Legislativo

Terça-Feira, 19 de Outubro de 2010, 15h:43 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:28

CÂMARA DE CUIABÁ

Novo presidente propõe debates sobre saneamento e passe livre

Júlio Pinheiro   O novo líder do prefeito Chico Galindo na Câmara, vereador Júlio Pinheiro (PTB), defende a realização de amplos debates sobre questões polêmicas como a reestruturação da Sanecap para que tenha maior capacidade de investimento e a regulamentação do passe livre de modo que cada governo possa arcar com a demanda. Neste sentido, ao invés da prefeitura bancar o transporte de todos os alunos da rede municipal, estadual e federal, o município ficaria responsável apenas por seus alunos, obrigando o governador Silval Barbosa (PMDB) e o presidente Lula a contribuírem para que o benefício chegue a todos. “É um assunto polêmico, mas tenho certeza de que vamos agradar muitas pessoas. Precisamos nos debruçar sobre essas questões e cuidar da nossa cidade”, argumenta Pinheiro, que assume o comando da Câmara no próximo ano.

  Ainda segundo ele, hoje são investidos por ano R$ 14 milhões para bancar o passe livre dos estudantes da Capital. “Com esse dinheiro poderíamos construir 30 novas creches ou asfaltar três bairros inteiros”, argumenta o petebista, que fez questão de frisar que não é contrário ao benefício, mas ponderou que os vereadores precisam debater a regulamentação da lei aprovada no início da gestão do ex-prefeito da Capital Wilson Santos (PSDB). Ele ressalta que se não houver um amplo debate, essa “bomba” vai explodir. “A Câmara foi omissa nessa questão no auge das questões políticas quando a mensagem foi aprovada na transição da gestão de Roberto França para Wilson. Não sou contra o passe livre, mas acredito que cada governo tem que cumprir o seu papel”, afirmou o petebista.

   Já sobre a Sanecap, o petebista ressalta que a companhia não possui capacidade financeira para ampliar os investimentos na ampliação das redes de água e esgoto, por isso, é necessário encontrar um modo para que isso ocorra.

  Uma saída, na opinião dele, seria uma parceria com o governador Silval Barbosa (PMDB) numa espécie de gestão compartilhada. Outra opção seria uma concessão vigiada, onde qualquer elevação da tarifa de água teria que ser aprovada pela Câmara de Cuiabá e não por um conselho. “Eu sou contra a privatização, mas acho que precisamos discutir soluções. Hoje a Sanecap é um órgão quebrado, que não possui capacidade de investimento”, pontua Pinheiro, que afirmou já ter avisado Galindo que vai debater o assunto com os demais parlamentares, mas ressalta que não sabe o que o gestor pensa sobre as questões.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • dorival verissimo | Sábado, 23 de Outubro de 2010, 21h45
    0
    0

    sr. nobre vereador nao sei oq. o senhor esta fazendo ai lenbre q. senhor e apenas um suprente com nuita manobra chegou a presidencia e ja quer tirar todos direitos adiquerido sua hora vai chegar e nem suprente sera t

  • samanta | Quinta-Feira, 21 de Outubro de 2010, 11h43
    0
    0

    CONCORDO COM O SR LEO - O ESTADO ABOCANHA DA SANECAP EM TORNO DE 1 MI / MES - 12 MI /ANO - 48/4 ANOS.AI ESTÁ O DINHEIRO SR. VEREADOR.

  • JOSE SILVA | Quinta-Feira, 21 de Outubro de 2010, 10h16
    0
    0

    O SANEAMENTO VEREADOR NÃO É ESSE JOGO QUE VCS FAZEM . TRATE DE PARAR COM OS INTERESSES ESCUSOS. VOCE SERÁ JULGADO PELO POVO. OS QUE AGIRAM ASSIM JÁ ESTÃO TODOS FORAAAAA. CHEGARÁ A SUA VEZ.

  • SAMANTA | Quarta-Feira, 20 de Outubro de 2010, 10h17
    0
    0

    O SANEAMENTO NO MUNICÍPIO DE CUIABÁ PRECISA SER DISCUTIDO COM TÉCNICOS COMPETENTES. VEJA PARA SAIR DO DESASTRE DE DESTRUIÇÃO FEITO POR DANTE, SEM INVESTIMENTO DURANTE MAIS DE 10 ANOS, NÃO SE CORRIGE EM UM DIA. AGORA O GALINDO TÁ CERTO DE AS MAOS GOVERNO FEDERAL, ESTADUAL, PREFEITURA QUE O POVO TÁ DE OLHO EM VOCES.

  • leo | Quarta-Feira, 20 de Outubro de 2010, 08h20
    0
    0

    o que deve ser discutido no saneamento, vereador, é o contrato leonino de transferencia de patrimonio (sucata) vendido a peso de ouro pelo gov. estadual e não discutido pelo imcompetente prefeito da época, que aceitou o absurdo. a carga tributaria excessiva (ICMS) de energia para tratar agua e esgoto cobrada pelo estado de MT,so isso vereador ja consome algo proximo a R$ 900.000,00 por mes, sr vereador, ou R$ 11800.000,00por ano, ou 47200.000,00por mandato de quatro anos sr vereador. ai esta o dinheiro para investimento. todos os estados brfasileiros, conscientes da importancia do saneamento basico, concedem redução significativa na tributação do icms de energia e outros produros e insumos do setor, MATO GROSSO ignora isto. aqui incentivo é apenas para a iniciativa privada. veja sr. vereador, há muito o que fazer politicamente, parem de se preocupar apenas com mudança de nome de rua e outras coisas de nenhuma relevancia.

  • Mauricio Lobo | Terça-Feira, 19 de Outubro de 2010, 18h17
    0
    0

    Do jeito que a Sanecap esta operando, a única forma de melhora seria conceciornar a mesma , pois veja exepro de Campo Grande MS e outras Cidades que são concecinada, não falta água na torneira e ten rede de esgoto. A copa 2014 cada dia que passa esta mais perta e imagine se tiver que comprar caminhão pipa para abastecer os hoteis.

  • Jean M. Van Den Haute | Terça-Feira, 19 de Outubro de 2010, 16h15
    0
    0

    O preço pago ou não pago pelo usuário de transporte depende das políticas sociais nos três níveis de Governo. No entento, o Governo Federal não vai colocar um centavo se o sistema de transporte é ilegal como é o caso na metrópole Cuiabana. - No caso da SANECAP, seja saneamento ou coleta de lixo, a solução está na LCE n° 359/09, a Lei da Região Metropolitana. É urgente criar a "Sociedade Metropolitana de Saneamento de Cuiabá" juntando SANECAP / DAE VG / Iniciativa Privada, na forma de uma PPP, Parceria Público-Privada, de porte internacional, com acesso á todos os recursos e á todas as tecnologias (coleta seletiva) , nacionais e internacionais permitindo realmente atender ás necessidades da população como definido nos respectivos Planos Diretores Participativos Municipais. Isso exige a aplicação da PNDU, Política Nacional de Desenvolvimento Urbano, o Poder Executivo local querendo ou não. - Jean M. Van Den Haute - Diretor Técnico e Representante da ASSUT-MT no SNDU, Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano.

Candidatos, tensão, debate e bate boca

antoniocarlos   Em debate tenso, na TV Vila Real (do grupo Gazeta) e, após troca de acusações sobre atos de corrupção e servidores fantasmas, os candidatos à Prefeitura de Cuiabá Abílio Júnior (Pode) e Emanuel Pinheiro (MDB) protagonizaram bate boca por mais de uma vez. O clima ficou...

Abílio contrata 400 fiscais para eleição

A campanha do candidato Abílio Júnior (Pode) decidiu contratar 400 fiscais para atuar nesta eleição de domingo. Isso derruba o discurso do candidato do Podemos de que todos atuam de forma voluntária em prol da sua vitória. Aliás, quando questionado sobre a grande estrutura que montou neste segundo turno, inclusive sobre a equipe de marketing, disse que todos são colaboradores. Na sua versão, ninguém recebe pelo trabalho,...

Entrando na briga à AMM muito tarde

maurao curtinha 400   Mauro Rosa, o Maurão (foto), que está encerrando o segundo mandato como prefeito de Água Boa, é o único candidato no duelo com Neurilan Fraga, que busca mais um mandato no comando da AMM, entidade que representa as prefeituras mato-grossenses. O problema é que Maurão entrou...

Com Paccola, Câmara terá polêmicas

paccola 400 curtinha   O vereador eleito pela Capital, tenente-coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola (foto), do Cidadania, promete levar muitas polêmicas para os embates que pretende travar no Legislativo. Ele é daqueles sem papas na língua. Defende, por exemplo, que a população tenha direito de se armar. Em...

Esposa de deputado na 2ª suplência

maria avalone 400   Não foi só o deputado estadual Wilson Santos que frustrou-se na tentativa de eleger membro da família à cadeira de vereador. O também parlamentar Carlos Avalone, presidente regional do PSDB, apostou todas as fichas na esposa Maria Avalone. Mas ela só chegou à...

Neurilan e apoio de Botelho à AMM

eduardo botelho 400 curtinha   Em busca de apoio de lideranças políticas para permanecer no comando da AMM por mais três anos, Neurilan Fraga foi pedir socorro para o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (foto). Quer que o parlamentar seja o presidente de honra de sua chapa. Neurilan tem se articulado como pode e,...