Legislativo

Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019, 09h:33 | Atualizado: 21/11/2019, 09h:42

Prisão em 2ª instância

Acordo com Moro: com parecer de Selma, senadores desistem PEC e votarão projeto

A relatora da proposta, que prevê a prisão em segunda instância, senadora Selma Arruda (PSL) apresentou na quarta (20), durante reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), parecer favorável ao projeto acolhendo um texto formulado por parlamentares com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Reprodução

Selma durante reuni�o

Tema foi debatido por Selma e colegas durante reunião da CCJ nesta quarta no Senado

Para tornar mais rápida a aprovação da proposta, os senadores decidiram apoiar um projeto de lei que possui um processo de tramitação mais célere do que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Para isso, foi resgatado um texto apresentado pelo senador Lasier Martins (Pode-RS), em 2018.

Uma PEC necessitaria dos votos de, pelo menos, 49 senadores no Plenário. Para o projeto de lei, o número cai para 41, que é a maioria simples no Senado.

A proposta elaborada entre parlamentares e o ministro recupera o trecho do pacote anticrime que trata sobre a segunda instância e modifica três artigos do Código de Processo Penal (CPP). O texto estabelece, como regra, que o tribunal vai determinar a execução provisória da pena ao proferir a condenação.

Pelo texto, o tribunal de segunda instância poderá, “excepcionalmente”, deixar de autorizar a execução provisória da pena se houver “questão constitucional ou legal relevante, cuja resolução por Tribunal Superior possa levar à provável revisão da condenação”.

“Assim, a execução da pena na pendência de recursos de natureza extraordinária não compromete o núcleo essencial do pressuposto da não culpabilidade, uma vez que o acusado é tratado como inocente no curso de todo o processo ordinário criminal, sendo observados os direitos e as garantias a ele inerentes e respeitas as regras probatórias e o modelo acusatório atual”, destacou Selma.

A votação na CCJ, que estava prevista para acontecer ontem, foi adiada para a próxima quarta (27) após pedido de vistas coletivo dos senadores.

A discussão do assunto na CCJ ganhou força depois da decisão do STF que, por 6 votos a 5, segundo a qual a pena de prisão só pode ser executada após o trânsito em julgado da sentença. Com a decisão do STF, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixou a prisão em 8 de novembro(Com assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • José da Costa Ribas | Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 08h54
    0
    0

    José da Costa Ribas, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

PSD reforça nome de Flávio em VG

selleman mathias 400 curtinha psd vg   Chamou a atenção a presença do presidente do diretório do PSD, em Várzea Grande, Selleman Mathias (foto), no lançamento da candidatura do empresário Flávio Vargas (PSB) à sucessão da prefeita Lucimar Campos, nesta quarta. Ao que tudo...

Selo Amiga dos Animais pra empresas

misael galvao 400 curtinha   A Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão (foto), vai conceder o selo Amiga dos Animais para 20 empresas. Até o final do ano será realizada uma sessão solene para condecorar representantes dessas empresas. E também estão previstos a entrega da Ordem do Mérito...

Fecomércio vai à AL por menos ICMS

jose wenceslau 400 curtinha   O presidente da Fecomércio, José Wenceslau Souza Junior (foto), revelou nesta quarta, numa live ao RDTV, tv web do portal Rdnews, que vai procurar os deputados para reabrir o debate sobre a pesada carga tributária praticada em MT. Ele recorda que no final de 2019, o governo estadual alardeava que...

Gestores multados por irregularidades

arivaldo 400 curtinha   Dezenas de prefeitos e ex-gestores estão sendo multados por não enviar ao TCE prestação de contas periódica, informações e documentos obrigatórios, o que é considerado falha grave. Arivaldo Medeiros de Santana (foto), prefeito de São José do Povo,...

O "pai" da destruição de documentos

jose riva 400 curtinha   Na sua delação premiada, o ex-presidente da AL, José Riva (foto), acusa o presidente do TCE, Guilherme Maluf, de ter sumido com provas que incriminavam deputados quanto ao uso de suprimentos de fundos e verba indenizatória. Só que para o MPE, foi o próprio Riva quem organizou um...

DEM dividido e quase no colo de EP

emanuel pinheiro 400 curtinha   Num almoço na casa do prefeito Emanuel Pinheiro (foto), nesta quarta, lideranças da alta cúpula do DEM de Cuiabá e Várzea Grande discutiram possível apoio à reeleição do emedebista. Essa aproximação fere de morte o Palácio...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.