Legislativo

Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 09h:59 | Atualizado: 12/02/2019, 11h:36

Cargo vitalício

Prazo de desincompatibilização é retirado pela AL, que amplia concorrência ao TCE

A Assembleia resolveu revogar a imposição de que membros do Ministério Público e do Judiciário, para serem indicados à vaga de conselheiro do Tribunal de Contas, tenham que estar desincompatibilizados da função seis meses antes da indicação, seguindo o que prega a Lei Complementar 64 de 1990. 

A regra havia sido imposta pelo Ato da Mesa Diretora, publicado na tarde desta segunda (11), e que determina o rito para escolher o novo conselheiro, que assumirá a vaga deixada por Humberto Bosaipo. Entre os prejudicados pela decisão anterior estão o promotor de Justiça Mauro Zaque e os magistrados Yale Sabo Mendes e Mirko Vincenzo Giannatte, que se movimentam para assumir o cargo vitalício.

JLSiqueira

Eduardo Botelho

Eduardo Botelho garante que Mesa Diretora conduzirá processo de escolha sem "atropelos"

“Dentro de 15 e 20 dias dá para concluir. Não vamos fazer nada na correria. Estamos fazendo tudo com tranquilidade, dando oportunidade para os candidatos conversar com os demais colegas parlamentares, dentro do princípio da livre iniciativa”, disse o presidente do Parlamento Eduardo Botelho.

Além dos três se articulam os deputados Guilherme Maluf (PSDB), tido como um dos favoritos; Sebastião Rezende (PSC) e Valdir Barranco (PT), que ainda não oficializou seu nome na disputa. O cargo de Bosaipo está vago desde 2014 em razão de entraves judiciais. E, em 31 de janeiro, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, liberou a Assembleia para fazer a indicação do novo conselheiro.

A disputa pela indicação à vaga de conselheiro do TCE implica em vantagens vitalícias. Além de desfrutar de prerrogativas similares aos dos desembargadores do Poder Judiciário, os conselheiros da Corte de Contas, recebem proventos de R$ 30,4 mil mensais, mais gratificação de R$ 3,2 mil para o presidente, vice-presidente, corregedor-geral, ouvidor-geral e presidência de Câmaras. Outro benefício é o auxílio-moradia de R$ 4,3 mil, auxílio-alimentação de R$ 503 e verba indenizatório de R$ 20,5 mil.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Provando competência na direção AL

janaina riva curtinha   Na 1ª semana como presidente da Assembleia, a jovem deputada Janaína Riva, de 30 anos, tem surpreendido colegas parlamentares, secretários de diferentes setores da Casa, assim como servidores, pelo foco em gestão, empenho e dedicação para resolver problemáticas administrativas....

Imagem vazada de jogo não é oficial

A organização SpriMT Marketing Esportivo, juntamente com Perk Soluções Criativas, esclarece que o banner, que circula, não foi feito pela empresa – que tomou conhecimento sobre a existência dele após a publicação na coluna Curtinhas. Revela ainda que a imagem, sem a informação de que seria um clássico Master, foi vazada durante o envio para orçamentos gráficos. As publicidades oficiais...

Fla X Timão e propaganda enganosa

Quem vê um dos banners de publicidade sobre o clássico entre Flamento e Corinthians logo se empolga. A tendência é que haja uma correria por ingressos. Mas, a organização, de propósito, está ocultando uma informação importante. Na verdade, os times principais não vão se enfrentar. Haverá um jogo comemorativo entre os jogadores da equipe master (veteranos) - evento conhecido como “Encontro das...

Pregão é suspenso em Campo Verde

fabio 190 campo verde prefeito   Em Campo Verde, o prefeito Fábio Schroeter (foto) terá de suspender de imediato um pregão presencial programado para esta quinta, por causa de irregularidades. Buscava-se contratar, por R$ 327,9 mil, uma empresa para prestar serviço, junto à secretaria municipal de...

Após chuvas, prefeito pede socorro

moises_curtinha_juscimeira   As fortes chuvas de janeiro, agravadas pelas que castigaram Juscimeira no início deste mês, levaram o prefeito Moisés dos Santos a decretar situação de emergência nas 8 áreas afetadas (assentamentos, povoados e nos distritos de Irenópolis e Fátima de...

Prefeito e decreto para evitar mortes

Raimundo Nonato, prefeito de Barra do Bugres assinou o decreto 029 declarando situação de emergência por causa da suspensão de uma parceria com o Instituto Assistencial de Desenvolvimento (IAD), que prestava serviço de mão de obra na área da saúde. Alega que há um déficit de profissionais tais como enfermeiros, médicos, psicólogos, dentistas e nutricionistas. E que, por conta da suspensão da parceria, pode...

MAIS LIDAS