Legislativo

Quinta-Feira, 13 de Fevereiro de 2014, 19h:08 | Atualizado: 13/02/2014, 19h:10

Oitivas de processo contra Emanuel devem ocorrer 3 dias após a defesa

Rodinei Crescêncio/Rdnews

toninho_comissao_etica_joao_emanuel.jpg

Vereador Toninho de Souza (PSD), presidente da Comissão de Ética

A primeira oitiva com as testemunhas do processo que pode levar a cassação do ex-presidente da Câmara de Cuiabá João Emanuel (PSD) deve acontecer três dias após o parlamentar apresentar a defesa. A informação é do presidente da Comissão de Ética, Toninho de Souza (PSD). O advogado de João Emanuel, Eduardo Mahon, no entanto, contesta a antecipação da definição, que poderia caracterizar um “pré-julgamento”.

As comissões, em geral, costumam colher as provas, depois realizam as oitivas e só então o acusado apresenta a defesa. Desta vez os parlamentares resolveram inverter a ordem. Mas, mesmo assim, eles garantem que não haverá prejuízo legal contra o processo investigatório.

Toninho diz que a Comissão trabalha com a possibilidade de não haver pena, penalizar de forma leve ou a de cassação. Caso os parlamentares decidam pela punição máxima é que João Emanuel teria direito de uma nova defesa ampla, de acordo com o presidente. “Durante as oitivas o João Emanuel, ou o advogado, poderá requisitar alguém para prestar depoimento. Mas a defesa, caso tenha o pedido de cassação, só será em Plenário”, ressaltou.

O presidente ainda frisou que os vereadores que são membros da Comissão de Ética estão agindo dentro da legalidade para que não haja contestação posterior. Mahon, por sua vez, ressaltou que os parlamentares não deveriam cogitar a oitiva sem antes receberem a defesa escrita do ex-presidente da Câmara.

Toninho, por sua vez, detalhou ao afirmar que as testemunhas seriam provocadas durante as oitivas com base em documentos e depoimentos já colhidos. Além de que as testemunhas a serem convocadas seriam as mesmas que já prestaram depoimento ao Gaeco, responsável pela Operação Aprendiz. “Haverá uma programação de data e horário das oitivas. As informações serão anexadas no mural da Câmara para que todos tenham acesso”, completou o vereador.

A Comissão de Ética recebeu, na manhã desta quinta (13), os representantes do Movimento Organizado pela Moralidade Pública e Cidadania (ONG Moral) para debaterem a cerca do processo investigatório contra João Emanuel. O grupo protocolou no final do ano passado uma representação solicitando a cassação do social-democrata por quebra de decoro parlamentar, devido a seu suposto envolvimento em um esquema de desvio de verba pública.

Os membros da Comissão já notificaram o ex-presidente do Legislativo para que apresente defesa. João Emanuel ainda tem três sessões plenárias para apresentar os argumentos. Após isso, o relator, vereador Ricardo Saad (PSDB), tem o prazo de cinco sessões para apresentar o relatório em Plenário.  

O desembargador Gilberto Giraldelli, relator do habeas corpus que suspendeu a Operação Aprendiz, votou, na quarta (12), pela cassação da liminar e indeferimento do pedido da defesa. A suspensão se deu após o argumento de que o Ministério Público não teria observado a composição obrigatória do Gaeco, do Ministério Público Estadual (MPE), que necessitaria ter a participação de um delegado da Polícia Judiciária Civil. 

Comissão de Ética notifica Emanuel na 5ª; vereadores “batem boca”

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Valdir | Sábado, 15 de Fevereiro de 2014, 16h46
    0
    0

    A conduta de João Emanuel certamente envergonhou os seus eleitores que tem informação e consciência cidadã. Ele está morto para a política a ser feita com retidão. Não tem conduta moral para cobrar ética, para fiscalizar ninguém. Sua vida politica está marcada por ele mesmo e para sempre como um aprendiz de malfeitos. Vergonha. Certamente os cidadãos bem informados, nutridos de senso crítico, tem muita vergonha de ter votado nesse sujeito. O futuro de Cuiabá estará em péssimas mãos se ele não for cassado agora. Nós cidadãos conscientes, inteligentes não temos que discutir legalidade da prova. Ele João Emanuel de livre e espontânea vontade se intitulou artista, ou melhor um criminoso do colarinho branco.

Matéria(s) relacionada(s):

França, convite do Pode e suspense

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto), que exerceu vários mandatos eletivos, entre eles de vereador e de prefeito de Cuiabá, ficou empolgado com o convite para se filiar ao Podemos, inclusive com abertura para concorrer novamente ao Palácio Alencastro. Para evitar conflitos, antes de fazê-lo, o...

Neurilan critica Pivetta e faz campanha

otaviano pivetta 400 curtinha   Em discurso em Tangará da Serra, num evento promovido pela AMM que serviu de palanque eleitoral, Neurilan Fraga disparou críticas ao vice-governador Pivetta (foto), que também pretende concorrer ao Senado. Disse que Pivetta não aceita nem discutir o valor repassado hoje aos...

Evento da AMM para pré-candidatura

neurilan fraga 400   Neurilan Fraga (foto), que aproveita o trunfo de presidente da AMM para tentar projeção política, insiste na pré-candidatura ao Senado, mesmo com a filiação oficial ao PL fora do prazo exigido pela legislação, o que ensejará no indeferimento do registro. E...

Selma, carreata e "ciúmes políticos"

selma arruda 400 curtinha   Quem vê Selma Arruda (foto), senadora cassada por crimes eleitorais, e o ex-senador e federal José Medeiros afinados no Podemos, nem imagina que no pleito de 2018 ela optou por distanciá-lo motivada simplesmente por "ciúmes políticos". Selma carregava o slogan de "Senadora de Bolsonaro"....

Reunião pra debater viabilidade do VLT

wellington 400 curtinha   Após participar de uma reunião na Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana, o senador Wellington (foto) revelou que no próxmo dia 10 vai ser realizado encontro com o secretário José Carlos Medalia e com integrantes do Governo de MT para discutir a viabilidade do VLT, cujas obras...

Estado reduz número de homicídios

alexandre bustamante curtinha 400   O secretário Alexandre Bustamante (foto), de Segurança Pública, está comemorando a redução do número de crimes em MT.  O Estado fechou 2019 com a menor taxa de homicídios dos últimos 10 anos. Nos 12 meses do ano passado foram contabilizados...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.