta faltando um nome

adilton sachetti curtinha 400   O empresário Otaviano Pivetta continua avaliando um nome para composição de sua chapa ao Senado na suplementar de 26 de abril para a vaga da cassada Selma Arruda. A primeira-suplência deve ficar mesmo com o ex-prefeito rondonopolitano e ex-deputado federal Adilton Sachetti (foto), do PRB....

Senado, disputa interna e PT rachado

verinha_curtinha   O PT, que recebe hoje as inscrições de pré-candidatos ao Senado, deve ter apenas um nome na disputa interna, o do deputado e presidente estadual da sigla Valdir Barranco. A ex-vereadora Enelinda, com dificuldade, corre contra o tempo para se viabilizar. Enquanto isso, membros de outras correntes menos...

Falta na votação da emenda impositiva

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (foto), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara e pré-candidato a senador na suplementar de 26 de abril, explica que não procede a informação de que teria votado favorável à PEC 34/19, que assegura o orçamento impositivo de...

Feliz da vida na base e com emendas

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto) já chegou com moral no Governo Mauro Mendes. Depois de um ano fazendo oposição ao Palácio Paiaguás, o deputado tucano se tornou governista de carteirinha. E começa a colher os dividendos. Uma de suas emendas de R$ 300 mil para ajudar na...

Voto a favor e agora contra Congresso

O pitbull do governo Bolsonaro, deputado federal José Medeiros (foto), está pegando carona num protesto, marcado para 15 de março, onde não deveria porque os seus atos não correspondem ao discurso, ao menos segundo sustentam seus adversários políticos. Contam que Medeiros foi um dos parlamentares que aprovaram o orçamento impositivo de R$ 30 bilhões, vetado pelo presidente. Eis que agora, ele próprio, defende a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.